Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 1 de novembro de 2009

Ependimoma Mixopapilar

É uma variante de ependimoma, praticamente restrita à região da cauda eqüina. Origina-se do cone medular ou do filo terminal. Contudo, ependimomas desta região podem também apresentar o aspecto habitual de ependimomas de outras localizações. A feição histológica característica do ependimoma mixopapilar é a alteração mucinosa presente no estroma colágeno das formações papilíferas e pela secreção de mucina pelas próprias células tumorais. Contudo, nem todos os tumores papilíferos da cauda eqüina apresentam a alteração mucinosa. O caráter do estroma dos ependimomas mixopapilares está relacionado à estrutura do filo terminal. A predominância de tecido fibroso é responsável pelo fato de que tumores originados no filo têm abundante estroma conjuntivo, que está ausente em outros tipos de ependimoma.
Ocorre quase exclusivamente na região do cone medular. De 298 casos de ependimoma em um estudo, 13% eram mixopapilares. A idade média dos pacientes foi 36 anos. Em outro estudo de 271 tumores do filo terminal, 83% eram ependimomas mixopapilares. São de crescimento lento e considerados OMS grau I. Relata-se sobrevida média de 19 e 14 anos, respectivamente após remoção total ou parcial.
O tumor origina-se do filo terminal ou do cone medular, envolve a cauda eqüina, mas só raramente invade raízes ou erode o sacro. Geralmente é alongado, bem delimitado, consistência mole e aspecto gelatinoso ao corte.
Ultraestruturalmente, assemelham-se aos outros ependimomas, mas têm feições normalmente associadas ao plexo coróide: poucos cílios, interdigitações celulares complexas, abundante material do tipo membrana basal e fibras colágenas. Estas duas refletem a arquitetura normal do filo terminal, em que células ependimárias descansam sobre tecido conjuntivo derivado da leptomeninge, e não do neurópilo do SNC.

Fonte: http://www.fcm.unicamp.br/deptos/anatomia/nptependimomamixo3.html#texto

19 comentários:

  1. Olá meu nome é Henrique Brito De Jesus 26 anos , tive um ependimona mixopapilar na regiâo da cauda equina ! com diagnóstico precose tive sorte , foi retirado parcialmente 90% e os 10% será retirado com sessões de radioterápia , ja estou no final do tratamento me encontro em pós operatório porém muito melhor de sáude !

    ResponderExcluir
  2. Olá Henrique, que bom que está correndo tudo bem no seu tratamento!
    Fica com Deus!
    Manda sempre notícias pra nós...

    ResponderExcluir
  3. oi meu nome é claudete defatima retirei un tumor na calda equina consitente comonome de ependimoma mixopapilifero de grau 1 meu medico disse que a retirada foi quase total ficou bem pouco não fiz quimio nem radio tenho medo pois sinto muita dor no local queria saber mais sobre esse tipo de tumor pois não entendo nada e os medico tambem não falão só dizem que se nascer outro retira .se puder me atender meu e-mail é branca.gata@hotmail.com fico grata

    ResponderExcluir
  4. Olá Claudete, já respondi em outro post, mas vou escrever aqui também...
    Imagino a sua aflição, pois conviver com dor não é nada fácil.
    Olha, tumores de grau I são mais benígnos e geralmente a cirurgia é curativa, não havendo necessidade de radio ou quimio. Mas somente um médico poderá dizer qual o tratamento ideal.
    Muita força pra vc e espero que melhore das dores na coluna.
    Deus lhe abençoe!
    abs

    ResponderExcluir
  5. Ola tenho um filho de 2 anos e 9 meses, que faz tratamento de ependimoma grau 2,já realizou 2 cirurgias uma para retirada do tumor que foi retirado parcialmente e outra para colocar uma válvula. Já fez 7 seções de quimio mas o resultado não esta sendo bom.A oncologista acha que a quimio não vai resolver para ele,e considera a possibilidade de uma nova cirurgia, mas mesmo se fizer não vai retirar todo o tumor e ele vai ficar todo cheio de cequelas, pois ele tem tumor na coluna e no bulbo cerebral. Não sabemos o que fazer. Ajudenos.

    ResponderExcluir
  6. Imagino a aflição de vocês...
    Não sei em que estado estão, mas aqui em São Paulo há alguns centros especializados em oncologia pediátrica e com certeza estão por dentro do que é mais moderno.
    Já ouviram uma segunda opinião?
    abs

    ResponderExcluir
  7. ola meu nome e fabio e eu tenho minha esposa que teve esse tipo de tumor e ficou sem caminhar isso e normal e mais o tumor dela voltou isso tambem e normal

    ResponderExcluir
  8. sandra
    Eu tenho tumor de cauda equina estou com medo de fazer cirurgia, vos faze-la com um dos melhores médicos do mundo, mas infelizmente ele não é Deus . Não sei estou totalmente confusa.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força, Sandra.
      Que Deus conduza as mãos desse médico e tudo saia como o esperado.
      abs

      Excluir
  9. olha meu nome e lyeda.meu filho tem 13 ano a
    e a quase 1 ano reclama de dores nas penas e na costa fez exame de ressonancia,peguei agora dia 30 o resultado,levei hj no medico,ele me indicou outro medico e disse q pode ser tbm uma glandula enflamada,porem no laudo no exame diz assim...considerar a possibilidade de paragangliona e ependimona mixopapilar e mais remotamente e hemangioblastoma do filo terminal...por favor me explique bem ao certo q vc acha.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, faz 3 meses que escreveu este comentário e espero que o diagnóstico tenha sido esclarecido...
      Espero que esteja tudo bem!
      Nos atualize com notícias assim que possível.
      abs

      Excluir
    2. ola sou a Lyeda meu filho operou dia 15 09 2013 graças a Deus retirou 100% do tumor esta andando.esta fazendo fisio,so fiquei preocupada pq o resultado da biopse deu ependimona entao o medico disse q com um tempo volta.fora isso estou muito feliz e Grata a Deus..obrigada por co
      menta minha pergunta.

      Excluir
    3. Olá Lyeda, faz tempo que vc postou as últimas notícias. Fiquei feliz ao saber que seu filho operou e deu tudo certo na cirurgia. O ependimoma é um tumor da família dos gliomas, sendo necessário acompanhamento bem de perto.Seu filho fez radio e quimio? Assim que possível manda notícias. Que Deus abençoe muito vcs, abraços

      Excluir
    4. Ele nao fez quimioterapia nem radioterapia nao somente a cirurgia! ! Vc acha q tem possibilidade de volta??

      Excluir
    5. Nao tenho conhecimento de que é glioma?

      Excluir
  10. ola, meu nome é gilberto e sou portador de ependimoma na região do coccix ja operado 4x, ultima em 04.2013, com reaparecimento do mesmo na regiao da pelve e vesicula seminal, com metastase no pulmão. Fui ouvir uma segunda opinião no AC Camargo é o diagnóstico foi terrível. O cirurgião que me acompanha não é oncologista, mas esta tendente a usar quimio e radio na tentativa de conter essa doença. Gostaria de saber se tem conhecimento quanto aos resultados positivos deste metodos nas contenção de ependimoma. meu e-mail é gilbertogomesadv@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gilberto, pra falar a verdade é a primeira vez que vejo um relato de ependimoma nesta localização... Não sou médica, mas devido ao fato do meu filho ser portador de um tumor (cerebral), acabei conhecendo muitas pessoas que enfrentam problema parecido.
      Com relação ao ependimoma, conheço quem fez todo o tratamento de radio e quimio e hoje está curado...
      Os desafios são grandes, mas Deus nos dá a força necessária para prosseguir.
      Sucesso no seu tratamento. Que Deus te abençoe muito!

      Excluir
  11. ola meu nome e lyeda meu filho operou dia 15 08 13 fizemos a ressonancia rentente em setembro 2014 e deu uma lezao de 1,8 o q vc axa ?? pois fiquei arazada, muito triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Iyeda, quando seu filho operou, a biópsia constatou que tipo de tumor?
      Geralmente trata-se do mesmo tipo, mas somente um médico saberá dizer o que é.
      Que Deus acalme seu coração neste momento... Ele está no controle. Estou torcendo por vcs!
      abraço

      Excluir