domingo, 1 de novembro de 2009

Ependimoma Mixopapilar

É uma variante de ependimoma, praticamente restrita à região da cauda eqüina. Origina-se do cone medular ou do filo terminal. Contudo, ependimomas desta região podem também apresentar o aspecto habitual de ependimomas de outras localizações. A feição histológica característica do ependimoma mixopapilar é a alteração mucinosa presente no estroma colágeno das formações papilíferas e pela secreção de mucina pelas próprias células tumorais. Contudo, nem todos os tumores papilíferos da cauda eqüina apresentam a alteração mucinosa. O caráter do estroma dos ependimomas mixopapilares está relacionado à estrutura do filo terminal. A predominância de tecido fibroso é responsável pelo fato de que tumores originados no filo têm abundante estroma conjuntivo, que está ausente em outros tipos de ependimoma.
Ocorre quase exclusivamente na região do cone medular. De 298 casos de ependimoma em um estudo, 13% eram mixopapilares. A idade média dos pacientes foi 36 anos. Em outro estudo de 271 tumores do filo terminal, 83% eram ependimomas mixopapilares. São de crescimento lento e considerados OMS grau I. Relata-se sobrevida média de 19 e 14 anos, respectivamente após remoção total ou parcial.
O tumor origina-se do filo terminal ou do cone medular, envolve a cauda eqüina, mas só raramente invade raízes ou erode o sacro. Geralmente é alongado, bem delimitado, consistência mole e aspecto gelatinoso ao corte.
Ultraestruturalmente, assemelham-se aos outros ependimomas, mas têm feições normalmente associadas ao plexo coróide: poucos cílios, interdigitações celulares complexas, abundante material do tipo membrana basal e fibras colágenas. Estas duas refletem a arquitetura normal do filo terminal, em que células ependimárias descansam sobre tecido conjuntivo derivado da leptomeninge, e não do neurópilo do SNC.

Fonte: http://www.fcm.unicamp.br/deptos/anatomia/nptependimomamixo3.html#texto

51 comentários:

  1. Olá meu nome é Henrique Brito De Jesus 26 anos , tive um ependimona mixopapilar na regiâo da cauda equina ! com diagnóstico precose tive sorte , foi retirado parcialmente 90% e os 10% será retirado com sessões de radioterápia , ja estou no final do tratamento me encontro em pós operatório porém muito melhor de sáude !

    ResponderExcluir
  2. Olá Henrique, que bom que está correndo tudo bem no seu tratamento!
    Fica com Deus!
    Manda sempre notícias pra nós...

    ResponderExcluir
  3. oi meu nome é claudete defatima retirei un tumor na calda equina consitente comonome de ependimoma mixopapilifero de grau 1 meu medico disse que a retirada foi quase total ficou bem pouco não fiz quimio nem radio tenho medo pois sinto muita dor no local queria saber mais sobre esse tipo de tumor pois não entendo nada e os medico tambem não falão só dizem que se nascer outro retira .se puder me atender meu e-mail é branca.gata@hotmail.com fico grata

    ResponderExcluir
  4. Olá Claudete, já respondi em outro post, mas vou escrever aqui também...
    Imagino a sua aflição, pois conviver com dor não é nada fácil.
    Olha, tumores de grau I são mais benígnos e geralmente a cirurgia é curativa, não havendo necessidade de radio ou quimio. Mas somente um médico poderá dizer qual o tratamento ideal.
    Muita força pra vc e espero que melhore das dores na coluna.
    Deus lhe abençoe!
    abs

    ResponderExcluir
  5. Ola tenho um filho de 2 anos e 9 meses, que faz tratamento de ependimoma grau 2,já realizou 2 cirurgias uma para retirada do tumor que foi retirado parcialmente e outra para colocar uma válvula. Já fez 7 seções de quimio mas o resultado não esta sendo bom.A oncologista acha que a quimio não vai resolver para ele,e considera a possibilidade de uma nova cirurgia, mas mesmo se fizer não vai retirar todo o tumor e ele vai ficar todo cheio de cequelas, pois ele tem tumor na coluna e no bulbo cerebral. Não sabemos o que fazer. Ajudenos.

    ResponderExcluir
  6. Imagino a aflição de vocês...
    Não sei em que estado estão, mas aqui em São Paulo há alguns centros especializados em oncologia pediátrica e com certeza estão por dentro do que é mais moderno.
    Já ouviram uma segunda opinião?
    abs

    ResponderExcluir
  7. ola meu nome e fabio e eu tenho minha esposa que teve esse tipo de tumor e ficou sem caminhar isso e normal e mais o tumor dela voltou isso tambem e normal

    ResponderExcluir
  8. sandra
    Eu tenho tumor de cauda equina estou com medo de fazer cirurgia, vos faze-la com um dos melhores médicos do mundo, mas infelizmente ele não é Deus . Não sei estou totalmente confusa.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força, Sandra.
      Que Deus conduza as mãos desse médico e tudo saia como o esperado.
      abs

      Excluir
    2. Oi Sandra, gostaria de saber as suas notícias!

      Excluir
  9. olha meu nome e lyeda.meu filho tem 13 ano a
    e a quase 1 ano reclama de dores nas penas e na costa fez exame de ressonancia,peguei agora dia 30 o resultado,levei hj no medico,ele me indicou outro medico e disse q pode ser tbm uma glandula enflamada,porem no laudo no exame diz assim...considerar a possibilidade de paragangliona e ependimona mixopapilar e mais remotamente e hemangioblastoma do filo terminal...por favor me explique bem ao certo q vc acha.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, faz 3 meses que escreveu este comentário e espero que o diagnóstico tenha sido esclarecido...
      Espero que esteja tudo bem!
      Nos atualize com notícias assim que possível.
      abs

      Excluir
    2. ola sou a Lyeda meu filho operou dia 15 09 2013 graças a Deus retirou 100% do tumor esta andando.esta fazendo fisio,so fiquei preocupada pq o resultado da biopse deu ependimona entao o medico disse q com um tempo volta.fora isso estou muito feliz e Grata a Deus..obrigada por co
      menta minha pergunta.

      Excluir
    3. Olá Lyeda, faz tempo que vc postou as últimas notícias. Fiquei feliz ao saber que seu filho operou e deu tudo certo na cirurgia. O ependimoma é um tumor da família dos gliomas, sendo necessário acompanhamento bem de perto.Seu filho fez radio e quimio? Assim que possível manda notícias. Que Deus abençoe muito vcs, abraços

      Excluir
    4. Ele nao fez quimioterapia nem radioterapia nao somente a cirurgia! ! Vc acha q tem possibilidade de volta??

      Excluir
    5. Nao tenho conhecimento de que é glioma?

      Excluir
  10. ola, meu nome é gilberto e sou portador de ependimoma na região do coccix ja operado 4x, ultima em 04.2013, com reaparecimento do mesmo na regiao da pelve e vesicula seminal, com metastase no pulmão. Fui ouvir uma segunda opinião no AC Camargo é o diagnóstico foi terrível. O cirurgião que me acompanha não é oncologista, mas esta tendente a usar quimio e radio na tentativa de conter essa doença. Gostaria de saber se tem conhecimento quanto aos resultados positivos deste metodos nas contenção de ependimoma. meu e-mail é gilbertogomesadv@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gilberto, pra falar a verdade é a primeira vez que vejo um relato de ependimoma nesta localização... Não sou médica, mas devido ao fato do meu filho ser portador de um tumor (cerebral), acabei conhecendo muitas pessoas que enfrentam problema parecido.
      Com relação ao ependimoma, conheço quem fez todo o tratamento de radio e quimio e hoje está curado...
      Os desafios são grandes, mas Deus nos dá a força necessária para prosseguir.
      Sucesso no seu tratamento. Que Deus te abençoe muito!

      Excluir
  11. ola meu nome e lyeda meu filho operou dia 15 08 13 fizemos a ressonancia rentente em setembro 2014 e deu uma lezao de 1,8 o q vc axa ?? pois fiquei arazada, muito triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Iyeda, quando seu filho operou, a biópsia constatou que tipo de tumor?
      Geralmente trata-se do mesmo tipo, mas somente um médico saberá dizer o que é.
      Que Deus acalme seu coração neste momento... Ele está no controle. Estou torcendo por vcs!
      abraço

      Excluir
  12. Olá o tumor voltou mesmo o médico disse q da pra fazer uma rádio cirurgia porém não tem aqui em Manaus so em SP
    Provalmente iremos iremos estou só esperando uma resposta do médico !

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, meu nome é Erika tenho 23 anos, há mais de 2 anos sofria com dores muito forte na coluna e que irradiava para a perna direita, em janeiro consultei com ortopedista q me pediu um raio x e ele me disse q eu tinha hérnia de disco, e q eu teria q fazer academia e exercícios físicos imediatamente, com tinha somente 20 dias q eu tinha feito uma cirurgia de apendicite e não poderia fazer esforço físico algum, então ele me pediu pra fazer uma ressonância e que deu resultado de ependimoma mixopapilar, como sou secretária de um médico gastro, eu mostrei meu exame pra ele, e ele me disse q meu caso era pra um neuro cirurgião e oncologista, já logo consultei com um médico q tinha as duas especialidades e o melhor da minha região (MT), ele me indicou tto cirúrgico e como ele iria já entrar em férias e queria fazer minha cirurgia em um hospital universitário pq ele tbm é professor, ele me passou corticóide em q tomei 1 mês e inchei 20 kg e ainda sentia dores horrivéis, onde meus rins paralisaram e uma semana antes da cirurgia fiquei internada e tomando morfina na veia de 4/4 hrs pra passar a dor, eram crises horríveis, assim fui pra capital um dia antes da data da cirurgia, onde chamei a enfermeira as 0500 hr da manhã do dia 12/06/15 e pedi p ela me dar tramau na veia p eu poder me levantar e tomar banho pois não conseguia ne me virar na cama sem sentir muita dor, assim as 0600hr já estava pronta pra encarar meu destino e claro estava muito tranquila e confiante, pois deixei td nas mão de Deus e confiava nEle, minha cirurgia começou as 0700 hr e terminou as 13:30hr pois o tumor era bem grande, o corte nas costas mede cerca de 20 cm, nessa cirurgia eu corria 100% de risco de perder o movimento da perna D, e na cirurgia tive um parada cardio respiratória, e fui para UTI onde fiquei internada 5 dias, depois fui p quarto e no dia seguinte de manhã recebi alta, e como eu profetizava q iria sair dessa eu saí, andando com minha duas pernas do hospital, pra Glória de Deus, dois meses depois eu fiz uma nova ressonância e deu pequenos fragmentos do tumor e como o médico já tinha me adiantado só conseguiram tirar 90% do tumor, e que o mesmo pode voltar, por isso durante 10 anos vou ter q fazer uma ressonância por ano pra manter controle e tratar logo no início. Enfim esse é um pequeno resumo da minha corrida contra esse mal, o que mais quero saber se podem me ajudar, pq não encontrei em lugar nenhum, é se quem fez essa cirurgia, e recentemente pode engravidar, por há uns 15 dias descobri q estou gestante de 3 meses e meio agora 4 meses, e sinto muita dor nas costas onde sentia antes quando tinha o tumor, creio q é mais um milagre de Deus pois eu e meu esposo estávamos cuidando certinho e por isso descobri tão tarde a gravidez, mais será q posso engravidar tão recente, pois só tem 5 meses de po cirúrgico??? Sei q aqui ninguém é médico somos pessoas normais e que compartilhamos experiências mais quem puder me ajudar agradeço, um abraço a todos e que Deus os abençoe sempre!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Erika meu filho também também foi operado do ependimoma, no caso dele teve recidivas. Gostaria de saber as suas notícias. Se preferir meu e-mail é maralber22@gmail.com
      Gostaria de sugerir para assistir no YouTube o vídeo do Sr Carlos Eduardo Faraco com o título O QUE APRENDI COM O CÂNCER. Temos corrido atrás de todos os tipos de terapias complementares ao tratamento médico, mas achei esse vídeo o mais completo e feito pelo autor com muita responsabilidade. Acho importante que todos deste grupo vejam! Abraço

      Excluir
  15. Querida Erica tive o mesmo tipo de tumor ependimoma por três vezes consecutivas duas cirurgias aconteceram no mesmo ano semestral após oito anos recidiva novamente fiz novamente outra cirurgia pôrem não foi possível remover todos focos então o médico indicou 30seções de radioterapia, infeslimente to perdendo força muscular de membros inferiores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá gostaria de saber suas notícias. Se preferir meu e-mail émaralber22@gmail.com

      Excluir
  16. Sou neurofisiologista e acabei de participar de uma cirurgia de retirada de um ependimoma mixopapilar... Essa é uma cirurgia delicada, o tumor está entremeado as raízes lombares... Sempre solicite ao seu médico cirurgião um neurofisiologista que faça a monitorização neurofisiologica intraoperatotia das suas raízes... As chances de sequelas reduzem comprovadamente... O paciente de hoje acordou 100% com retirada quase completa do tumor...Boa sorte !

    ResponderExcluir
  17. Olá, meu nome é Pâmela e tenho 21 anos. A minha história é um pouco parecida com a da Erika. Comecei a sentir dores muito fortes na coluna, procurei um ortopedista e realizei diversos exames. Nos primeiros meses realizei o tratamento para o nervo ciático, o médico acreditada que era a causa da dor. Após alguns meses, perdi a força da perna direita, já não conseguia movimentar meu direito e sentia grande dificuldade para andar. Foi onde começou o desespero... Realizei uma ressonância magnética, onde o médico diagnosticou um tumor. Foi desesperador, cirurgia com urgência, as sequelas que poderiam resultar... mas graças a Deus e a toda equipe médica ocorreu tudo bem. Retiraram 100% do tumor e após algumas semanas da cirurgia recebi o laudo - ependimoma mixopapilar Grau I. Não precisei de radio ou quimioterapia e a força da perna direita está voltando. Foram praticamente 4 meses de recuperação, 22 pontos e muita dor. Hoje, estou ótima! É claro que sinto dores para realizar algumas atividades, mas nem comparada a dor que eu sentia. Se alguém estiver passando por isso e tiver alguma dúvida, estou à disposição. Gostaria de compartilhar essa experiência, pois quando recebi o diagnóstico, não encontrei ninguém com o mesmo problema que pudesse conversar comigo. Para esta jornada tão difícil, desejo muita coragem e principalmente que não nos falte fé em Deus!!! (meu e-mail é pamelakohls@gmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pâmela, obrigada por compartilhar sua experiência conosco, pois com certeza irá ajudar quem passa pelo mesmo problema. Parabéns pela sua recuperação, que Deus continue te abençoando grandemente! abs

      Excluir
    2. Oi estou passando pelo mesmo problema parece que li minha história me cháma no Wats 037999749646

      Excluir
  18. ola boa noite, tenho 29 anos e desde 15 anos sinto dores na coluna que irradiava para perna direita,a 6 meses atras fui diagnosticado com dois ependinoma mixopalar um com 5cm e outro com 8cm na calda equina para lombar, passei por duas cirurgia com intervalo de 13 dias de uma para outra, tem quatro meses que operei, refis a ressonância de acompanhamento a duas e foi contatado presença de parte do tumor 2 cm, estou me recuperando bem, fiquei com problemas intestinais como constipação e incontinência urinaria, faço acompanhamento e fisioterapia para fortalecimento da musculatura pélvica que vem apresentando bons resultados, os tumores eram de grau 1 benigno, hj estou bem vou fica fazendo acompanhamento por ressonância a cada 6 meses por três anos verificando a evolução do restante do tumor. um grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  19. ola boa noite, tenho 29 anos e desde 15 anos sinto dores na coluna que irradiava para perna direita,a 6 meses atras fui diagnosticado com dois ependinoma mixopalar um com 5cm e outro com 8cm na calda equina para lombar, passei por duas cirurgia com intervalo de 13 dias de uma para outra, tem quatro meses que operei, refis a ressonância de acompanhamento a duas e foi contatado presença de parte do tumor 2 cm, estou me recuperando bem, fiquei com problemas intestinais como constipação e incontinência urinaria, faço acompanhamento e fisioterapia para fortalecimento da musculatura pélvica que vem apresentando bons resultados, os tumores eram de grau 1 benigno, hj estou bem vou fica fazendo acompanhamento por ressonância a cada 6 meses por três anos verificando a evolução do restante do tumor. um grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valecio, minha sugestão como mãe de um paciente, é que mesmo depois de três anos, você continue monitorando. Dê a máxima atenção! Considere mudar a sua alimentação cortando o açúcar e tomando outras providências. Continue com a fisio. Assista ao vídeo “O que aprendi com o Câncer” tem dicas muito importantes lá!

      Excluir
  20. Bom dia!

    Fui diagnosticado com ependimoma mixopapilar, 5 cm, na cauda equina.

    Consegui realizar a cirurgia na Rede Sarah, em Brasília. Recomendo que se inscrevam no site, caso passem pelo mesmo problema. Fui chamado para realizar o tratamento lá menos de um mês após me inscrever, fiz todo o tratamento gratuitamente. A cirurgia foi um sucesso, 100% do tumor retirado. Em 2 meses retomei a vida normal, sem sequelas, e com mais um mês vou poder voltar até a jogar futebol. Se quiserem mais detalhes, fiquem à vontade para falar diretamente comigo: santiago.flu@gmail.com

    ResponderExcluir
  21. Boa tarde a todos, meu nome é Agatha tenho 28 anos, há um mês fui diagnosticada com ependidoma mixopapilar fiquei bem assustada pois ele está com 11,7 cm enorme... Sentia dores terriveis no coquis que irradia para perna direita, chegando a travar direto minha perna isso tudo há sete longos anos e o ortopedista a qual fazia acompanhamento achava que eu não tinha nada, dizia que eu era cedentaria é apenas necessitava de exercícios físicos, porém minhas dores são terríveis e resolvi escuta a opinião de outro médico, que por sinal não se conformou com toda essa situação, me recomendou novos exames onde fui diagnosticada com esse tumor, assustada com o laudo da minha resonancia resolvi passar em uma médica até chegar o dia do meu retorno ao ortopedista onde ela conversou comigo e me explicou alguns detalhes sobre a cirurgia. Agora estou no aguardo do meu retorno, em breve compartilho com todos oque irá acontecer. Grande abraço a todos e melhoras tbm. Se alguém puder me dar mais informações sobre esse tipo de tumor ficaria muito agradecida agathamota95@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, só corrigindo diagnosticada com ependimoma mixopapilar

      Excluir
  22. Boa tarde! Em novembro de 2016 minha filha que na época tinha 7 anos foi diagnosticada com um tumor ependimoma grau II na cauda equina. Menos de um mês após a descoberta, foi operada, e foi retirado todo o tumor. Em outubro desde ano(2017) teve uma recidiva com outros focos no mesmo local. Novamente ela foi submetida a uma nova cirurgia, mas não foi possível a retirada total. Na primeira cirurgia ela sai bem e sem nenhum sequela. Na segunda cirurgia ficou com sequela nas pernas e no sistema urinário e fecal, ela sente vontade de urinar mas não sai. Agora estamos fazendo acompanhamento no hospital referência em oncologia (INCA), os médicos ainda não sabem qual tratamento irão realizar, estão vendo a possibilidade de uma terceira cirurgia,ou tratar com rádio. Gostaria de saber se alguém teve sucesso com rádio nesse localização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natalia, conversando com um médico oncologista e explicando como foi a história do meu filho, ele disse que o mais comum é cirurgia na primeira, segunda e terceira vezes para só depois partir pra radioterapia. Radioterapia trouxe ao meu filho problemas depois de 3 anos, já a Radiocirurgia que é algo mais pontual e não tão abrangente como a rádio, foi melhor!
      Você está num hospital especializado e isso ajuda muito! Mas mesmo assim, sugiro que asssita ao vídeo do Sr Carlos Eduardo Faraco com o título O QUE APRENDI COM O CÂNCER no YouTube. Temos corrido atrás de todos os tipos de terapias complementares ao tratamento médico, mas achei esse vídeo o mais completo e feito pelo autor com muita responsabilidade. Acho importante que todos deste grupo assistam!
      Se preferir fique à vontade pra me contatar pelo e-mail maralber22@gmail.com

      Excluir
    2. Complementando: a fisioterapia urológica ajuda muito na recuperação das funções urinária e intestinal. Procure uma Fisioterapia especializada nesse tipo de fisio. Faça isso que vai ajudar a sua filhinha! Mande notícias!

      Excluir
    3. Olá Natalia, quando puder, mande notícias de sua filhinha. Maralber22@gmail.com

      Excluir
    4. Olá Marlúcia! Bem, algumas semanas depois do meu POST, minha filha voltou a urinar sozinha e evacuar melhor,o sistema urinário está normal e as vezes tem constipação, mas aí dou laxante, mas nada tão grave. Depois do meu comentário em janeiro, os medmédi decidiram fazer a radioterapia, e ela foi submetida a 25 sessões por todo sistema nervoso. Em maio fizemos uma nova ressonância, e onde eles operam o tumor não cresceu, mas os focos que eles não mexeram teve um aumento e apareceu mais um. Mesmo com o aparecimento de outro, os médicos decidiram que não vão operar ela agora, a cirurgia so vai acontecer se o tumor voltar a causar dor e se voltar a atrapalhar o andar dela. Como ela voltou a andar e o sistema do xixi e do côco voltou ao normal, eles não querem correr o risco de mexer e piorar a situação dela, pois seria uma cirurgia muito mais extensa do que as outras. Por um lado estou um pouco mais tranquila, pois não queria que operassem ela agora,pois ela saiu da última cirurgia muito mal e ainda está sofrendo sequelas da radioterapia.

      Excluir
  23. Oi meu nome é julia ontem fui diagnosticada com ependimoma mixopapilar meu médico disse q a única opção de tratamento agora é cirurgia para retirada tenho 2 filhas pequenas uma de 3 anos e outra de 5 meses gostaria de saber de quem já realizou esse procedimento como é o pós operatório?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Julia, complementando, gostaria de te aconselhar a procurar um hospital especializado em câncer mesmo sabendo que o tumor é benigno. Faça acompanhamentos semestrais.

      Excluir
    2. Oi Júlia tbm estou com esse tumor e e tbm tenho uma filha de 5 meses e uma 7 vou ter que operar me chama no Wats 037999749646

      Excluir
    3. Melhor chama neste ZAP 037996709180

      Excluir
  24. Oi Julia, a minha experiência é com o meu filho. Realmente a opção é cirúrgica. A recuperação é rápida. Gostaria de saber se você é de São Paulo. Se desejar se contatar me contatar segue meu e-mail maralber22@gmail.com

    ResponderExcluir
  25. Olá boa tarde. Meu nome é Fernando tenho 29 anos e moro em São Paulo. Em 2015 fui diagnosticado com um ependimoma mixopapilar na região de cauda equina, realizei a cirurgia e foi um sucesso. Porém este ano fiz ressonância e parece que a lesão voltou. Em breve posto notícias. Segue meu email e fone, para trocar experiências. nando.habilidade@gmail.com. Fone 964637679 tim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernando gostaria de te aconselhar a conduzir o seu tratamento num hospital especializado como o ICESP ou A C Camargo, pois o fato do tumor ser benigno às vezes nos deixa mais confortáveis, mas a atenção deve ser a máxima possível.

      Excluir
  26. Oi me chama no whatsapp tenho o mesmo problema meu nome e Luciana 037 996709180

    ResponderExcluir
  27. Olá meu nome é Luciana Lopes tenho 29anos No ano de 2017 engravidei da minha segunda filha , tudo ia bem até chegar a 30 semanas de gestação quando comecei sentir fortes dores lombares que descia pelas nádegas e coxas, eram dores horríveis que não deixava eu dormi deitada eu dormia sentada no sofá, usado quando conseguia dormi, n podia tomar medicamentos por causa da gravidez, eu achava que era nervo ciático, os médicos me diziam que era dores normais da gravidez e n me davam medicamentos, eu tava ansiosa pra minha filha nascer logo para passar aquele sofrimento e logico ter ela nos meus braços, era dores delirantes que só eu e Deus sabe o que passei! Bom depois de muito sofrimento minha filha nasceu com 39 semanas, no parto n senti essas dores, somente a do parto,mas eu n conseguia andar direito tinha que escorar em alguém, sair do hospital na cadeira de rodas porq n tinha forças pra andar até a saída do hospital, fui pra casa e ainda n conseguia dormi bem andar direito, não tinha forças pra subir um degrau de parta, meio fio etc, andava com dificuldade! Com 8 dias após o parto fui em um ortopedista que pediu raio-x custei fazer esse exame pois n conseguia deitar, ele me falou que n era nada de grave, isso tudo foi final de dezembro do ano passado, falou pra mim que era comprensao do nervo ciático devido a gravidez e me passou medicamentos antiinflamatórios, mas ainda continue com dores, decidir procurar o Pilates depois de muitas indicacoes! Minha professora de Pilates é médica e contei tudo pra ela e ela ficou desconfiada da minha fraqueza nas pernas porque se eu sentasse eu e agachasse no chão n tinha forças nas pernas pra levantar! Ela falou que só ia me dá as aulas de Pilates se eu fizesse uma ressonância magnética, me indicou um medico ortopedista e eu fui lá, ele fez o pedido de ressonância é eu fui fazer!
    Até ai já estava melhor das dores com medicação desse ortopedista, mas sem analgésicos ainda dois mas já conseguia dormi deitada gracas a Deus! Quando peguei o resultado ressonância fui pesquisar na internet o que era, ependimoma e assustei com a possibilidade de ser câncer, voltei no medimé com a ressonância ele todo sorridente conversando comigo, porém quando ele bateu o olho na ressonância a face dele mudou, ficou muito abalado e me falou que era câncer! Como eu já tinha pesquisado n foi nenhuma surpresa pra mim, eu e meu esposo agimos normal! Ele mandou eu procurar o hospital do câncer em Divinópolis ou um neiroxneurocir porque ele n poderia fazer mais nada por mim, meu tumor tem mais de 7 cm! Fui pro hospital do câncer e o neurocirurgião me disse que era benigno porém tinha que operar, eu perguntei o que acontecia se eu n operasse, ele me falou que o meu tumor tá pertinho da medula se ele crescer eu perco movimento das pernas e até dos braços! Fui em outro neurocirurgião por indicação, ele me falou a mesma coisa e é que operar era a melhor saída é que tinha sim risco de sequelas! Decidi opetar com ele, ele me deu a guia da cirurgia pelo SUS com pedido de cirurgia imediata, entreguei o pedido da cirurgia na secretaria de saúde e fiquei aguardando sair! Nesse período todo eu com muito medo da cirurgia, mas confiando em Deus! Saiu rapidr minha cirurgia, secretaria de Saúde me ligou falando davliberada ! Saiu acho que foi final de abril, fui liguei no meu médico pra vê que dia ele ia me operar e para minha surpresa a secretária dele me falou que ele tinha sofrido um acidente e fraturado o quadril e que era pra mim aguardo ele retornar a trabalhar! Agora em junho ele está pra voltar a trabalhar e qr me operar nem que seja na cadeira de rodas porque ele ainda n pode andar! Na verdade estou com medo dessa cirurgia porque minha filha tá com 5 meses e depende de mim, mas tbm meu maior medo e sequelas! Quero conversar com pessoas que passam pelo mesmo problema ou já passaram, quero ouvir suas experiências, se alguém quiser me procurar pra conversar vou deixar meus contatos aqui
    Moro em nova serrana MG
    Meu Wats é 037996709180

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola luciana, sou o Fernando nonvou adc seu whats. No decorrer dos dias vamos conversar ok.

      Excluir

Pesquisar este blog