Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 1 de novembro de 2009

Astrocitoma Difuso

A grande maioria dos tumores primários do sistema nervoso central originam-se em células da glia e são genericamente conhecidos como gliomas. Predominam os constituídos por astrócitos, chamados astrocitomas, seguindo-se os tumores de oligodendrócitos ou oligodendrogliomas e os de células ependimárias, ou ependimomas.
Os astrocitomas dividem-se em dois grupos básicos : os astrocitomas difusos e os astrocitomas pilocíticos. Outros tumores mais raros, como o xantoastrociotma pleomórfico e o astrocitoma subependimário de células gigantes da esclerose tuberosa também estão no grupo.
Astrocitomas difusos são tumores comuns derivados de astrócitos e predominam na idade adulta. Podem afetar qualquer área do sistema nervoso, mas a grande maioria situa-se na substância branca dos hemisférios cerebrais, com variável envolvimento do córtex. Outras localizações são os tálamos, o tronco cerebral (aqui com predomínio em crianças) e a medula espinal. A notável exceção é o cerebelo, onde astrocitomas difusos são raríssimos, praticamente restritos a casos de neurofibromatose do tipo 1.
Como o nome indica, astrocitomas difusos são tumores mal delimitados, de bordas imprecisas, em que as células neoplásicas infiltram os elementos nervosos pré-existentes, inclusive neurônios, neurópilo e feixes axonais da substância branca. A falta de limites nítidos é aparente já nos exames de imagem, e confirma-se na macroscopia. Mesmo ao exame histopatológico, é geralmente muito difícil, se não impossível, definir onde realmente o tumor termina, porque as células tumorais permeiam e se misturam às células normais. Além disso, células normais e tumorais podem ser morfologicamente muito semelhantes nos tumores de baixo grau.
A má delimitação e caráter infiltrativo dos astrocitomas difusos dificulta ablações curativas, exceto nos raros tumores pequenos em localizações não eloqüentes. A tendência destas lesões é, portanto, recidivar, em um intervalo de tempo influenciado pela quantidade de tecido residual e pela malignidade do tumor.
O mau prognóstico dos astrocitomas difusos é devido ao caráter infiltrativo, que impede remoção completa. O corpo caloso é uma importante via de disseminação. A base biológica da infiltração envolve interações intercelulares, adesão à matriz extracelular, degradação proteolítica desta e motilidade das células neoplásicas.
Quase sempre o tumor é único, mas há casos que parecem mostrar tumores em focos separados, aparentemente independentes. Isto se deve à infiltração das células tumorais à distância pelos feixes axonais de projeção, como o corpo caloso, fórnix e vias de associação interlobar (fronto-temporal, fronto-occipital). Células que se propagaram longe do tumor de origem podem sofrer novas mutações e desenvolver clones mais agressivos, que sobrepujam os já existentes e crescem mais rápido, aparecendo como novos tumores.
A progressão a graus mais altos de malignidade é uma propriedade intrínseca dos astrocitomas difusos, mas imprevisível pela clínica ou histopatologia. Alguns astrocitomas passam muitos anos sem alteração no padrão histológico, outros sofrem progressão à anaplasia em 1-2 anos. A anaplasia pode ser difusa ou ocorrer em áreas circunscritas, que representariam clones de células que sofreram novas mutações genéticas. As áreas mais anaplásicas é que devem ser usadas para definir-se o grau. Seu prognóstico a longo prazo é sombrio.
A classificação dos astrocitomas difusos tem grande importância prática porque guarda relação com o prognóstico. O sistema em uso é o preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo este sistema, todos os astrocitomas difusos são considerados no mínimo de grau histológico II. Os graus são atribuidos segundo a presença dos seguintes critérios: atipias nucleares, mitoses, proliferação vascular e necrose.

Fonte: http://www.fcm.unicamp.br/deptos/anatomia/textoastrodifuso.html

162 comentários:

  1. tenho um astrocitoma grau II fronto parietal a direita,isto me causa crises convulsiva,fiz uma cirurgia em 2002 mas o tumor não pode ser retirado,pois ele estava entrelaçado com o tecido cerebral.
    desde então tomo remedio para conter as crises,e assim vou levando a minha vida.
    talvez agora depois de 8 anos terei de fazer radioterapia,sempre agradeço a nossa senhora por estar bem.
    um abraço a todos.
    meu nome é celso e tenho 47 anos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Celso sou Júnior, como faço pra obter seu contato??? o meu email é: mfsjjunior@yahoo.com.br

      pode passar o seu???
      o meu irmão sofre da mesma doença.

      Excluir
  2. Olá Celso, muito grata pelo seu depoimento!
    É muito bom quando vemos histórias de sucesso, pois nos encoraja. Cada tumor é biologicamente diferente um do outro e cada caso é um caso. Não podemos generalizar e se basear pelas estatísticas, pois infelizmente não são das mais favoráveis neste tipo de tumor. Mantenho contato com uma garota que foi diagnosticada com astrocitoma grau II em 1992. Foi submetida a 2 cirurgias (1992 e 1998) e hoje encontra-se e com a situação sob controle, 18 anos depois.
    Que Deus continue te abençoando!
    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lidionete por favor meu marido foi diagnosticado com Astrocitoma grau 2 e fez a cirurgia (ressecção quase que total) e fará radio e quimio oral agora. Gostaria MUITO de me comunicar com vocÇe, pois estou acabada, triste, precisando reunir forças para lutar junto com ele APESAR DE QUE SINTO FORTEMENTE DENTRO DE MIM QUE DEUS IRÁ CURÁ-LO -SIM CURÁ-LO!!! Meu e-mail é: priu85@gmail.com
      Entra emk contato comigo, por favor?

      Excluir
    2. Olá Lidionete...Meu nome é Amelia.
      Em 93 fui operada do mesmo tumor,estava a medade dentro do cerebelo(na nuca).Foi uma
      cirugia feita num Hospital em Petrópolis-Rj,com o DR.RODOLFO MARTELO.Ótimo cirugião.
      Hoje estou muito bem. Depois da cururgia tive
      que reaprender a andar com direção,perdir um
      pouco da cortenação motora,pois foi um pedaço do cerebelo que perdir.
      Confia no Nosso Deus todo poderosso.Se quiser saber sobre o neuro cirugião Dr.Rodolfo Martelo é só pesquisar no google.Um abraço.Tenha FÉ!!!!!

      do cerebelo que

      Excluir
    3. Só agora vi estes dois comentários, da Pri e da Amélia...
      Mantenho contato com Priscila, por e-mail e com a graça de Deus seu esposo está super bem!
      Quanto à Amélia, que depoimento impressionante!É o caso mais antigo de astrocitoma difuso que já ouvi falar...Depoimentos como esse renovam as nossas forças!
      Que Deus continue abençoando grandemente a cada um de nós!

      Excluir
  3. Olá, minha mãe tem um astrocitoma difuso de grau II e está fazendo radioterapia, mas acho q o resultado até o momento está muito lento. Ela tem dificuldade de locomoção, visão e audição. Gostaria de saber de quem teve e fez a radio quanto tempo durou para começar a diminuir todos esses sintomas. Meu nome é Dércio.

    ResponderExcluir
  4. Olá Dércio, eu não saberia responder sua pergunta, pois meu filho nunca fez radioterapia...
    Espero que sua mãe tenha melhorado!
    abs

    ResponderExcluir
  5. celso li seu comentario, hoje sou uma testemunha viva de Deus, operei de um astroci
    toma difuso grau 2, fiz radioterapia, quimioterapia e continuo indo ao médico de 6/6 meses, me sinto bem curada em nome de JESUS. Tomo remedio para convulsão até meus ultimos dias.Tenho 35 anos, moro no Pará, mas creia em Deus Ele é o Deus do Impossivel.

    ResponderExcluir
  6. olá! tambem passo pela mesma situação.. aos 25 anos de idade fiz uma rancionancia onde foi detectado um tumor passei por cirurgia em 2007 até então eu ñ fiz mas nada só acompanhamento..más no ano passado tive que fazer outra cirurgia!confio tanto no nosso bom Deus!!..que me dar muita força. sigo adiante com o tratamento fiz rádioterapia agora vou fazer acompanhamento de 6/6 meses..vou com fé no DEUS do impossível...siga adiante com fé!"JESUS TE AMA"!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu fui diagnosticada em janeiro,com grau II ,operei em abril com dr helder tedeschi ,fiquei ótima no msm dia,no dia seguinte ja estava tomando banho lavando a cabeça...
      eu acredito em um DEUS DO IMPOSSIVEL, e tive um dos melhores medicos do Brasil.So agradeço.torço por todos vcs!tenho 24 anos,

      Excluir
    2. A PAZ DO SENHOR JESUS !!! me chamo Marilza.pesquisando sobre esse problema deparei -me coma sua história.estamos vivendo essa situação com uma sobrinha de 36 anos de idade,vc poderia entrar em contato comigo pelo face boock

      Excluir
    3. Sou Júnior, como faço pra obter seu contato??? o meu email é: mfsjjunior@yahoo.com.br

      pode passar o seu???
      o meu irmão sofre da mesma doença.

      Excluir
  7. Olá meu nome é Renata e tenho 27 anos.luto contra un astrocitoma grau 2 já tem 2 anos,e nesse periodo de luta já passei por 8 cirurgia.48 sessoes de radio e 36 de quimio.Minha ultima cirugia foi em fevereiro de 2011,com duraçao de 06 horas.e 22 dias de U.T.I passarei pela Dra.Fernanda dia.02.08 para saber cm está.Mas cm muita fé eu ei de sair dessa...bjssss

    ResponderExcluir
  8. fico feliz com todos esses depoimentos, não tive essa bençaõ, meu filho de 7 anos de idade foi internado as pressas,apos cirurgia de hidrocefalia foi descoberto o tumor astrocitoma grau2 meu bb lutou por exatos 100 dias. meu coração sangra de tanta saudade e dor.
    visitem o blog e entendam como tudo começou. http://orlandinhoap.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Minha filha fez duas cirurgias para retirada do tumor astrocitoma difuso grau 2. Só que não foi totalmente extirpado.ficou um restinho que os médicos não tiveram acesso.Ela fez 27 sessões de radioterapia.Depois de seis meses ainda continua este resto.Nem cresceu e nem sumiu.O que será que pode acontecer mais prá frente? Peço por favor.me mande a resposta. Paulo.

    ResponderExcluir
  10. Obrigada aos que compartilharam suas experiências aqui neste espaço... É uma forma de ajudarmos quem passa por situação semelhante.
    Que Deus abençoe a todos, dando força e vitória diante dos desafios da vida!

    ResponderExcluir
  11. Orlando, sinto muito pelo seu filho. Não existe palavras neste mundo que façam diminuir a sua dor. Somente Deus, através do seu poder e amor, pode trazer conforto e paz.
    Receba meu abraço solidário!

    ResponderExcluir
  12. Paulo, meu filho é portador deste exato tipo de tumor. Mas não devemos esquecer que cada caso é diferente um do outro e não podemos generalizar. No caso do meu filho a cirurgia tbém não retirou todo o tumor, devido localização delicada (bulbo – tronco cerebral). Os neuro-oncologistas do GRAACC optaram por conduta “expectante”, ou seja, não efetuar qualquer tratamento de radio ou quimio, apenas acompanhamento com RM periódicas. Graças a Deus não houve crescimento deste “resíduo” e em FEV próximo completará 4 anos que foi operado. Mas o acompanhamento deve ser criterioso, pois existe sim o risco do tumor voltar. É muito difícil lidar com tudo isto, só por Deus mesmo. Mas temos que viver o dia de hoje, pois o amanhã pertence a Ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lidionete, estou com uma caso assim na familia,ele ficou com alguma sequela? De que tamanho era o tumor? qtos anos ele tinha?Ele tambem vai fazer o tratamento no GRAACC. Desde já agradeço, estou muito preocupada.Obrigada! Cris.

      Excluir
  13. Paulo, com relação à sua filha, o fato do "resíduo" tumoral manter-se estabilizado é um bom sinal...
    Que Deus abençoe vcs!
    abs

    ResponderExcluir
  14. Oi, minha sobrinha tem um astrocitoma grau II, mas ela está fazendo tratamento, quimioterapia. Não entendo porque os médicos optaram em fazer o tratamento já que como você mesma falou não responde a esse tipo de tratamento. Obrigada desde já. Janaína Monteiro.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  17. Olá Janaína, deve ter alguma razão pela qual os médicos optaram pela quimioterapia... Cada caso é um caso, mas a maioria dos médicos que conheço opta por conduta expectante (somente acompanhar com imagens periódicas). Somente se o tumor evoluir é que eles recomendam radio ou quimioterapia. O alvo da quimioterapia são as células cancerígenas que se multiplicam rápido... No caso do Astrocitoma grau II, as células de multiplicam lentamente e esta é uma das razões que os médicos não recomendam quimio. E tbém tem a questão da barreira hemato-encefálica (que protege nosso cérebro), que está preservada em tumores de baixo grau e impedem que a quimio atinja o objetivo.
    Que Deus abençoe sua sobrinha e que ela fique curada!

    ResponderExcluir
  18. Olá Aljucy, obrigada pelo seu relato!
    Já lhe respondi pelo e-mail...
    Muita força e que Deus abençoe você e seu esposo e que vençam juntos esta batalha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. peço que me responda, pois nao obtive resposta suas. queria seu imail e o face pelo amor de Deus. se for verdade o q vc diz, minha amiga ficara curada tambem. ela ta com o mesmo problema de seu filho. me ajude pelo amor que tens a Deus. maricei paz

      Excluir
    2. oi, boa noite.

      se vc tiver um email e quiser passar.Posso passar maiores informarções sobres os medicos certos e tudo que fiz.HOJE ESTOU CURADA.GRAÇAS A DEUS ESTOU CURADA!MAS TIVES OS MELHORES MEDICOS!EM MENOS DE UM ANO QUE DESCOBRI JA TIVE RESULTADO DE CURA!SENDO QUE MUITOS DOS 20 MEDICOS QUE PASSEI ANTES DO MEU CIRURGIÃO SÓ FALAVAM COISAS NEGATIVAS, TEMOS QUE TER FÉ EM DEUS E IR BUSCAR O MELHOR DA MEDICINA.EU QUERO AJUDAR TODAS PESSOAS QUE EU PUDER NESTE MUNDO!!!!!DEIXO MEU FACE AQUI '' LUCIMARA MELL '' E EMAIL: lucimaramell@hotmail.com

      Excluir
  19. Olá Lidionete, meu nome é Luci Ellen e descobri uma neoplasia na glândula pineal em junho desse ano. Um médico quer me operar e outro não. Não tenho sintomas. Descobri por causa de um diagnóstico de neurofibroma na pele. Soube de seu filho e da alimentação diferenciada que vc tem feito com ele. Pode mandar pra mim? Meu e-mail é luci.ellen@hotmail.com. Como vcs descobriram que era maligno? Foi só na cirurgia? Quem é o médico do seu filho?

    Obrigada

    Luci Ellen

    ResponderExcluir
  20. Minha esposa está com 37 anos e tem um astrocitoma difuso de grau II localizado no hemisfério esquerdo do cérebro na porção central, especificamente em sua maior parte no giro do cíngulo e menor parte o corpo caloso. O médico optou pela postura expectante e ela está tomando remédios anticonvulsionantes e realiza ressonância de três em três meses. Tudo está ainda muito recente e estamos bastante apreensivos com o prognóstico. Se alguém tiver informação acerca deste tipo de tumor nesta área do cérebro e das consequências de uma possível cirurgia gostaríamos muito de que estas informações fossem conosco compartilhadas. Obrigado.

    ResponderExcluir
  21. Olá Luci Ellen, se a lesão estiver assintomática e a localização é delicada, com riscos de seqüelas graves, muitas vezes os médicos preferem acompanhar por imagens e somente “intervir” se houver evolução.
    Você menciona sobre neurofibroma... Você é portadora de neurofibromatose? Meu filho está em investigação com uma médica geneticista, pois ele tem algumas características, como manchas café com leite e efélide em uma das axilas...
    Sobre o tipo do tumor, a certeza do tipo exato só é obtida através da biópsia, conseguida através da cirurgia... Foi o que meu filho fez.
    Fazemos acompanhamento no GRAACC, que é o IOP (Instituto de Oncologia Pediátrica), ligado à UNIFESP.
    Quanto à alimentação, vou encaminhar para o seu e-mail.
    Fica com Deus!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Wilson
    Qualquer parte do cérebro é fundamental, mas algumas delas são mais fundamentais ainda e até onde eu sei, o hemisfério esquerdo controla funções mais “delicadas” que o hemisfério direito. Acho que foi por isto que adotaram conduta expectante, pois é uma forma de “adiar” possíveis seqüelas graves. Dentre as funções controladas pelo hemisfério esquerdo, inclui a fala, escrita, compreensão, etc.
    Fiquem com Deus!
    abs

    ResponderExcluir
  23. ola minha mulher fez uma cirurgia de astrocitoma ficou com sequelas graves perdeu os movimentos do lado direito sequelas neurologicas e perdeu a voz ja passou por 30 sessoes de rdio ela tem 31 anos e tmos dois filhos eo inss ta negando o beneficio a ela alguem ja passou por algum assim des de ja agradeço obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, imagino a barra que vocês estão passando... No caso do meu filho também houve seqüelas pós- cirúrgicas, só que com o tempo foi melhorando e hoje são quase imperceptíveis. Mas cada caso é diferente, pois depende da localização do tumor, idade, etc. Quanto ao INSS, é uma vergonha negar o benefício para uma pessoa nas condições que vc descreveu... Faço votos que a situação se resolva logo! abs

      Excluir
    2. Eu descobri um astrocitoma de Grau 2 na insula, fui operAda dia 07/11/2009 e nāo foi retirado td o tumor por estar mto entranhado nas areas q poderiam me deixar sequelas, entao continue fazed RM, para controle, porèm em Dezembro do ano passado constatou que o tumor havia crescido, e Tao no dia 16/01/2012 fui operAda novamente, e ness a cirurgia cuatro com o lado esquerdo paralizado, e meus mėdicos me garantiram que os movimentos voltariam com fisioterapia, e ė exatamente isso q aço te eu. Ja ando por td, dirijo, etcccc, tem q repairer mto par perceiver qquer tipo de paralizia em mim. Estou ainda fazed fisioterapia pro rosto. Mas super bem. Agora irei fazed o control de 6 em 6 meses, mas DEUS è grande e se assim ele permitir nāo voltará nunca mais essse tumor.MEU msn: Flavia_avis@hotmail.com

      Excluir
    3. Obrigada Flávia pelo seu depoimento...
      Sucesso na sua recuperação e vai nos mandando notícias...
      Que Deus continue te abençoando!
      abs

      Excluir
  24. Nossa, o neurocirurgião não podia ter lesado a sua esposa, teve realmente que retirar todo o tumor?

    ResponderExcluir
  25. Preciso ter a FÉ que vcs têm. Me sinto fragilizada, pois uma pessoa que tanto gosto foi operada não retirando o tumor totalmente, para não sofrer danos neurológicos. Infelizmente não sei como reagir. Cada dia estou de um jeito e preciso de ajuda. Mas quem vai me ajudar? DEUS? As vezes acho que eu não tenho jeito. Peço a morte tds os dias p. o descanso de minha alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, imagino a sua dor e o quanto é desesperador termos que lidar com tudo isto, principalmente no início. Mas esta fase passa e temos que lutar, pois é o melhor caminho. No caso do meu filho tbém não foi possível retirar todo o tumor, mas ele com a graça de Deus tem uma excelente qualidade de vida. Já se passaram 4 anos e o que restou não voltou a crescer e peço a Deus que nunca volte! Conheço uma moça que convive com um astrocitoma grau 2 há mais de 20 anos. Foram necessárias 2 cirurgias, mas ela está super bem.
      Fé é fundamental, pois é o que nos motiva a lutar e seguir em frente.
      Deus te abençoe!
      grande abraço!

      Excluir
  26. olá meu nome é luana, meu marido foi diagnosticado com um astrocitoma difuso de grau 2 maligno no lobo frontal esquerdo passou por cirurgia em outubro de 2012 um dia de UTI e hoje espera fazer as seções de rádio a partir do dia 26 de março,ele teve sequelas temporárias mas hoje fala caminha tranquilamente vamos com fé vai dar tudo certo amém

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana espero que seu marido esteja bem, recuperando-se a cada dia.
      Deu para remover boa parte do tumor na cirurgia?
      A maioria dos casos Astro 2 que conheço, os médicos adotam conduta espectante, ou seja, apenas acompanham com ressonâncias magnéticas periódicas, pois o tumor pode permanecer estável por considerável tempo...
      Assim que possível nos manda notícias.
      Fiquem com Deus!
      abs

      Excluir
    2. Olá Luana, eu vou fazer 47 anos dia 11 de setembro, e no dia 03/11/2009 foi constatado um astracitoma Fibrilar difuso grau 2 no lobulo frontal direito,estava trabalhando em itabuna, qdo dei uma crise convulsiva tao violenta que só lembro de ter acordado no leito do hospital amarrado. No dia 17 do mesmo mes me submeti a crirguia,foi retirado 80% do tumor,e me submeti a 30 sesões de radioterapia,depois da radio,aparecu uma infecção por stafilococus áureos onde ficavam saindo um ceroma por um ponto que abriu no couro cabeludo e que nao parava,de sair,procuramos o medico e foi passado alguns antibioticos para sanar essa bacteria, mais mesmo tomando o medicamento nao parava de sair esse ceroma.
      Luana pra resumir a historia que é muito longa, mais sempre com muita perseveraça em Deus. Tive que me submeter a seis cirugias porcausa de uma bacteria, até retirar parte da calota carinial eu tive que retirar. Dia 10/01/11 tive que me submeter a uma cirugia pra retirar a parte ossea da calota cranial por onde foi aberto para o precedimento cirurgico, pq estava infectada por uma ostiomielite, e dia 29/08/11 fiz a última cirurgia para a reposição de uma protese no meu cranio, uma cranioplastia.
      O importante de toda essa provação Luana, é sabermos que temos um Deus que tudo pode tudo é possivel quando acreditamos Nele com todas as nossas forças e desejos.
      Luana estou curado graças a Ele que tudo pode, e graças ao meu espirito de luta de sobrevivência as orações de minha família, meus amigos, todos aqueles que graças ao nosso bom Deus sempre quis o nosso bem.
      Eu e toda a minha familia estaremos em oração sempre por seu esposo, com as graças de nosso Senhor Jesus Cristo.
      Mande-nos noticia, lenobulcao@hotmail.com
      AMÉM!!!

      Excluir
    3. Impressionante o seu depoimento. Obrigada por compartilhar conosco.
      Que Deus continue te abençoando hoje e sempre!

      Excluir
    4. Oi Luana, gostaria de conversar com alguém q já passou pelo que estamos passando, me conte sua história, meu esposo operou dia 26 de dez, e ainda está com dificuldades no falar e com muitas tonturas, gostaria de saber mais...telma.ane@zipmail.com.br telma

      Excluir
  27. marcia
    perdi minha filha com astrocitoma de tronco ela tinha 10 anos sofro muito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Márcia, imagino a sua dor. O caso do meu filho tbém é astrocitoma de tronco... É uma luta!
      Sua filha chegou fazer cirurgia ou quando descobriu já estava avançado?
      Que Deus conforte seu coração a cada dia!
      Receba meu abraço

      Excluir
  28. Olá, Lidionete, fiz uma cirurgia em 1991 para retirada de um astrocitoma, com sucesso sem sequelas, em 2004 fiz nova cirrurgia de uma recidiva(mesmo local, cerebelo)com complemento de radioterapia, fiquei com algumas sequelas mas contornaveis, porem em deembro de 2011, apareceu novo nódulo muito proximo do cauterizado pela radioterapia, segundo o médico uma nova cirurgia seria de alto risco (desaconselhou), consultei outro médico e foi da mesma opinião. (não posso mais fazer radio, nem quimio), fiquei interessado na dieta alimentar que você falou. gostaria de receber meu "radez@ig.com.br". obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rogério, muito obrigada pelo seu depoimento.
      Te respondi por e-mail...
      Deus te abençoe!

      Excluir
  29. Boa tarde,

    Gostaria de saber mais sobre essa dieta.

    A todos vocês desejo as rápidas melhoras.

    Emanuelldias@gmail

    Cump

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Emanuel, já te respondi por e-mail...
      abs

      Excluir
  30. Vou rezar por todos nos, que DUES conforte cada um de nos,mãe, pai, marido, esposa, filho, filha etc..... DEUS OLHE POR NOS!!!!!!

    ResponderExcluir
  31. Meu pai de 70 anos foi diagnosticado no final de 2011 com Astrocitoma II. No inicio do ano fez as seções de radioterapia e esta agora na segunda seção de químio. Porém percebemos uma piora após o inicio das seções de quimioterapia, da memória e da visão. Hoje ele nao se lembra do nome nem da minha mãe. Por favor, me enviem a dieta. Fiquem com Deus e que Ele nos de forcas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, é muito triste quando vemos quem amamos com sequelas tão graves. Espero que seu pai esteja melhor...
      Deixe seu e-mail que lhe remeto sobre as estratégias nutricionais.
      abs

      Excluir
  32. Olá, Lidionete, meu marido tem um astrocitoma grau II, descobrimos a quase 2 meses e ainda estamos em fase de médicos e diagnosticos mais precisos. Ele fez uma biopisia e o neurocirurgião não aconselhou a retirada do tumor por esta localizado em área nobre no cérebro, assim seria alto risco. Fiquei muito interessada na dieta alimentar que você mencionou. Gostaria de receber. Meu e-mail é helida.medina@yahoo.com.br. obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helida, tudo bem?
      Lhe enviei um e-mail...
      Fiquem com Deus!
      abs

      Excluir
    2. Ola Lidionete, será que voce poderia me enviar a dieta alimentar por email também?
      Obrigada

      Excluir
  33. Olá, Lidionete! Minha mãe fez uma cirurgia no final de 2010 - retirada de um astrocitoma fibrilar grau II. Por ser em um lado nobre do cérebro - esquerdo, ficou resquício tumoral, sendo tratado através de radioterapia. Este ano, minha mãe passou novamente por outra cirurgia. Graças a Deus está bem, não teve sequelas, está bem, graças a DEUS. Está fazendo acompanhamento. Gostaria muito de saber sobre essa dieta que você está passando por e-mail, pois, além de eu acreditar muito na natureza (DEUS), minha mãe engordou muito e é muito vaidosa. Agradeço a vc, Lidionete. Abraço. Fik com DEUS. Meu e-mail é fa_pb@yahoo.com.br obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabi, também lhe enviei um e-mail...
      Fica com Deus!
      abraço!

      Excluir
    2. Olá Lidionete. Por favor reencaminhe o e-mail neste endereço: fa_pb@yahoo.com.br. (minha mãe teve que fazer outra cirurgia, estamos aguardando biopsia...) Mas graças à glória de Deus estamos com fé de que está e estará tudo bem e na paz do senhor Jesus!

      Excluir
    3. Oi Fabi, vi somente hoje o seu pedido para reenviar a dieta. Como sua mãe está? Pelo que vc descreve ela fez a terceira cirurgia recentemente? Manda notícias assim que possível.
      Enviei um e-mail pra vc...
      abs

      Excluir
  34. Olá a todos, meu marido foi diagnosticado em 2008 com astrocitoma grau 2 no lado direito do cerebro, em consultas realizadas pelo Ambulatório da cidade a equipe médica decidiu que ele deveria aguardar e não fazer a cirurgia em 2011 em nova ressonancia o médico disse que a cirurgia deveria ser feita pois o tumor havia aumentado mesmo correndo risco de ficar com parte do corpo paralizado (palavras do médico), desde então aguardamos a cirurgia que não ocorre pois o hospital não tem um aparelho necessário estão tentando nos transferir para outro hospital porém até agora nada. Como desde a primeira convulsão até agora já se passaram 4 anos e 3 meses estamos muito aprensivos e sem saber a quem recorrer. Grata se alguém tiver alguma informação por favor nos envie neste e-mail: aterg08@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino a aflição que vocês estão sentindo, diante dessa situação que não se resolve.
      Dependendo da localização do tumor, alguns médicos optam por não operar, devido aos riscos de sequelas. Nesses casos, medidas efetivas são tomadas somente diante de aumento ou alteração.
      Sugiro que vocês procurem outro hospital, mesmo em outra cidade, pois não é prudente demorar tanto tempo.
      Fiquem com Deus!
      abs

      Excluir
    2. Minha mãe foi diagnosticada com esse tipo de tumor, também de grau ll, no dia 9 de janeiro de 2013, teve uma convulsão. Seu tumor pegou a região da insula e com isso está com uma afasia e também insegura com a marcha. Consultamos 2 neuro cirurgiões que contra indicaram a cirurgia pelas sequelas que poderiam ocasionar. Atualmente está esperando o estudo do neuro, oncologista e radiologista para iniciar a radioterapia. E esperando também a recuperação da biopsia. Gostaria de ter informações sobre a dieta alimentar, meu e mail é cristinafunchal@hotmail.com Agradeço muito sua atenção.

      Excluir
    3. Oi Cristina, somente hoje vi este comentário e mesmo tendo passado 3 meses, vou lhe responder por e-mail.
      Espero que a sua mãe esteja bem!
      grande abraço!
      Lidionete

      Excluir
  35. Lidionete,

    Obrigada pela atenção e o envio das dicas da dieta.
    Respondi sua msg no seu correio pessoal.

    Abraços
    Hélida

    ResponderExcluir
  36. ola a todos,
    tenho um familiar que lhe foi diagnosticado em 2005 um glioma de grau 2, ele foi operado em 2009, porem o glioma voltou a crescer e ele teve de ser novamente operado à 6 dias tendo ficado com dificuldades em movimentar a parte direita do corpo.
    os médicos dizem que ele não pode voltar a ser operado e que o glioma vai voltar a crescer.
    gostava que me dessem uma ajuda como ultrapassar esta etapa, quais os tratamento e dietas que conhecem e que me possam aconselhar.

    muito obrigado,
    miriam.simao@hotmail.com
    Portugal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Miriam, respondi no seu e-mail.
      abraço!

      Excluir
  37. Olá,tenho uma irmã de 28 anos que foi diagnosticad em fevereiro de 2012,através de um exame de vista,desde então começamos a uma dura batalha o dela é glioma de baixo grau,de inicio o desespero foi grande na minha familia, do marido dela e ela tem um bebê de 09 meses que na epoca tinha 04 meses.Os medicos só pediram para ela fazer acompanhamento medico,mas ela optou por fazer a radioterapia fez 30 sessões,mas quando terminou depois de 02 meses ela fez uma nova ressonancia, mas o tumor não havia saido, mas também não aumentou estava estavel,só que no laudo houve uma alteração para alto grau,então o desespero foi total,só que todos os medicos a quem ela esta tendo acompanahmento,ficaram na duvida,pois como um tumor muda dentro de cinco meses.Depos a medica dela oncologista e o medico neuro-cirurgião junto com a equipe medica da liga onde ela fez as sessões de radioterapia analisaram bem e optaram por ela aguardar mais uns dois meses para fazer uma nova ressonancia e assim depois do laudo verificar realmenta se houve alteração.Por favor peço que se possivel mim mande a dieta que vocês estão falando,pois tenho Fé no Senhor Jesus Cristo que ele já está curando minha irmã,pois se não acreditarmos no Deus que tudo pode em quem iremos acreditar.No incio foi dificil,pois ela não queria nem chegar perto do filho,mas Deus já está mudando os pensamentos dela,pois ela já diz que irar lutar pelo filho dela,ela tabém teve trombose na perna e deu embolia pulmonar que ficou na Uti,então devido a esses problemas teve que ficar pela pericia e esta sem força nas mãos e nas pernas.

    agradeçe cinthya por esse espaço e não esqueça de mim enviar pelo meu emai-l a dieta.
    cinthyatatiana@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cinthya, não é fácil lidar com tudo isto! Os médicos falaram da possibilidade de esta alteração ser radionecrose? É um efeito colateral da radioterapia e muitas vezes pode ser confundida com progressão tumoral... Espero que a próxima ressonância mostre que tudo não passou de engano. Digo isto porque teve uma ocasião que uma ressonância do meu filho mostrou uma captação maior de contraste, o que deixou os médicos confusos, mas quando repetiu o exame 3 meses depois, não era nada de mais...
      Fico aqui na torcida por vcs...
      Ah, já te enviei o e-mail!
      abraço!

      Excluir
  38. PESSOAL, LEIAM !!!
    Eu fui diagnosticada com uma lesao cerebral, dia 05/01/12.Foi o dia mais dificil das nossas vidas.Porem começou a busca por tratamento,passei por uns 20 medicos da unimed campinas valinhos..cada um falava uma coisa,ai resolvi pagar uma consulta com um dr. famoso na Unicamp,ele é chefe da neuro la,o dr helder tedeschi,de primeira ele me tranquilizou..disse que me garantia que eu não ficaria cega,nao ficaria sem movimentos..me garantiu 100% na msm hora topei fazer com ele.Mas a cirurgia teve um custo alto,25 mil, entao fizemos uma rifa juntamos o dinheiro e dia 05/04 operei.DEUS GUIOU ESTE MEDICO!a cirugia foi um sucesso total,eu voltei da anestesia falando, me mexendo e enxergando normalmente!!! Olha foi moleza passar por isso,quem sofreu foi minha familia,eu tive paz e fé o tempo todo!NOS QUE ESTAMOS DOENTES TEMOS QUE TER FÉ,FÉ POR NÓS MESMOS,TEMOS QUE ACREDITAR MAIS DO QUE OS OUTROS,NÃO PODEMOS ACEITAR A DOENÇA, QDO VIER O MEDO PENSEM NO MEU CASO..DEU TUDO CERTO,O CANCER TEM CURA, E VC VAI VIVER NORMAL!eNFIM EU SÓ TENHO 23 ANOS,NAO PRECISEI NEM TRANCAR A FACULDADE..VIDA NORMAL,SÓ TOMO UM REMEDIO ANTI CONVULSIVO SÓ!

    ACREDITEM EM DEUS!PENSEM SEMPRE POSITIVO!NÃO DEIXEM O MEDO TOMAR CONTA NENHUM MOMENTO E APROVEITEM O CARINHO DAS PESSOAS QUE AMAM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que depoimento emocionante!
      Que Deus continue te abençoando hoje e sempre!
      grande abraço!

      Excluir
    2. Que depoimento emocionante mesmo. Meu marido operou na semana passada, pois apresentou tres crises de convulsao e na ressonancia mostrou que era um tumor. Ele operou no outro dia com um neurocirurgiao muito competente daqui (Salvador) e nao teve sequelas e nem nada, com exceçao de uma tristeza que nao cabe dentro dele. E meu marido sempre foi muito brincalhao e alegre... Ele tem 31 anos e eu 27 e casamos ha apenas 10 meses. A patologia saiu ontem a noite e deu que é um Astrocitoma de grau 2 e o neurocirurgiao quer que ele seja acompanhado por uma pncologista devido a possibilidade deste tumor benigno se tornar maligno. Eu estou em estado de choque, pois as coisas estao acontecendo muito rapidamente... (Crises de convulsao, cirurgia, alta hospitalar, possibilidade de fazer quimio oral e radio). Estou apavorada a verdade é essa... Tenho orado muito e pedido a Deus que protega ele, mas tem horas que parece que nao tenho fé devido ao medo do amanhã. Estavamos planejando ter nossos filhos este ano e soube que radioterapia e quimio podem deixa-lo esteril, é verdade? Me conforte por favor... Estou precisando de ajuda... Se puder passar a dieta tb ficarei agradecida. Priscila. Email priu85@gmail.com

      Excluir
    3. Olá Priscila! Estava lendo os depoimentos aqui e me chamou atenção o seu, pois passei e passo por tudo isso até hoje... são 3 anos lutando e ja me senti diversas vezes da forma como vc relatou que se sente aqui...
      Como vocês estão? Seu marido já está fazendo a Radio ou a Quimio?
      Olha... não se desespere, pois o fato da notícia da doença já nos assusta, depois vem a possibilidade da pessoa passar por uma radio e quimio... e tudo isso parecia muito distante de nós, quando vimos nosso ente querido sendo sujeito a estas coisas! Mas tudo isso é para ajudá-los... para tentar curá-los! Não perca a sua Fé nunca! Corremos muito com a minha mãe ao longo destes 3 anos, levamos muitos sustos, foram muitas internações! Mas ela está firme e forte... como relatei no meu depoimento abaixo de 17/03/13, ela estará se submentando a mais uma cirurgia na próxima terça-feira e temos Fé que dará tuuuuudo Certo porque DEUS quer! Não percam a esperança e a Fé, porque pra DEUS nada é impossível! Fiquem com Deus e Um grande abraço a vocês! Danielle Daspett

      Excluir
    4. Oi Priscila, trocamos alguns e-mail´s alguns meses atrás, mas faz tempo que não nos falamos...
      Assim que possível manda notícias!
      Espero que esteja tudo ótimo com vcs!
      grande abraço!

      Excluir
  39. Estou com um jovem sobrinho passando por situação, em apenas 2 meses teve convulsões, foi pra UTI, e depois de uma série de exames constatou-se astrocitoma grau 2, corremos com ele pra Sp, onde Dr. Sérgio Cavalheiro o operou...Dr. Sérgio está muito confiante, mas a oncologista já avisou que é muito grave pois o quadro é de gliomatose cerebral, ou seja, está espalhado por todo o cérebro, mesmo assim, ela aposta que só a quimoterapia com Temodal resolverá, não sabemos mais de nada, voltamos pra Maceió com ele e iremos começar o tratamento, estamos muito apreensivos com tudo isso, tão de repente em nossas vidas e na vida de nosso adolescente tão cheio de vida!!!

    ResponderExcluir
  40. Tenham fé tudo vai dar certo, eu que escrevi ali em cima comentado sobre meu caso, que deu tudo muito certo!Deixo aqui meu email lucimaramell@hotmail.com quem precisar conversar ou tirar dúvidas pode me procurar!

    Deus abençoe vocês!E força sempre, afinal a ultima palavra é Deus quem da!

    ResponderExcluir
  41. Olá, eu sou a tia do adolescente que está com esse diagnóstico de glimatose cerebral. Andei procurando muito na internet e sobre a gliomatose encontro pouca coisa e nada muito positivo, porém li o caso de uma criança de 3 aninhos, que sobreviveu a isso e sem sequelas, hoje tem 6 anos de vida e a postura adotada pelos médicos hoje é expectante. Mas ela passou por cirurgia, quimio e radio...foram 16 meses de tratamento intenso, mas graças a Deus deu certo, está dando!! Porém, no caso do meu sobrinho, ele já está com um olho prejudicado,imagina como ficamos tristes de ver aquele menino que a 2 meses atrás respirava saúde e hoje em dia um olho nem abre mais...já fez a cirurgia que foi um sucesso, mas como eu disse o tratamento vai iniciar agora. A oncologista de Sp que agora não me recordo o nome, mas depois postarei, nos telefonou, dizendo que esteve com um médico francês, analisando o caso do nosso garoto e o mesmo tb aposta que só a quimioterapia com temodal resolverá, é o que todos esperamos tb!!! No entanto, essa mesma oncologista de Sp e a neuropediatra aqui de Maceió ficam repetindo pra minha irmã, mãe do garoto, que é muito grave, muito, muito...então as vezes quando bate o desespero, bate mesmo!!! Mas estamos colocando nosso menino no colo de Jesus...e aguardando as bençãos!!! Obrigada Lucimara, vou entrar em contato com vc, preciso saber mais da sua história e fico feliz de vc ter se recuperado!!! Fiquem todos com Deus!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino a aflição que vocês estão passando... Não é fácil! Mas como a Lucimara escreveu mais acima, a última palavra é Deus quem dá.
      É bom quando encontramos casos como o que você mencionou, da garotinha que hoje tem 6 anos... Que Deus ajude que o tratamento tenha o efeito esperado e seu sobrinho fique bem.
      Meu filho também operou com o Dr. Sérgio Cavalheiro, que é um dos neuro-cirurgiões pediatra mais experientes do Brasil.
      Que Deus os abençoe e fico aqui na torcida!
      abraço!

      Excluir
  42. Obrigada Lidionete pela torcida. Eu fiquei muito feliz lendo a história de superação do seu pequeno e desejo a ele muitos, muitos anos de vida, pois nós enquanto mães só queremos uma coisa da vida: ver nossos filhos crescerem felizes e saudáveis. No meu caso, como relatei é meu sobrinho, que pra mim é como se fosse mais um filho meu, durmo, acordo, angustiada por não ter o poder de poupa-lo de tudo isso. Quero lhe parabenizar pela iniciativa desse blog, só por esse gesto Deus já te abençoa, pois vc não faz idéia de como nos ajuda...é aqui que encontro consolo pro problema atual..
    A vida é interessante e nada acontece mesmo por acaso, até 2 meses atrás eu era solidária a quem passava por isso, mas o meu mundo era outro, meus interesses eram outros e de repente a vida sai nos levando por caminhos que só Deus sabe explicar e passamos a vivenciar outras coisas, outras emoções, hoje eu sou mais que solidária a essa causa, hoje eu tenho necessidade de dar algum tipo de apoio a crianças e jovens nessa situação! Peço a Deus inspiração pra saber por onde começar!! Deus é maravilhoso, justo e bom!! Nada é por acaso, nem uma enfermidade! Tudo é lição. Que bençãos de Deus sejam derramadas sobre nós e sobre nossos entes queridos que passam por alguma enfermidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras de força e fé! Somente quem passa por isso entende o que sentimos...
      Concordo com você! Mesmo em meio às dificuldades e desafios, devemos "em tudo dar graças". Se estamos passando por isto, algum propósito há e somente no futuro compreenderemos. Deus é maravilhoso, justo e bom!
      Gosto muito de um pensamento que diz: "Às vezes, quando tudo dá errado, acontecem coisas maravilhosas que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo."
      Que Deus abençoe a todos nós!
      abraço!

      Excluir
  43. Meu pai, 52 anos, teve uma convulsao dia 22/08, então foi submetido a tomografia e RM e então foi descoberto o tumor do lado direito. Dia 27/08 foi operado, porém também não foi retirado todo tumor pois haviam células enraizadas que se tocadas poderiam comprometer as células boas. Saiu da cirurgia já falando, perguntando quanto tempo tinha durado, que horas era, etc. Se recuperou mto bem. foi diagnosticado como glioma difuso grau II e agora foi encaminhado para uma oncologista para ver qual tratamento sera necessário. Ele parou com o corticóide após uma semana de uso e teve uma pequena recaída em relação a força, ficou um pouco fraco e dormindo mto, então o médico receitou o corticóide de novo, em uma dose maior, tomou apenas 1 e 1/2 comprimido e voltou ao normal dentro de 1 dia e meio e já parou de tomar. Estamos mto feliz com a recuperação dele, ele tem muita fé e logo já vai retomar a rotina. precisamos focar no resultado, com muita fé sempre. Lidionete, poderia me mandar a dieta alimentar por email? Obrigada e força a todos.
    kmdeamici@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada por compartilhar conosco a experiência do seu pai. Espero que ele esteja melhor a cada dia!
      Meu filho usou decadron por 21 dias e os efeitos colaterais foram terríveis, aí a médica suspendeu...
      Quanto às sequelas pós cirúrgicas, foram melhorando e amenizando com o tempo.
      Enviei o e-mail referente à dieta...
      Deus abençoe vcs!
      abs

      Excluir
  44. Meu namorado também foi diagnosticado com astrocitoma difuso II localizado no lobo temporal direito. A cirurgia foi muito bem sucedida e não ficou sequela nenhuma. Sei que é difícil em uma cirurgia a retirada total do tumor, ainda mais por ser infiltrativo, mas tenho fé que tudo foi retirado. Somos de BH e Deus colocou um ótimo neurocirurgião em nosso caminho, o doutor Leonardo Augusto W. Henriques, que trabalha no hospital Luxemburgo. Ele utilizou equipamentos que dão maior precisão como o neuronavegador e um outro que observa as funções motoras para que elas não sejam afetadas. Coloquei estas referências porque no mês de julho e agosto estava ansiosa por alguma referência na minha cidade, já que isto foi algo completamente novo para a minha e a família dele. Estou muito interessada na dieta que é tão bem comentada. Lidionete ou alguém que já tenha recebido poderiam mandá-la para meu e-mail? fllaviaconcurso@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de terminar este depoimento me colocando à disposição se alguém quiser perguntar algo sobre a cirurgia do meu namorado, pois sei como é difícil este momento e que precisamos de toda ajuda possível. Uma semana antes da cirurgia escutei uma frase que tem me ajudado muito: "Tem coisas que parecem impossíveis para nós e para os médicos mas para Deus nada é impossível então, se acreditamos em Deus e sabemos que Ele está ao nosso lado NADA é impossível" Desejo muita força a todos nós! fllaviaconcurso@gmail.com

      Excluir
    2. Oii A PAZ do SENHOR JESUS !!! SE VC PUDER ENTRAR EM CONTATO COMIGO POR E-MAIL OU FACE BOOCK MENSAGENS AGRADEÇO DO FUNDO DO CORAÇÃO.ESTAMOS PASSANDO POR ESSA TERRÍVEL REALIDADE E ESTAMOS SEM CHÃO.DESDE JÁ AGRADEÇO BJSSS .AMANHÃ ENTRO PRA LER SUA RESPOSTA

      Excluir
    3. Oi! Me manda um e-mail para eu te responder. Vc é de Belo Horizonte? Não tenho facebook, mas meu e-mail é fllaviaconcurso@gmail.com Aguardo seu email, beijos

      Excluir
    4. Maravilhoso o seu depoimento, muito obrigada por compartilhar conosco. Com toda certeza ajudará muitas pessoas!
      Lhe enviei o e-mail...
      Que Deus continue abençoando seu namorado!
      abraço!

      Excluir
  45. Olá pessoal, a minha ultima postagem foi dia 04 de Setembro, sou a tia do adolescente de 16 anos, que está num quadro de gliomatose cerebral...bom...desde o inicio do tratamento com termodal pra data de hj, ele invés de melhorar, teve uma piora....pois começou a sentir dificuldades em caminhar com uma das pernas, apenas arrastando-a...correram pra Sp novamente com ele e hj Dr. Sergio Cavalheiro e a equipe do Santa Catarina solicitaram outra ressonancia e pelo que parece até o momento, um dos vários tumores espalhados está crescendo, afetando os movimentos do nosso menino. Sendo assim, tudo indica que o termodal será suspenso e o tratamento será a quimioterapia diária, direto na veia....e radioterapia!!! Ficaremos longe dele, acompanhando seu tratamento apenas por telefone :(...já que somos do Nordeste. Estamos rezando muito aqui e buscando forças pra suportar isso e acreditar sempre na cura. Vim aqui só atualizar vcs do andamento das coisas com meu sobrinho, lembrando que foi diagnosticado em Agosto desse ano. Fiquem todos com a força do nosso Deus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas notícias. Espero que um tratamento viável tenha sido encontrado pela equipe que o assiste e ele esteja melhor. É muito triste quando vemos quem amamos sofrendo.
      Fiquem com Deus!

      Excluir
  46. Olá a todos. Desde que meu marido foi diagnosticado com um astrocitoma Grau II, tenho procurado e me inteirado de diversos tratamentos. Assim, recentemente fiquei sabendo de uma aparelho chamado Gamma Knife que no Brasil apenas 2 lugares o possuem (SP e Curitiba). A radiocirurgia com Gamma Knife é uma forma de radioterapia que entrega altas doses de radiação ao local no cérebro a ser tratado (tumor, por exemplo). Gostaria de saber se alguém tem alguma informação de tratamento com este aparelho.
    Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também já ouvi falar deste equipamento.Mas parece que somente tumores pequenos são elegíveis para tratamento...
      Peço a Deus que logo esteja disponível para todos os casos e muitas pessoas possam ser beneficiadas.

      Excluir
  47. nao obtive resposta suas e a 3 vez que peço sua ajuda. pelo amor que tens a deus, se for verdade o que dizes me manda um email e face para mgp100@hotmail.com e quero falar com vc.mariceli paz

    ResponderExcluir
  48. lidionete essa dieta vc pode me mandar por email: mgp100@hotmail.com e me diga se tem algum livro dessa dieta. pelo amor de Deus me responda logo, minha amiga nao esta bem e tem o mesmo problema d seu filho.obrigada. mariceli paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariceli, é a primeira vez que recebo um recado seu... Na realidade recebi 3, um seguido do outro e datam de hoje, por volta das 05:00 horas da manhã. Me desculpa se enviou outros antes e eu não vi. Aqui no blog você encontra todos os detalhes das estratégias alimentares que praticamos, que melhorarão o sistema imunológico para que o organismo se fortaleça e com isto aumentem as chances no combate à doença.
      Vou lhe enviar por e-mail alguns links.
      Grande abraço!

      Excluir
  49. Ola Lidionete! Meu esposo foi dignosticado com astrocitoma difuso grau 2 em 2009. Passou por uma cirurgia em 2009, mas o tumor recidivou. Fez uma segunda cirurgia no final de 2010 e agora no final de 2012 o tumor recidivou novamente e na semana passada ele passou por sua terceira cirurgia. Gracas ao nosso poderoso Deus nenhuma das 3 cirurgias o deixaram com sequelas. Estamos aguardando o resultado da biopsia para entao iniciar a radio e quimioterapia. Por mais que seja uma situacao dificil, nao perdemos jamais as esperancas, acreditamos muito em nosso Deus do impossivel, o medico dos medicos e que tudo pode realizar em nossas vidas. Tenho bastante interesse na dieta alimentar relatada no blog, poderia me passar por email? livinhaduarte@gmail.com Mto obrigada! Obrigada por este blog que tanto ajuda pessoas que estao passando pelo mesmo problema. Abracos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar conosco. Espero que seu marido esteja bem e que dê tudo certo no tratamento e que fique curado.
      Já lhe enviei o e-mail...
      abs

      Excluir
  50. Pessoal, meu marido foi diagnosticado com astrocitoma grau II em maio/2012. Não pode fazer cirurgia por causa da área em que ele se localiza. Já fez 30 sessões de radioterapia que terminou no final de set/2012. A última ressonancia que ele fez no dia 11/12/2012 veio com diagnostico de uma pequena redução do tumor, mesmo assim a oncologista dele indicou tratamento de quimioterapia com temodal 5 dias consecutivos por mes. Vcs acham normal/válido um tratamento de quimioterapia com este tipo de tumor e diagnostico? Alguem passou por algo semelhante? Fiquei apreensiva, pois não sei se esta seria a hora de iniciar um tratamento com quimioterapia para um astrocitoma de grau II que pelo que consta na RM esta estável sem alteração de tamanho. Agradeço desde já quem puder me dar uma ajuda.

    ResponderExcluir
  51. Ola pessoal, meu filho de 15 anos tb tem esse tipo de tumor, ja passou por uma cirurgia e 33 sessoes de radio e no momento estamos no aguardo,mais sinto muito medo ontem ele reclamou muito de dores nas vistas e disse ta enchergando mal de uns dias pra ca, Deus tem nos dado muita forca pra vencer essas lutas, gostaria de saber se alguem sabe se nos EUA o tratamento pra Astrocitoma difuso grau II e melhor que aqui no Brasil, qqer coisa entre em contato no chris_behappy@hotmail.com Deus abencoe vcs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seu filho esteja bem...

      Lhe enviei um e-mail...

      abs

      Excluir
  52. lidionete sera que poderia mandaressa dieta em meu e mail , pois sou enfermeira e oderia ajudar alguns pacientes obrigado
    ketiane@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa a demora...
      Acabei de lhe enviar um e-mail.

      abs

      Excluir
  53. Olá no dia 22 de outubro de 2012 fui diagnosticada com um tumor e um cisto (astrocitoma difuso de grau 2)fiz a cirurgia no dia 31 de outubro de 2012 foi retirado por completo graças a Deus,foi dificil mas temos q ter fé em Deus por que ele sabe de todas as coisas e entregar nossa vida a ele hoje vou acompanhar de 6 em 6 meses,mas o medico ontem pediu para mim passar no oncologista para dar a opinião se vou precisar fazer radioterapia..Resumindo pessoal confie em Deus coloque seus problemas diante dele,ore e jejuem..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade... o melhor caminho é entregar nossos problemas nas mãos de Deus. Fazemos a nossa parte e Deus a dEle.
      Assim que possível nos manda notícias.
      Que Deus continue te abençoando!
      abraço

      Excluir
  54. Olá, Lidionete,
    gostaria de receber a dieta, por favor me mande por E`mail: rxcatorre@hotmail.com e ndprotese@uol.com.br.
    Parabéns pelo seu blog.Que Deus continue te iluminando.
    Delaine e Carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de remeter email ...
      Peço desculpas pela demora!
      Tudo de bom pra vcs!
      abraços!

      Excluir
  55. Me chamo Danielle (29 anos), estou pesquisando em alguns sites sobre a Janaúba antes de dar para minha mãe Dulci (54 anos) beber, pois temo muito pelas reações. Alguém ja ouviu falar ou ja tomou o suco desta planta para tentativa da cura ou redução do ASTROCITOMA? OUvi falar muito bem desta plantinha, dizem que dissolve qualquer tipo de tumor. Estou com o galho da Planta em casa!
    A 2 anos e 10 meses descobrimos em minha mãe (54 Anos) um tumor cerebral, o qual precisou se submeter a uma cirurgia para extrair somente a biópsia para sabermos seu Grau, constou que é benigno com 15% de malignidade, se chama Astrocitoma Difuso Grau II, é um tumor infiltrado nas fibras do cérebro, o qual os médicos nunca indicaram a extração pelos altos riscos, por causa destas células malignas foi necessários fazer-se 30 sessões de radioterapia e até então 10 sessões de quimioterapias orais com TEMODAL e ela ja tomou vários medicamentos anticonvulsivantes, pois este tumor causa crises convulsivas parciais do lado esquerdo do corpo e redução da mobilidade, e ao longo do tempo, a minha mãe passou por varias internações pois ela é sensível a vários tipos de anticonvulsivante...
    Agora, em Fev/2013, os médicos identificaram a necessidade de uma nova cirurgia para tentativa da extração do tumor total ou parcial, pois ouve uma evolução em dobro do tumor e ainda falam que pode ter se tornado Grau VI, porém somente após a cirurgia com a biópsia que saberemos q grau está. O unico anticonvulsivante que ela acabou se dando bem foi com o Topiramato e com o Clobazan que está tomando a mais ou menos 1 ano.
    Tentarão a extração do tumor, pois somente com o tratamento paliativo, não conterá o crescimento dele e ainda a agressividade que ele possa ter. Mas já nos assustaram dizendo sobre várias concequencias que possa ter a cirurgia e se for diagnosticado Grau VI, sobre a probabilidade de tentarem fazer mais quimio e mais radio (se puder) e falaram também sobre o tempo de sobrevida de um indivíduo que porta o Grau VI. Ficamos abaladíssimas, arrasadas! Nunca será simples ouvir algo deste tipo sobre sua mãezinha. Enfim... agora estou aqui na sala de espera para Interná-la novamente no Hospital do Servido Público Estadual de SP, pois amanhã, 18/03 as 11hs será a cirurgia dela. Estamos com Fé que mesmo com tudo que soubemos, vai dar tudo certo e ela ainda voltará a ter qualidade de vida, como andar sem depender de ninguém, cozinhar,ficar sózinha em sua casinha, dirigir, ir para academia e dançar (que é o que ela amava fazer)!
    Ela está com a mobilidade do lado esquerdo do corpo bem reduzida, não consegue andar devido ao crescimento do tumor e edema que se formou e corre-se risco de ficar com sequelas do lado esquerdo após a cirurgia, pois os médicos disseram que o tumor está bem colado/infiltrado nas fibras do cérebro.
    Mas, A Fé move montanhas, e acreditamos em nossa Fé poderosa, em Jesus e em sua mãe Maria que sofreu por ele e sabe o que nós passamos quando existe uma pessoa que amamos tanto com a saúde debilitada e correndo riscos.

    Depois da Cirurgia dividirei com vcs como ela está para podermos trocar experiencias e comemorarmos o sucesso, juntos!

    Super Beijo a todos!
    Obrigada por compartilhar conosco experiências como a que vivemos!

    Danielle Daspett
    e-mail: danydaspett@gmail.com.br
    Facebook: Dani Daspett

    ResponderExcluir
  56. Ops! corrigindo... o grau que os médicos acham que pode ter se tornado o tumor da minha mãe, é GRAU IV (grau 4). Me equivoquei no relato acima.

    Att,
    Danielle Daspett

    ResponderExcluir
  57. Olá Lidionete! Olá Pessoal! Venho aqui para contar-lhes que no dia 17/03 minha mãe foi internada para fazer a cirurgia no dia 18/03, conforme relatei no depoimento acima, porém, pela 3ª vez não foi possível... Os médicos disseram que tiveram que utilizar o aparelho (navegador) em uma cirurgia de urgência e precisariam aguardar a disponibilização dele para fazer a cirurgia dela, pois este aparelho daria mais precisão na cirurgia e localização do tumor e etc, e tbm queria conciliar com a agenda do cirurgião que irá operá-la, e minha mãe foi internada já com muita tosse e inflamação na garganta e nesta semana o aparelho ficou disponível, mas ela ainda não estava bem para ser operada, então administraram antiflamatório e algumas inalações. Ela está melhor, a tosse diminuiu mas ainda existe, mas agora, marcaram a cirurgia para a próxima terça-feria(25/03), estão prerarando o organismo dela para a cirurgia com algumas inalações com birotec para poder entubá-la na cirurgia e quem vai operá-la são os 2 Neuro-cirurgiões que acompanham o caso dela desde o inicio (Dra. Ana Lucia de Carvalho Melo e Dr. Matheus) do Hospital Servidor do Publico Estadual de SP. Estamos fazendo muita corrente de oração para que Deus conduza a mão destes médicos e este seja uma dia de, benção, cura, sucesso e vitória para minha mãezinha! A força que ela tem é iluminada, é inacreditável! Ela está tranquila e pronta para esta cirurgia! Confiante de que tudo dará certo porque Deus está na frente! Amém! Hoje ajoelhei e agredeci muito a Deus pela força que está dando a ela e a nós filhas para ter cada vez mais Fé e acreditar que tudo de melhor, que todas as bençãos que estamos almejando irão se realizar! Iremos ainda com fé em Deus, ver minha mãe andando novamente, fazendo as coisas dela com indendencia como sempre fez, dançando, fazendo seus exercícios na academia, cozinhando e até dirigindo! Com Fé em Deus! Nós ainda vamos vencer esta batalha! São 3 anos de Luta! E vamos fechar com chave de Ouro! Esta cirurgia, será um Sucesso, porque Deus quer assim, então será!
    Lidionete, por favor, puder, me passe também a dieta que utiliza, para que agente possa fazer em minha mãe também? Segue meu e-mail: danydaspett@gmail.com
    facebook: Danielle Daspett

    Se todos puderem nos ajudar na corrente de oração! A cirurgia será no dia 26/03 a partir das 7hs!

    Que Deus Abençõe a todos com muita saúde, luz, paz e amor!

    Danielle Daspett

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danielle o tumor do meu namorado foi tirado totalmente com a ajuda do neuronavegador. Este equipamento realmente é muito eficiente. Saiba que estou nesta corrente de oração pela sua mãe e que tudo dará certo! Mantenha a fé. Abraços Cris

      Excluir
    2. Olá Cris! Obrigada pela sua atenção e relato de sucesso com o seu namorado! Minha mãe operou definitivamente no dia 26/04. Acordou da cirurgia já falando, lembrando de nós (filhas) e estava com muita dor na cabeça, pois os médicos não puderam fazer de imediato o coquetel para tirar a dor, pois ela é alergica a muitas medicações e depois que foi pra UTI que fizeram uma medicação apropriada pra ela. Fora isso, ela estava ótima ao sair da cirurgia. Ficou 24hs na UTI e foi para o quarto. Falante, lúcida e com muita perseverança e fé! Bom, os médicos disseram que foi retirado de 80% à 90% do tumor e não retiram o restante justamente porque ela ficaria com sequelas, pois está muito entranhado no local do cerebro que cordena a parte motora do lado esquerdo. Enfim, como estão supondo que pode ter se tornado de Grau II para Grau IV, os médicos disseram a minha mãe que ela nunca mais andaria. Fiquei muito brava e fui esclarecer com eles. E disseram que o sucesso da cirurgia para a medicina pode não ser o sucesso para os parentes e paciente. Ele quis dizer que este tumor que ficou e se caso tenha se tornado Grau IV ele vai crescer novamente e em algum momento paralizará o lado esquerdo dela.
      Perguntei se a Radio e a Quimio que ela fará novamente agora poderia reduzir e sumir com o tumor. Ele disse que não porque eles não podem radiar muito o local se não queimará parte do cerebro dele e corre-se maior risco de paralizar. Portanto farão somente o necessário para conter um crescimento rápido. A Biópsia sairá dia 10/04, aí saberemos se ainda é Grau II ou se aumentou de grau. Temos muita fé e perseverança e cremos que ela voltará a andar sim, com fisioterapias e fé e tudo mais ela voltará a andar!!! E a ciencia não será tão acertiva assim, porque MAIS PODE DEUS! Hoje, ela teve algumas pequenas crises de miocronia na cabeça. Liguei para o médico e ele disse para somente observarmos se teria mais crises e se tivesse para levar ao PS do Hospital que eles pediriam exames pra ver se existe processo infeccioso, pois mecher nos remédios não poderão por ela ser sensível aos medicamentos anticonvulsivantes. Mas, graças a Deus ela ficou bem a tarde e não precimos levá-la ao PS. Temos fé! Vai dar tudo certo! Não é possível, tem que dar tudo muito certo!
      Obrigada por se corresponder comigo, nós que vivemos esta situação com entes tão amados, é doloroso demais e ficamos muitas vezes sem rumo!
      Deus abençõe a todos com muita saúde!
      Fiquem com Deus!

      Danielle Daspett!

      Excluir
    3. Olá! No 7º, 8º e 9º dia após a cirurgia da minha mãe ela teve alguns espasmos localizados na cabeça que submetem-na a movimentos involuntários. Levamos ao PS do Hospital, fez exames e não há nenhuma infecção ou bactéria! De sáb até hoje ela não teve mais, está ótima! Ainda sem conseguir andar só... anda apoiando bastante em nós pois a perna esquerda não responde muito bem... Fora isso, está tudo ótimo! Hoje ela foi retirar os pontos da cabeça e foi tudo bem! Pegaremos o resultado da Biópsia após 22/04 e retorno com informações pra vocês!
      Obrigada!
      Fiquem na paz de Deus! Mais pode Deus em tudo!

      Danielle Daspett

      Excluir
  58. Boa Noite Lidionete,
    Meu nome é Fabiana, meu Pai foi diagnosticado com Glioma grau III. Graças a Deusainda era muito pequeno e foi completamente retirado por cirurgia, com uma margem de 2 cm de segurança e sem sequelas.
    Começará fazer radio e posteriormente quimio.
    Gostaria muito de receber, se possível, a dieta antioxidante que tem aplicado em seu filho. Espero que ajude meu Pai também.
    Obrigada pela atenção.
    Fique com Deus.
    Meu contato: fmardegan@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabiana, muito bom saber de relatos de sucesso cirúrgico e ainda com margem de segurança. Isso é muito raro, tratando-se de astrocitoma e ainda de grau III. Que Deus continue abençoando muito vcs!
      Tudo que pudermos fazer pra manter nossos queridos bem e saudáveis é muito válido. Vou lhe enviar o e-mail, ok?
      Grande abraço!

      Excluir
  59. Lidionete,meu nome é Cynthia, meu filho de 5 anos foi diagnosticado com glioma difuso grau IV, fez 30 sessões de radioterapia. Gostaria de saber mais sobre essa dieta e se vc sabe de alguma pesquisa em andamento em relação a Glioma. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cynthia, não é nada fácil quando descobrimos que um filho querido está com essa terrível doença... Parece que nos falta o chão.
      Ele pode ser operado?
      Sobre pesquisas de gliomas em crianças, parece que não há muita novidade, mas sei de 1 médico aqui em SP que utiliza um protocolo que tem conseguido a estabilização da doença. Conheço 2 casos especificamente (1 menina e 1 menino), portadores de glioma de alto grau, que após terem sido desenganados por outros médicos, seguem firmes e com evidentes melhoras. A garotinha é a Isadora, de Santa Catarina, cuja história já relatei aqui no blog. Ela está bem, após 5 anos de diagnóstico.
      O nome do oncologista pediátrico é Dr.Sidnei Epelman, vinculado ao Hospital Sírio Libanês e também ao Instituto Tucca.
      Quanto à dieta, também considero muito importante, pois é super válido tudo que fizermos para manter nossos filhos bem, longe de gripes, resfriados e viroses. Além do mais, um sistema imunológico fortalecido é uma importante arma na luta contra a doença. Me passe seu e-mail que te envio maiores informações, ok?
      Fiquem com Deus e sucesso no tratamento do seu pequeno.
      abraço!

      Excluir
  60. llidionete mande noticias do vitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cleonice, tudo bem? Estou em débito aqui no blog... Estou respondendo os comentários aos poucos e vou atualizar o mais breve possível...
      O Vitor está bem, graças ao bom Deus!! Já são 5 anos e 5 meses de diagnóstico...
      Mês passado fez ressonância magnética de controle e dia 15/04 retornamos no Dr. Sérgio, o neurocirurgião que o operou... Está tudo igual, sem alterações e segundo o médico, isso é muito bom.
      Grande abraço e fica com Deus!!

      Excluir
  61. Pessoal... após a cirurgia da minha mãe, ela está com bastante alterações expressivas no comportamento, como, está bastante insistente, repetitiva, com muitas maninas, teimosias e bem emotiva. Saberiam me dizer, se isso é normal e se melhora com o tempo? Porque está bem difícil para nós lidarmos com isso, ela está irredutível. Obrigada.
    Fiquem Com Deus!
    Danielle Daspett.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Danielle, antes de tudo, muito obrigada por compartilhar sua experiência conosco. Estou meio ausente aqui no blog e aos poucos tentando colocar em dia... Li todo o seu relato e sei muito bem o quanto é difícil passar por tudo isto.
      Realmente o Astrocitoma difuso é um tumor de difícil tratamento, pois por ser infiltrativo, a cirurgia muito raramente é curativa... Quimioterapia também não é muito eficaz, tendo em vista as células se multiplicarem mais lentamente, o que faz com que não atinja seu objetivo, que são as células de rápida multiplicação... Além do mais, a barreira hemato-encefálica que protege o cérebro é muitas vezes um "empecilho" neste tipo de tumor.
      Que bom que foi possível a remoção de grande parte do tumor! 80 - 90% é um índice expressivo. No caso do meu filho tbém não foi possível remoção total e caso o neurocirurgião insistisse, poderia levá-lo à morte, tendo em vista que na localização do tumor (Tronco cerebral)estão os nervos que controlam funções vitais como os batimentos cardíacos e a respiração.
      Essa fase do pós cirúrgico é bem complicada e imagino que sua mãe está tomando decadron (dexametasona), pra desinchar o cérebro... Esse remédio causa muitos efeitos colaterais e meu filho sofreu muito... Teve distúrbios gastro-intestinais e demorava 4-5 dias pra evacuar... Também quase não dormia, o que deixava ele irritado e intransigente... Não gostava de receber visitas e apesar de ter 6-7 anos, o emocional tbém ficou abalado... É compreensível, pois voltou da cirurgia sem andar, por causa da dificuldade de equilíbrio e tbém com sonda naso-gástrica (dificuldade na deglutição)... Seu braço direito estava sem força e teve que aprender, da noite para o dia, se virar com o braço esquerdo... Acho que tudo isso contribuiu para essas alterações no humor.
      Com o tempo foi melhorando e tudo voltando ao normal. Fisioterapia tbém é muito importante. No caso do Vitor, nos primeiros 6 meses eram até 6 seções de fisioterapia por semana... 2 pelo convênio, 1 no GRAACC e 3 seções domiciliares de 1 hora cada. Fez grande diferença e hoje estas sequelas são praticamente imperceptíveis.
      Fico aqui na torcida pra que sua mãezinha melhore logo. Tenho fé em Deus que vai melhorar. Ela tem o apoio e carinho das filhas e isso tbém é fundamental.
      Amanhã sai o resultado da biópsia, né? Fico na torcida pra que o grau não tenha alterado...Mas independente do resultado, Deus está com vcs e jamais nos abandona nos momentos que mais precisamos.
      Vou remeter no seu e-mail a dieta que vc solicitou.
      Grande abraço e fiquem com Deus!
      Assim que possível nos mantém atualizados...

      Excluir
    2. Ei Danielle! Continuo acompanhando seus relatos sobre a sua mãe e também continuo com minhas orações pra vcs. Um forte abraço! Cris

      Excluir
    3. Oi Danielle, espero que esteja tudo bem com sua mãe. Assim que possível nos manda notícias...
      abraço!
      Lidionete

      Excluir
    4. Olá Lidionete!Como está o Vitor? Olá Cris! Como está seu namorado! Espero que estejam bem! Desculpe-me a minha ausência, pois estamos passando por muita correria com o caso da minha mãe.
      Bom, o resultado da Biópsia continuou no Astrocitima Difuso Grau II com 20% de populações de células malignas. Até então ficamos menos desesperadas por não ter evoludo o grau. Com isso já tentamos marcar a consulta com a Radioterapia e a Oncologia para ver se iria fazer tratamento complementar novamente, mas as datas estavam longe ainda, fiquei apreensiva, pois sem saber o que acontecia dentro do cerebro depois de uma cirurgia tão invasiza, dá insegurança. Enfim, percebemos que a minha mãe veio reduzindo sua coordenação motora e mobilidade do lado esquerdo do corpo. E no domingo 16/06 após o banho, ela foi cutucar a casquinha da cicatrização do corte da cirugia, e acabou retirando, com isso, ficou um "buraco" aberto na cabeça. Fui levá-la a um exame de desintometria ossea na segunda-feira 17/06 e resolvi mostrar a ferida da cabeça as aux enfermagem, que indicaram que eu mostrasse ao médico pois tem risco de infecção. Fiquei preocupada e levei aos médicos da neurocirurgia na mesma hora, eles olharam e dalí ela ja ficou internada. A princípio eles estavam estudando a possibilidade de fechar a ferida com cirurgia plástica, e em parelo estávamos o tempo todo sinalizando sobre a mobilidade dela que se reduzia mais a cada dia e aí percebemos que a fala também estava ficando mais enrolada. Após uma semana eles decidiram por não fazer a cirurgia plástica e sim tratar com curativos com colágeno e queriam dar alta à ela. Nós não deixamos dar alta pelo quadro dela, pois ela estava bem mais debilitada de como entrou no hospital. Aí começaram a dar uma atenção maior solicitando uma ressonância, a qual apresentou um crescimento do tumor. Aí os médicos começaram a se preocupar e providenciaram outra ressonância mais específica que conseguiram ver as fibras do cérebro, a qual confirmou o crecimento do tumor que mais que dobrou de tamanho em relação aos 15% de resíduo que ficaram da cirurgia. Aí estão discutindo como farão para fazer outra cirurgia visto que existe uma perida já aberta na cabeça. Os médicos tem pressa em fazer uma nova cirurgia para remoção desta parte que cresceu, pois disseram que o tumor está crescendo muito rápidamente em pouco tempo, inclusive suspeitam que a conclusão da Biópsia possa estar equivocada e que o tumor pode sim ter evoluído para Grau IV. Ficamos desconcertadas, aflitas, angustiadas e com muito medo. Ela está sem mobilidade nenhuma do lado esquerdo do corpo, em braço, perna e precebemos que o rosto está um pouquinho torto. Os médicos estão verificando a possibilidade de operarem com a ferida da cabeça do jeito que está, porém terá riscos de infecção e até póde causar miningite. Só pedimos que Deus tome conta, que Deus e nosso Senhor Jesus Cristo cubra com seu manto sagrado e nos abençoe neste momento tão difício, tão complicado e doloroso. Está nas mãos de Deus para que ele faça o que for melhor à minha mãezinha. Ela está sofrendo muito e dói demais vê-la assim. Mais uma vez venho clamar por orações, pois sei que a corrente da fé pe muito forte! Obrigada pela atenção de vocês! Nos conforta de alguma forma... pois nos compreendemos por passar situações semelhantes.
      Grande Beijo no Coração!
      Danielle Daspett

      Excluir
    5. Acabamos de saber que realmente a conclusão da Biópisia de Mar/13 foi equivocada. Minha mãezinha foi diagnosticada com Glioma de Grau IV. Sim o tumor evoluiu de Grau II para Grau IV. Agora, estamos aguardando pela cirurgia que será acomonhada com um cirurgião plastico para já providenciarem a plastica para fechar a ferida da cabeça. O Dr. informou que os riscos de infecção~não são tão graves. E depois da cirurgia a orientação será direto para uma nova quimioterapia, talvez não seja mais com o TEMODAL, pois não conteve o crescimento quando era de GRAU II. Enfim meus irmãos... Está nas Mãos de nosso poderoso DEUS! Sei que somente ele pode operar este milagre e cremos em seu poder e sua benevolência! Deus pode mais! Aguardaremos a marcação da Cirurgia e lhes informo assim que tivermos mais notícias.
      Fiquem na paz de Deus! E peço que nos ajude na corrente de oração! Obrigada a todos!
      Danielle Daspett

      Excluir
    6. Oi Danielle, ainda não tinha lido este seu relato, mas sei que a terceira cirurgia aconteceu no dia 25/07 e removeu 90% do tumor. Muito triste que tenha evoluído em tão pouco tempo, pois demonstra o quanto é agressivo...
      Que Deus continue dando a força necessária para enfrentar tantos desafios.
      grande abraço!

      Excluir
  62. Descobrimos hoje, pós o meu irmão ter tido varias convulsões em janeiro ,que ele tem o astrocitoma leve ...e será transferido do hospital em que está para um oncológico. ELE COMPLETOU ONTEM DIA 25 , 60 ANOS E SEMPRE FOI SADIO... É UM BAQUE MUITO GRANDE... MAS PRA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL vamos esperar pra saber o que os médicos irão fazer... ainda não sabemos o que poderá ser feito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita força e que os médicos encontrem a melhor forma de tratar o problema.
      Que Deus abençoe vcs!
      abs

      Excluir
  63. bom resido em manaus amazonas, meu filho edilson tem 11 anos, foi diagnosticado com esse mesmo tumor astrocitoma difuso grau 2 , ele se submeteu a 2 cirurgia a primeira o medico dele disse q tinha tirado todo o tumor, ele foi pra uti depois teve alta, com 5 dias depois d 3 semanas em casa os pontos inflamaram mesmo tomando antibiotico ,levei no hospital joazinho ai tiveram q abrir de novo , ai ele passou 3 semanas isso foi em fevereiro , ai deram alta pra ele , na 1 cirurgia o medico solicitou a biopsia , peguei semana passada o resultado i levei pro medico e ele mim encaminhou para o cecom , agora eu nao sei oq pode acontecer , fui hoje la i a medica disse q como foi retirado todo, ela falou q ela ainda ia ver como ia ficar estou na fe i confiante em deus porque eu sei q o pior ja passou , ja ouvi varios documentarios de pessoas nesse sat , nem sabia q existia pessoas com esse mesmo caso , pelo resultado da biopsia q eu digitei o nome desse exame i pude ver tantos casos umas iguais i outras diferentes , cada caso e um caso mais a fe e a mesma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é fácil quando descobrimos que um filho tem esta doença... Meu filho tinha 6 anos na época do diagnóstico e confesso que foi muito difícil.
      Mas é super positivo o fato de ter sido retirado todo o tumor na cirurgia. Isso é muito raro tratando-se de tumor infiltrativo...
      No caso do meu filho, apesar da remoção parcial do tumor, os médicos não prescreveram radioterapia ou quimioterapia. Decidiram pela conduta expectante, ou seja, somente acompanhamento com ressonâncias magnéticas periódicas. Hoje, 5 anos e 3 meses depois, eu entendo que foi a melhor escolha. Esse tipo de tumor pouco responde a estes tratamentos, além da chance de favorecer novas mutações e o tumor tornar-se resistente e virulento.
      Melhoras para o seu filho e que ele se restabeleça o quanto antes!
      abs

      Excluir
  64. Olá, boa noite!
    Há duas semanas tenho pesquisado bastante sobre tumores do Sistema Nervoso Central, especificamente sobre o astrocitoma grau 3. Tenho uma prima que devido a fortes dores de cabeça e a repentinos "apagões" procurou um médico, fez os exames, e a doença, então, foi detectada. Ela já passou por duas cirurgias para a retirada do tumor, entretanto 15% ainda permanecem lá devido ao caráter infiltrativo e a proximidade a áreas vitais. Ela já teve alta, está bem e sem sequelas. Agora passaremos por um oncologista, especialista em tumores do SNC, para discussão do melhor tratamento. Diante de tantas dúvidas tenho pesquisado muito sobre isso e descobri que há cerca de 1 ano chegou ao Brasil uma máquina de cirurgia robótica de alta tecnologia, de origem norte-americana, chamada Novallis TX, essa máquina permite um tratamento milimétrico, com altas doses de radiação, sem atingir tecidos saudáveis, ou seja, tumores antes inoperáveis, agora podem ser combatidos dessa forma. Os protocolos variam de 02 a 05 sessões inicialmente, um grande ganho de tempo e um menor desgaste do paciente, que antes se submeteria a 30 ou mais sessões de radioterapia convencional. As sessões duram de 15 a 20 minutos e são indolores. Pelo que vi existem apenas duas máquinas dessas aqui no Brasil, nos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein, em São Paulo. Segunda-feira, dia 13, passaremos pelo onco e todas as perguntas serão feitas; assim que tiver mais informações, postarei aqui! Espero ter ajudado, pois existe a esperança de que talvez possa haver um aumento significativo da sobrevida de muitos pacientes ou, quem sabe, até a cura!
    Um abraço a todos
    Vívian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivian, mais uma vez, obrigada pela sua contribuição.
      Nos mantenha informados sobre sua prima e a possibilidade de se beneficiar desta nova máquina de cirurgia robótica. Que tudo dê super certo!
      abs

      Excluir
  65. Meu filho teve um astrocitioma difuso grau II que sangrou, como um AVC.Ele entrou no hospital já praticamente morto.Os medicos atraves da tomografia descobriram que ele estava com um tumor e o tumor sangrara provocando o AVC.Ele retornou do AVC mas o cerebro inchou demais por causa do tumor e necrosou por causa do inchaço.Os medicos demoraram a operar e quando operaram já acharam o cerebro necrosado por causa do inchaço provocado pelo tumor.Ele aguentou dois meses mas acabou morrendo porque grande parte do cerebro necrosara.Vcs conhecem historia semelhante?Cerebro que necrosou por causa do inchaço provocado pelo astrocitoma II?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, dramático o seu relato!
      Mantenho contato com muitos casos de astrocitoma grau II e confesso que nunca vi história semelhante.
      Mas me lembrei agora do caso do meu filho, na época do diagnóstico, pois estava escrito no laudo da ressonância o termo "foco hemorrágico". Quando os médicos leram aquilo, ficaram desesperados. Mas o laudo não condizia com o exame clínico, pois ele não apresentava qualquer sintoma condizente. Os médicos depois me disseram que em algum momento o tumor sangrou, mas o próprio organismo absorveu e deixou aquela marca ali. Hoje tenho ciência dos riscos que meu filho correu.
      Imagino o tamanho da sua dor... Que Deus traga o conforto ao seu coração.
      Receba meu abraço solidário.
      Lidionete

      Excluir
    2. Meu filho não chegou a fazer ressonancia pois os medicos disseram que o cerebro dele-- por causa do inchaço-- estava "nebuloso" e o resultado da ressonancia seria turvo.

      Os medicos hesitaram demais em opera-lo.Quando o fizeram já era tarde demais.O cerebro necrosou.

      Acho que não tinham experiencia com ASTROCITOMA II.Talvez não soubessem que o Astrocitoma II é difuso e infiltrativo. Talvez o que eles consideraram "pouco nitido" fosse uma caracteristica do tumor e não devido ao inchaço.

      De qualquer forma nunca mais porei os pes naquele hospital.

      Nem recomendo ninguem a se internar lá.

      Flavia

      Excluir
    3. Oi Flávia, realmente as imagens do astrocitoma grau II confundem um pouco os médicos... É o que noto toda vez que eles analisam as ressonâncias do Vitor - isso até hoje. O que confirmou o diagnóstico foi o exame anátomo patológico da biópsia...
      abs

      Excluir
  66. Ainda sobre meu filho os medicos queriam opera lo com o neuro navegador para terem mais precisão na cirurgia mas o cerebro dele apesar das doses maciças de decadron continuava muito inchado e nem a resonancia magnetica puderam fazer.Dai a demora em operar e a consequente necrose que acabou com grande parte do cerebro dele.Repito: Vcs conhecem caso semelhante?

    ResponderExcluir
  67. estava lendo os comentarios e resolvi ecrever
    meu nome é Paulo meu pai tem o astrocitoma grau II desde 1997 foi descoberto pq ele teve uma convulsao
    na epoca tinha o tamanho de uma laranja no lado esquerdo da cabeça o medico optou por tirar uma parte ,por estar enraizado o tumor depois da cirurgia paralisou o braço e a perna direita dele e mexeu com a fala um pouco depois foi feito radioterapia hj depois de 16 anos tem uma qualidade de vida muito boa . boa sorte a todos









    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo, obrigada por compartilhar conosco a experiência do seu pai! Fico muito feliz em saber que ele está bem após 16 anos de diagnóstico!
      Que Deus continue abençoando muito seu pai e toda família!
      abs

      Excluir
    2. Olá Paulo! Nossa que esperançoso o seu relato! Obrigada! Isso nos dá mais ainda esperança e fortalece a nossa fé de que ainda pode haver LUZ neste túnel!!! Obrigada! Estamos na esperança que minha mãe tenha sucesso depois desta fase tão cruel... Estamos aguardando ainda a decisão dos médicos para fazerem a 3ª cirurgia dela... pois identificaram que o tumor evoluiu muito em pouco tempo e ela está com o lado esquedo tod paralizado, É muito triste...
      Obrigada pelo seu depoimento de sucesso!
      Que Deus lhes abençoe cada dia mais!
      Abraços,
      Danielle Daspett

      Excluir
  68. Olá!! Minha ultima postagem foi em Outubro de 2012. Meu sobrinho, um adolescente hoje com 17 anos, foi diagnosticado a exatos 1 ano atrás com essa doença. O tumor não pode ser retirado, o caso estava grave...os médicos de inicio queriam a quimioterapia injetável, mas depois optaram pelo temodal. Fez sessões de radioterapia, muitas na cabeça e onde a médica disse que NUNCA mais ia nascer cabelos, nasceram cabelos lindos, ele está super cabeludo. Porém está pesando 100kg, por conta dos medicamentos com corticóide, prum adolescente lindo e em forma que ele era, acho que na cabecinha dele essa é a maior provação. Pois bem, depois disso tudo, o tumor maior, entre vários, reduziu e junto com ele todos os demais. Em Abril desse ano só alegria tivemos com esse resultado. Porém a quimio com temodal continuou...ah um detalhe por conta da doença ele manca da perna esquerda e não consegue abrir o olho esquerdo, inclusive esse já está com estrabismo. O direito continua ok. Então de Maio desse ano para cá, de repente meu sobrinho ficou prostrado na cama, dependendo de andador e cadeira de rodas mesmo assim ia com o pai assstir o jogo da Copa das confederações,daí veio o tumor e voltou a mostrar sinais de crescimento, as convulsões voltaram, desmaiei após uma convulsão dele, minha irmã que é a mãe dele chegou a urinar na roupa de tão nervosa e pra piorar em junho teve pneumonia, essa o levou pro hospital, onde passou 15 dias na UTI e atualmente se encontra num quarto de hospital acamado. Tudo dói nele...até a pele. Durante todo esse tempo nunca vi meu menino reclamar de nada, sempre resignado. Mas a dor era tanta que ele chorou e se revoltou, oramos muito, e por fim ele se acalmou. Vai agora iniciar uma nova quimioterapia, que ainda desconheço. Narrei todo esse sofrimento pra dizer uma coisa, com certeza cada organismo age de um jeito e isso não quer dizer que hoje quem é diagnosticado com essa doença vai passar pelas mesmas coisas de meu sobrinho. E diante de tudo que vimos e estamos vendo ele passar, até agora NINGUÉM perde a fé. Acreditamos na cura e no milagre. Ainda darei meu testemunho aqui para vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jana, espero, de coração, que seu sobrinho se recupere. Meu namorado teve um astrocitoma grau II e está bem, mas sempre venho aqui para dar uma olhadinha. Vcs já olharam a respeito do tratamento com álcool perílico? Li algumas coisas na internet e fiquei entusiasmada com esse tratamento.
      No mais, oro para que Deus conforte o coração de todos nós durante essa provação.
      Abraços
      Cris

      Excluir
    2. Olá Jana, obrigada por nos atualizar com as notícias.Realmente, cada caso é diferente um do outro, pois há vários fatores envolvidos... Já passou 50 dias desde quando vc postou e espero que seu sobrinho esteja melhor, em andamento com o novo tratamento. É muito difícil passar por tudo isso, mas Deus está conosco, independente das circunstâncias.
      Grande abraço e fico aqui na torcida por vcs!

      Excluir
  69. Olá! No ultimo dia 25/07 conseguiram definitivamente operar minha mãe pela 3ª vez, pois conforme relatei acima o tumor dela evolou de Astrocitoma Garu II para Glioma (Grau IV). Conseguiram retirar mais de 90% do tumor e ficamos imensamente felizes e grata! Ainda está sem os movimentos dos membros do lado esquerdo, porém temos fé que se retirado a maior parte do tumor e com ajuda de fisioterapia, ela conseguirá a voltar andar! Hoje ela ainda está internada (50 dias), porém iniciará hoje o tratamento de quimioterapia venal. Estamos apreensivas pelas reações, porém acreditando que o tratamento a ajudará a recuperar a qualidade de vida!
    Vamos orar por todos que precisam de ajuda e saúde reestabelecida! Que assim Seja!
    Amém!
    Forte Abraço,
    Danielle Daspett

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um abraço forte para vc e sua família Danielle. Recebo esta notícia com imensa alegria. Que bom que tem nos mantido informados. Parabéns por sua força em todo este tempo de luta.
      Meu namorado completou 1 ano da operação em que retirou completamente o astrocitoma II, hoje ele está bem mas ainda tem convulsões focais. No momento estamos fazendo testes com anticonvulsivos para encontrar o melhor para ele e a melhor dosagem. Sofri bastante na época e sei que hoje sou uma pessoa melhor, pois dou mais valor a cada momento que tenho com as pessoas que amo.
      Continuo minha oração por vcs. Cris

      Excluir
    2. Olá Danielle, infelizmente a evolução para graus mais elevados é uma possibilidade deste tipo de tumor... Astrocitoma grau IV ou Glioblastoma multiforme é a variante mais grave e deve ser tratada o quanto antes e que bom que ela já iniciou a quimioterapia. Há várias drogas como Temodal, Avastin, Tarceva, que ajudam a manter o tumor sob controle.
      Fico aqui na torcida... Muita força, que Deus abençoe muito vcs!
      abs

      Excluir
    3. Oi Danielle, somente hoje li os detalhes que vc escreveu numa outra postagem mais acima, dos sintomas estranhos que sua mãe apresentou e tbém da ferida aberta no local da cirurgia... Que luta vcs tiveram! Que pena que o temodal não teve o efeito esperado e não conteve o crescimento do tumor e consequente evolução para grau IV...
      Os desafios são muitos, mas Deus está com vocês!
      Estou aqui em oração e assim que possível nos atualize com notícias.
      grande abraço!

      Excluir
  70. Olá sou Tatiana moro na Paraiba, no dia 08 de março de 2013 tive uma crise dormindo,fui levada ao um hospital próximo o médico disse que não era nada e mandou pra casa,fiquei meia sonolenta e percebi que não estava normal, fui ao neuro ele pediu uma tomografia e viu uma mancha mas não dava pra ver o que era, pediu uma ressonância e sim um diagnóstico,era um tumor intracraniano(glioma)tive que passar por uma intervenção cirúrgica para retirada do mesmo, no dia 10 de abril de 2013 a cirúrgia foi um sucesso, com três dias já me sentia muito bem parecia um sonho pois achava que não voltaria normal mas DEUS poupou a minha vida fiz muito repouso ,hoje faz 4 meses e me sinto bem estou em radioterapia (30) sessões fiz 3,estou muito confiante,porque a minha esperança é JESUS e temos que confiar nele que tudo pode, espero que com esse relato possa ajudar alguém quem quiser entrar em contato comigo meu imail é tatygilluisinho@hotmail,tenho várias experiências e quero ouvir outros relatos espero contatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leyna, obrigada por compartilhar conosco a sua experiência!
      A grande esperança de todos nós é Jesus, com toda certeza. Ele jamais nos desampara, independente das circunstâncias. Fazemos a nossa parte, buscando os melhores recursos e Ele a dele, que é nos abençoar e estar sempre conosco.
      Grande abraço e fico aqui na torcida por vc!

      Excluir
  71. Boa noite! Meu esposo tem 35 anos e a 2 meses descobrimos que ele tem uma lesão no talamo e na medula. Pelas imagens os medicos acham que é Astrocitoma, fez a biopsia pela medula no dia 25/08 após a biopsia ficou sem movimentos nos braços e pernas, os medicos haviam falado que iria ficar paraplegico, falei que nós cremos em um Deus que faz o impossivel acontecer, aproximadamente 2 semanas após a biopsia ele começou a ter mov leves nos braços e pernas, tudo para glorificar o nome do nosso Deus. Continuamos nessa batalha, pois a biopsia deu inconclusiva e o local não pode ser operado. O Medico acha que é de baixo grau, pois em uma nova ressonancia não houve evolução. Sugeri ao medico a possibilidade de entrar com radio ou quimio. Pela experiencia de vocês, o que acham? Somos de Manaus, temos dois filhos tivemos que deixa-lo com meus pais e vir para São Paulo. Não esta sendo facil, estou muito apreensiva e sem rumo. Porém cremos em um Deus e tenho orado para que Ele dê direção aos medicos nas decisões a serem tomadas. Gostaria também de saber sobre essa dieta que tanto falam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivien, realmente não é fácil quando descobrimos que alguém da nossa família tem esta doença. Parece que o mundo se desmorona diante dos nossos pés. Nesse momento, só Deus para nos dar a força necessária para encarar de frente a situação e lutar.

      Passei por isto a quase 6 anos atrás, quando meu filho Vitor, então com 6 anos, foi diagnosticado com glioma no tronco cerebral , mais especificamente “astrocitoma difuso”. Ele fez a cirurgia, mas infelizmente não foi possível remover todo o tumor, devido às características infiltrativas nos nervos que controlam funções vitais, como a parte cardiorespiratória. Somente a biópsia pode definir exatamente o tipo de tumor. No caso do seu esposo deu “inconclusivo”... Seria interessante vcs enviarem a amostra para outro laboratório, para saber a opinião de outro especialista... É importante saber o nome do “inimigo” com que teremos que lidar,pra que o tratamento correto seja aplicado...

      Se for confirmado que é “astrocitoma de baixo grau”, ainda não há um consenso entre os médicos sobre a melhor conduta, pois uns recomendam radioterapia e quimioterapia, enquanto outros adotam conduta expectante, ou seja, acompanhar com ressonâncias magnéticas periódicas e somente adotar conduta mais drástica em caso de evolução. Pelo que tenho acompanhado de outros casos, nem sempre a quimioterapia /radioterapia traz resultados satisfatórios... Parece que este tipo de tumor não é muito "sensível" a estes tratamentos. Um dos princípios básicos da quimioterapia convencional é atingir as células que se multiplicam rapidamente... Mas nos astrocitomas de baixo grau as células se dividem lentamente... E aí, como fica? Sem falar que muitas vezes a "agressão" da radioterapia pode desencadear novas mutações, tornando o tumor mais resistente... Esse é um assunto controverso e essa é a minha opinião. Somente um médico poderá dizer qual a melhor conduta, pois cada caso é diferente um do outro. No caso do meu filho, os médicos do GRAACC optaram pela conduta expectante, apesar de o exame Ki-67 der sido positivo (presença de células malignas em mitose)... No início eu achava que o melhor seria “atacar” o tumor, hoje já penso diferente e creio que foi a melhor escolha.

      continua...

      Excluir
    2. continuação...

      Cada tumor é biologicamente diferente um do outro e a evolução depende da quantidade de mutações... Quanto mais mutações, mais agressivo e virulento. Eu particularmente acredito que num organismo fortalecido, as chances de controle do câncer são aumentadas. Podemos também diminuir as chances de novas mutações, que conforme mencionei, são responsáveis pela progressão da doença... Aí que entra os benefícios de uma alimentação “anticâncer”...

      Depois do problema já instalado, o que podemos fazer é minimizar os seus efeitos... Nosso organismo procura sempre se regenerar e quanto menos "lixo" ingerirmos, melhor será. Precisamos dos nutrientes certos para que nosso sistema de defesa faça seu trabalho... Na minha opinião, a grande estratégia é a desintoxicação diária. Uma forma excelente são sucos de vegetais "específicos" crus... Tenho um livro muito bom chamado "Os alimentos contra o câncer! - a prevenção e o tratamento do câncer pela alimentação", cujos autores são 2 grandes especialistas na área do câncer, Dr. Richard Béliveau, professor de bioquímica na Universidade de Medicina de Montreal, Canadá e o Dr. Denis Gingras, pesquisador especializado em oncologia, no Laboratório de Medicina Molecular, do Hospital Sainte-Justine, também no Canadá. São impressionantes os resultados dessas pesquisas acerca de alguns alimentos como o brócolis, couve, alho, chá verde, cúrcuma, ômega-3 e a maioria das frutas e legumes...Segundo eles, o aporte cotidiano desses diferentes alimentos constitui um meio simples e eficaz de combate ao desenvolvimento e à progressão do câncer... E é exatamente isso que tenho feito com relação ao meu filho nos últimos 5 anos e meio.

      Aconselho a leitura de um livro chamado: Anticâncer, cujo autor é um médico francês (David Servan-Schreiber) que descobriu-se portador de um tumor cerebral (Glioblastoma / Astrocitoma Grau IV) e não se conformando com o prognóstico de 6 meses de vida, decidiu pesquisar a fundo sobre estratégias nutricionais. Infelizmente ele acabou falecendo em julho de 2011, mais viveu muitos anos livre da doença e com ótima qualidade de vida.

      Nesta postagem aqui do blog tem um resumo da dieta que meu filho fez inicialmente:
      http://jornadacontraocancer.blogspot.com.br/2009/05/proposta-de-dieta-inteligente-para-o.html

      Quanto ao livro do Dr. Schreiber, fiz um resumo aqui:
      http://jornadacontraocancer.blogspot.com/2009/07/tumor-cerebral-david-servan-schreiber.html

      Outra grande inspiração para mim é o Dr. Bem Wiliams , que também utiliza estratégias nutricionais, aliadas ao tratamento protocolar e convive com um Glioblastoma Multiforme (Astrocitoma grau IV) há mais de 18 anos.

      O Dr. Bem Williams tem um site, onde publica anualmente todas as atualizações do seu tratamento:
      http://www.virtualtrials.com/williams.cfm

      Atualização de 28 de janeiro de 2013, a mais recente:
      http://www.virtualtrials.com/surviveben.cfm

      E assim vamos seguindo, um dia por vez. Nada sabemos quanto ao futuro, mas agradeço a Deus por cada dia que nos concede. A última ressonância magnética foi realizada em março último e mostrou que está sob controle, sem alterações em comparação com as anteriores. A próxima será na próxima semana, dia 09/09/13 e peço a Deus que tudo continue bem. Depois que adotamos estas estratégicas, a saúde do meu filho melhorou muito. Ele leva uma vida normal, sem qualquer sintoma que o remeta à doença e peço a Deus que assim permaneça. até quando Ele permitir.

      Fico aqui na torcida pelo seu marido... Os desafios são grandes, mas Deus nos fortalece quando mais precisamos.

      grande abraço!

      Excluir
  72. Olá pessoal, minha ultima postagem foi em em 12 de julho, o caso que sempre narro aqui é sobre meu sobrinho. Bom, desde que ele teve pneumonia, que se internou, tudo decorrente do tumor, organismo com as defesas em baixa, desde entao nosso garoto não consegue andar!!! Está com serviço de home care, fazendo varias sessões de fisioterapia, enfermeira para dar banhos, trocas de fraldas pois ele realmente não consegue sair da cama, perdeu alguns bons quilos, já está aparentemente melhor, o olho que não abria por conta do tumor pressionando o nervo optico, hoje ja abre todo por completo. Porém o fato dele não andar nos preocupa bastante. Essa fase está sendo acho que a mais dificil, pois esta a quase 5 meses numa cama, e acho que toda essa situação o deixa confuso, fica perdido em relação ao dia e as horas e olhe que nós familiares estamos sempre estimulando o raciocinio dele...mas tá complicado!! A quimioterapia está suspensa a 2 meses, coisa que não poderia estar acontecendo, mas ele começou a ter reações de vômitos com o temodal e antes isso não ocorria...dois meses sem a quimioterapia é algo muito preocupante, fez semana passada uma ressonância e estamos aguardando com ansiedade o resultado e sempre orando, pedindo força a Deus e saúde restabelecida pro nosso garoto.

    ResponderExcluir
  73. Pessoal,feliz 2014 pra todos que costumam vim aqui pesquisar, se informar, buscar forças pra essa luta!!! Moro em Maceio, sou a tia do adolescente que comecou com astrocitoma, evoluiu pra gliomatose, o tumor maior respondeu bem ao tratamento, porem esta de cama desde julho/2013...enfim...fez a ressonancia como eu havia dito e o resultado foi nada do que gostariamos, um novo e grande tumor no corpo caloso...inicialmente a medica quis tentar uma quimioterapia mais forte, porem, conversando com outros especialistas chegaram a conclusao que melhor nao mexer mais...hj ele se alimenta por sonda, nao anda, sempre no oxigenio, tudo isso em casa, home care..ate semana passada ainda falava e agora nem isso mais. Vim so atualizar vcs e dizer que Deus realmente tem pra cada filho uma programação na vida e se Ele permite essas dores e aflições, devemos aceitar e deixar que seja feita a Tua Vontade!!!!! Um grande abraço!!! Janaina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Janaina, faz quase 3 meses que vc deixou este último relato. Pelo que vc descreveu, a situação se complicou bastante. Imagino a dor e sofrimento da família ao ver um lindo garoto de 17 anos numa cama, enfrentando essa doença tão terrível. Como vc mesmo disse, devemos aceitar a vontade de Deus, que sabe o que é melhor para cada um de nós. Mas enquanto há vida há esperança e milagres podem acontecer... Assim que possível nos manda notícias. Grande abraço!!

      Excluir
  74. Cristina 07 03 2014
    Ola pessoal ,minha mae tambem tem um astrocitoma difuso grau 2 teve convulsao no dia de natal ela caiu dentro do quarto dela .Foi um choque para toda nossa familia, minha mae tem 51 anos saudavel nunca sentiu nada nem sequer uma dor de cabeça. Ela ficou trinta dias internada para exames de tomografia e rm onde foi diagnosticada tumor de baixo grau. Ja fez a cirurgia da biopsia onde foi diagnosticado astrocitoma difuso grau 2. O medico disse que cirurgia nem pensar pela localizaçao do tumor e pelas sequelas. Ela ira iniciar seu tratamento agora dia 20 de março com radio. Estamos entregando cada minuto de sua vida para Deus e eu como filha tenho certeza que ela vai sair dessa pois ela e uma mulher de muita fe. Mereçe viver muito com a gente. Eu amo ela dmais estou sofrendo muito mais sei que Deus fara o melhor para ela . Peço a todos vcs que orem muito por ela e por mim tambem. Um grande abraço a todos.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cristina, parece que nos falta o chão quando quem amamos é diagnosticado com esta triste doença. Só Deus mesmo para nos dar a força necessária para prosseguir.

      Tratando-se desse tipo de tumor, é muito raro quando uma cirurgia consegue removê-lo por completo. Como tem características infiltrativas, é muito delicado, ainda mais tratando-se de partes nobres e delicadas do cérebro, onde o risco de sequelas é muito grande.

      Ela iniciou o tratamento com radio? Os médicos indicaram o temodal também?

      Estou na torcida pra que ela fique bem e que o tratamento tenha os melhores resultados.

      Manda notícias assim que possível.

      abraço!

      Excluir
  75. Olá Lidionete, Meu marido está diagnosticado com astrocitoma 4. Apenas radio p/ aliviar sintomas que virão. Poderias me passar a dieta alimentar para ajuda-lo? Deus te abençoe. eulliaserafin@yahoo.com.br Olaia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil desculpas pela demora... Remeti o e-mail.

      Que Deus abençoe vcs!!

      Excluir
  76. Boa noite Lidionete, assim como os demais depoimentos, também estamos passando por situação similiar em uma pessoa da nossa família, astrocitoma grau II. Gostaria de ter acesso a dieta alimentar. lec_pb@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Remeti o e-mail... Peço desculpas pela demora.

      Que Deus os abençoe, tudo de bom!

      Excluir