domingo, 1 de novembro de 2009

Neurocitoma Central

Tumor constituído por células redondas uniformes, com diferenciação neuronal demonstrável por imunohistoquímica e/ou microscopia eletrônica, tipicamente situado nos ventrículos laterais na região do foramen de Monro, afetando adultos jovens, e com bom prognóstico. Histologicamente imita oligodendrogliomas. Apresenta grau de malignidade II segundo a OMS.
Histórico: Originalmente descrito por Hassoun e colaboradores (1982). O termo deve ser restrito a tumores situados nos ventrículos supratentoriais.
Incidência: Em 3 séries cirúrgicas, variou entre 0,25 e 0,5% de todos tumores intracranianos. A idade quando da manifestação clínica variou de 8 dias a 67 anos (média 29 anos). 46% foram diagnosticados na 3ª década e 72% entre as idades de 20 e 40 anos. Ambos sexos são igualmente afetados.
Localização: Ventrículos laterais e/ou IIIº ventrículo. A posição mais comum é na porção anterior de um dos ventrículos laterais (50%), com certa preferência pelo E, seguido por uma extensão combinada aos ventrículos laterais e IIIº ventrículo (15%), ventrículos laterais bilateralmente (13%) e IIIº ventrículo apenas (3%). Neurocitomas pequenos foram descritos no forâmen de Monro, septo pelúcido, corpo caloso, hipotálamo e tálamo. Em 2 casos foi relatada disseminação liquórica.
Clínica: A maioria dos pacientes apresenta hipertensão intracraniana de duração relativamente curta (média 3,2 meses). Ocasionalmente: déficits visuais ou mentais, distúrbios hormonais: amenorréia, gigantismo, hipersecreção de vasopressina ou de hormônio de crescimento pelo tumor.
Macroscopia: Homogêneos, acinzentados, friáveis, com variável calcificação.
Microscopia: Geralmente, aspecto semelhante a oligodendroglioma. Rosetas de Homer Wright e células ganglionares são raras. Capilares delicados. Calcificações em metade dos casos, geralmente distribuídas por todo o tumor. Raramente, anaplasia, mitoses, proliferação vascular e necrose.
Diagnóstico diferencial: oligodendroglioma, ependimoma, pineocitoma.
Proliferação: Quando medida por Ki-67, geralmente menor que 2%. Tumores com índice maior que 2% freqüentemente mostraram proliferação vascular e tiveram um intervalo significativamente mais curto antes da recidiva. Como o prognóstico, mesmo assim, é muito melhor que o dos gliomas, fala-se em neurocitoma atípico, e não anaplásico. Citometria de fluxo revelou diploidia em 10/10 casos.
Genética: Em 12 casos não foi detectada mutação de p53.
Prognóstico: Geralmente benigno. O tratamento de escolha é remoção cirúrgica total. Pacientes que não receberam radioterapia adjuvante tiveram sobrevida longa sem recidiva, mas a maioria dos pacientes é irradiada. Não se sabe se isto é realmente necessário. Há alguns casos com histologia benigna e baixos índices proliferativos que tiveram recidivas e má evolução.

Fonte: http://www.fcm.unicamp.br/deptos/anatomia/nptneurocitoma2.html#texto

26 comentários:

  1. Lidionete , achei seu blog hoje e achei importante fazer este comentário...
    Meu marido teve este mesmo tumor aos 32 anos de idade. Também em lugar de difícil acesso. Ele fez duas cirurgias para tentar retirá-lo mas nas duas ele não foi totalmente retirado. E tinha um detalhe: o neurocitoma do meu marido era de um tipo atípico que crescia rapidamente. 6 meses Após a primeira cirurgia , o pedacinho que havia ficado, dobrou de tamanho...ele operou de novo e não extraiu totalmente. Foi aí que o médico o encaminhou para o hospital Beneficiencia Portuguesa, em SP, onde ele realizou uma radiocirurgia .Isto foi em 2008. Ele faz RM de 6 em 6 mese...O tumor sumiu!
    O médico disse que ele está curado.

    Na época o hospital em que ele fez as cirurgias em Belo Horizonte em MG , não fazia esse procedimento. Mas hoje faz.

    RADIOCIRURGIA... se ainda não te falaram a respeito, enforme-se...no caso do meu marido valeu muuuuuito.

    Que Deus te ilumine!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.. tudo bem? Gostaria de saber como esta hoje seu marido. Sobre essa radiocirurgia, ele teve alguma sequela? há 5 meses descobrimos um tumor de 8 cm no meu marido. Neurocitoma também. Sabe se esse hospital ainda faz esse procedimento?

      Excluir
    2. Paloma Aáker, desculpe a demora. Só hoje li sua pergunta. Meu marido passa bem. Já se passaram 10 anos da radiocirurgia e ele fez ressonância uma vez por ano , durante todos esses anos. Realmente ele se curou. Não há mais nada. Ele não ficou com nenhuma sequela. O tratamento é de uma forma que a radiação é direcionada só para o tumor, por isso tem menos risco de sequela e podendo ser mais forte que a radioterapia comum. Provavelmente o hospital ainda faz. E fiquei sabendo que no Mater dey em BH tb já faz. Já se passou muito tempo. talvez outros hospitais já fazem o procedimento. Procure saber. Boa sorte, e que Deus abençoe vcs.

      Excluir
    3. Oiii aqui e a Paloma, estou no email do meu marido
      . Meu marido fez a cirurgia de retirada do tumor dia 11 de novembro de 2016. Ainda está na Uti. No 2 dia depois da cirurgia houve uma hemorragia q afetou o tálamo. Ele abriu os olhos mas não interage com a gente. Só o tempo agora pra ele se recuperar. O meu marido tbm não tirou o tumor inteiro, tirou 70% do tumor. No caso da cirurgia do seu marido, teve alguma complicação após a cirurgia dele? Quando tempo ele levou pra acordar? Teve alguma sequela?

      Excluir
  2. Vibrei com o seu depoimento! Já ouvi falar sobre radiocirurgia e também sobre o Hospital Beneficência Portuguesa como pioneiro nesta técnica no Brasil. Sei também que a radiocirurgia só é aplicável em tumores muito pequenos... Agradeço seu relato, pois confirma uma excelente opção de tratamento, tendo em vista que nem todos os médicos mencionam como viável.
    Deus continue abençoando vcs!
    abs

    ResponderExcluir
  3. Meu esposo está se recuperando da remoção cirúrgica deste tumor que se encontrava no ventrículo central predominantemente lado direito um pouco acima do tronco cerebral próximo ao tálamo, a lesão ocupava 1/3 do cérebro, pois além do tumor haviam 06 sistos tumorais enormes, ele foi submetido a cirurgia em 01/12/2009 em Campo Grande/MS aos 29 anos de idade, para remoção foi preciso utilizar um aspirador ultrassônico que veio de São Paulo/SP, mas graças a imensa boa sorte e o ótimo médico, o mesmo foi removido totalmente, e em Junho/10 ele fez a R.M. e apareceu apenas a cicatriz. Ele faz fisioterarpia, já está andando, a mão esquerda ainda meio fraca mas a cada dia fica melhor. Estou muito feliz com a sua recuperação.

    ResponderExcluir
  4. Descobri, na inicio de 2010 que minha esposa é portadora de um neurocitoma central no ventrículo lateral esquerdo. Ela estava fazendo um tratamento de sinusite pois sentia fortes dores de cabeça. Não surtindo o efeito do referido tratamento ela foi encaminhada para um neurologista que através de tomografia e ressonância magnética descobriu o tumor. Segundo o neurocirurgião o único tratamento disponível é o cirúrgico, muito arriscado segundo ele. Ela está fisicamente bem, toma em torno de 2 a 3 comprimidos por dia de dipirona para conter a dor de cabeça e faz acompanhamento de 6 em 6 meses com ressonância magnética para visualizar o tumor. Eu amo minha esposa que só tem 37 anos e quero muito que ela fique bem. Na verdade eu estou mais preocupado que ela com a situação, mas não deixo transparecer para não prejudicar ela mais ainda. Somos casados há 10 anos e essa foi a pior coisa que aconteceu em nossas vida. O futuro agora esta totalmente incerto para nós. Tínhamos programado nosso primeiro filho para 2011 mas resolvemos adiar em função da situação. Não somos ricos e isso dificulta ainda mais o problema pois se tivéssemos dinheiro suficiente com certeza ele seria melhor atendida. Peço que por favor se alguém conhecer alguma maneira de nos ajudar, algum tratamento experimental quem sabe, meu e-mail é: juliomachado_2010@hotmail.com
    Gostaria de saber também se esta doença gera algum benefício previdenciário uma vez que ela trabalha de doméstica com carteira assinada e ganha somente meio salário. Se ela fosse para o inss receberia um salário inteiro e isso iria, com certeza melhorar a qualidade de vida dela. Se alguém puder me informar, ficarei muito agradecido.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo mais acima
    Obrigada pelo seu relato! Que bom que a cirurgia do seu marido foi um sucesso e o tumor pôde ser retirado na sua totalidade.
    A total recuperação de eventuais sequelas pode ser lenta, mas que bom que está progredindo!
    Tudo de bom pra vcs!

    ResponderExcluir
  6. Julio, realmente é muito difícil ver quem amamos ser diagnosticado com um tumor cerebral. Parece que o chão se abre a nossa frente. Mas é neste momento que eles mais precisam de nós, para apoia-los, pois muitos desafios virão para serem superados. Mas ainda bem que é um tumor tratável cirurgicamente e de bom prognóstico. Com fé em Deus dará tudo certo.
    Quanto a benefícios previdenciários, sugiro esta cartilha, que poderá ajudar:
    http://www.inca.gov.br/publicacoes/DireitosPacientesCancer.pdf
    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  7. Meu filho foi diagnosticado com tumor cerebral e ja estava muito grande no dia 2 de então no dia 13 ele completou 16 anos e no dia 14 passou pela cirurgia que durou das 8 até as 17:30, o medico disse que pelo aspecto o tumor é maligno e muito agressivo mas so vamus ter certeza do tipo quando chegar o resultado da biopsia, o medico não conseguiu tirar todo o tumor, hoje ele ainda esta na uti e entubado, estão drenando um liquido que esta juntando na cabecinha dele, eu estou apavorada e ontem começaram a tirar os sedativos pra ele acordar mas ele ta muito inchado o rosto todo queria saber se isso tudo é normal nessas cirugias ele continua entubado e o tumor dele se localizava intraventricular.

    ResponderExcluir
  8. Imagino a sua aflição... Quando meu filho saiu do centro cirúrgico, me assustei quando o vi todo inchado e com muitos "fios" e tubos pendurados... É traumático!
    Devido à complexidade de uma neurocirurgia, geralmente a recuperação é lenta e gradativa. Varia de caso para caso.
    Tumores localizados na região intraventricular são de difícil acesso cirúrgico, portanto complicados e muitas vezes o neurocirurgião não arrisca pra não causar sequelas graves...Os médicos deverão propor outras formas de tratamento...
    Espero que seu filho esteja bem e recuperando-se a cada dia.
    Muita força e grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. ola...
    gostaria de desabafar em algumas palavras...
    pois estou no hospital e aguardo uma nova cirurgia; minha 3ª...possuo um neurocitoma central localizado acho que no 3º ventriculo direito do cérebro e estou bem graças a Deus! Porém estou preocupado com o quadro de sequelas que podem existir! Uma vez que não fiquei com nenhuma após duas cirurgias 14 min sem respirar após duas convulsões...mas tenho fé em Deus q mesmo que eu tenho a real chance de fazer mais uma cirurgia ele guiará as mãos da equipe médica!

    gostaria que vc me falasse sobre os riscos de sequelas para esse tipo de tumor localização!!

    vc pode me ajudar...
    qualquer coisa meu msn é equilibrium}_festa@hotmail.com e estou aguardando a cirurgia para quarta após pegar minha RM. obrigado pela oportunidade de desabafar!!

    ResponderExcluir
  10. eu também tenho o tumor neurocitoma,tenho 16 anos e no meu caso a retirada seria muito perigosa.poderia dar uma emorajia interna.mais estou fasendo tratamento estou no final do tratamento,e graças a deus ele esta diminuindo.
    estou fasendo tratamento no hospital erasto gaertener em curitiba
    eu espero que todas as pessoas que tem ou tiveram esse tipo de tumor seja abençoadas
    eu sei que nem um tipo de cancer é bom
    mais esse tumor neurocitoma como dis o meu médico
    esse tumor dos males ele é o melhor

    ResponderExcluir
  11. Olá ,estou triste de ver tantos comentários a respeito deste tumor...Mais contar uma breve história da minha heroína minha filha Giovanna que desde o meu útero já tinha um neurocitoma atipico onde operou a primeira vez com um ano e dois meses retirando por completo. Após 4anos voltou e desde 2006 então estamos lutando com diversas recidivas com cirurgias,quimio,radio e agora depois de 1ano de quimio tendo resultado positivo ele voltou a crescer. Sempre no ventrículo lateral direito mais migrou tb para o terceiro onde esta sendo mais difícil a cirurgia. Nossa o meu coração sofre mais vejo a alegria de viver da minha filha mesmo tendo diversas seqüelas. Tão amada e querida por todos que a cercam,e a nossa fortaleza.
    Boa sorte a todos nos e que Deus nos guie.
    Ana Claudia Cavalcanti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem lembrava que tinha contado aqui a história da minha filha. Infelizmente, não tivemos muito sucesso . Foram diversas cirurgias , quimioterapia, radioterapia, quimioterapia oral... enfim , operava , tratava , e depois no descanso dos remédios lá vinha de novo as recidivas. Minha guerreira foi muito forte , um anjo. Mais depois de seis anos de luta ela se foi... e estamos a quatro anos sofrendo com a ausência .
      Mais fico muito feliz de ver relatos positivos, e fico na torcida de sempre o melhor para todas as pessoas que se encontram com esta doença tão difícil.

      Excluir
  12. Alguma sugestão ,por favor me indique.
    gilbertoeana@hotmail.com
    Ana Claudia Cavalcanti

    ResponderExcluir
  13. Olá meu nome é natália, tenho 28 anos e a pouco mais de um mês descobri que tenho um tumor Neurocitoma que está no meu ventriculo lateral esquerdo... Gostaria de mais informações sobre esse tipo raro de tumor... Pessoas que ja tiveram, tratamentos,tudo o que puderem me dizer... Dia 02 de Abril farei uma cirurgia para retirá-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natália, espero que tenha dado tudo certo na sua cirurgia. Assim que possível manda notícias!
      abs

      Excluir
  14. Lidionete, vc pode me passar seu e-mail... Gostaria de entrar em contato com vc!
    Obrigada..
    Natália.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natália, fiquei um certo tempo sem acessar aqui e vi agora seu recado.
      Meu e-mail: lidionete@gmail.com
      Tudo de bom pra vc!
      abs

      Excluir
  15. Olá meu nome é Dionara, tenho 23 anos, tive esse mesmo tipo de tumor, e fiz uma cirurgia ano passado, realizei 2 cirurgias, pois o tumor era muito grande e nao conseguiram retirar na primeira cirurgia, que era pra ser só na parte da manha e foi o dia todo, e apos 15 dias mais ou menos realizei outra para remover mais. Apos 1 ano, estou bem em casa, mas tive uma trombose na perna esquerda, porque fiquei muito tempo na uti, As vezes tenho muito medoo e choro, porque vejo outros casos que o tumor volta a crescer, mas nao esse tipo, mas mesmo assim tenhoo medo. Alguem aii ja teve esse mesmo tipo e faz tempo? Gostaria de saber se teve alguma evolução, pois em mim foi retirado só 90%, e tenho muito medo. vi o caso do Jogador Oscar e morro de medo.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diomara, não é fácil conviver com o "fantasma" de uma recidiva, sei muito bem como é. O caso do meu filho é outro tipo de tumor... Um glioma, parecido com o do jogador Oscar... Fez a cirurgia e tbém não foi possível a remoção total. Completou 6 anos de diagnóstico e graças a Deus está sob controle...O conselho que te dou é que devemos viver um dia de cada vez e entregar nossa ansiedade nas mãos de Deus, pois nada sabemos quanto ao futuro. Risco? Corremos todos os dias, tendo ou não um tumor, pois vivemos num mundo violento e cheio de maldade.
      Siga sua vida da melhor maneira possível, fazendo planos, projetos e sendo feliz.
      Fica com Deus!
      abraço!

      Excluir
  16. Ola meu nome e Gelson, minha esposa apresentou alguns problemas de memoria a praticamente um mês atrás e algum sintoma de não conseguir caminhar normal, fomos ver com um medico e nos orientou para procurar um neurologista que após realizada a ressonância foi visto um neurocitoma no ventrículo central, que por recomendação de 3 neurocirurgiões deveria ser feito cirurgia, portanto foi feita esta cirurgia,quase 6 hrs, mas hoje após dez dias de UTI minha esposa se encontra ainda entubada com auxilio de maquina e com muito tempo de sonolência, em poucos momentos fica levemente desperte, atendendo poucos comandos, e com o lado direito quase paralizaso, peco a que me auxiliem no sentido do que fazer ou recomendar neste caso que esta acontecendo com a nossa família e com a minha querida esposa. obrigado.

    ResponderExcluir
  17. È muito triste quando recebemos uma noticia destas, eu mesmo recebi em 2000. fiz duas cirurgias, mas hoje estou bem. graças a meu bom Jesus. oração contra o cancer: o cancer e Jesus vão a roma o cancer se vai e Jesus volta, viva cristo morra o cancer .morra o cancer morra o cancer e viva a fé em Jesus Cristo, amem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ps: foi retirado apenas oitenta por cento.

      Excluir
  18. Venho por meio desta relatar meu testemunho de vida. Meu nome é Cleyton de Oliveira Queiroz, tenho hoje 29 anos, moro em Caranagola - MG, e se eu contar minha vida p o carroceiro até o burro chora.kkkk.Tudo começa em 2006 quando comecei namorar uma menina, começamos a namorar, aí em meados de 2008 ela me trai, ela mesmo me contou, eu fui terminei na hora, sofri demais, pois bem, passado 1 mês de término, ela doida me pedindo para voltar, dei mais uma chance a ela, até pq eu estava sofrendo demais, fui contra todos, conta a minha família, contra os meus amigos.Continuamos a namorar, em 2010 noivamos e íamos casar em 2012, ai ela tinha uma irmã que morava em BH e que precisava dela lá para tomar conta do filho dela, uma vez que a empregada pediu para sair, e a minha namorada estava desempregada na época, aí começamos a namorar a distância, só que namoro à distancia é mt dificil, eu fui arrumei um serviço no hospital lá e fui morar lá próximo a casa da irmã dela. No final de 2011 ela me traiu de novo, só que aí ela não me falou nada não, ela só falou que queria terminar. Eu tinha a senha do facebook dela, e vi na caixa de msg dela uma conversa com o rapaz, que tinha gostado mt de ficar c ela no revellion, que esperava que ela terminasse comigo p assim os dois ficassem juntos, eu fiquei indignado e lembrei do que meu pai falou comigo, que mulher que tem coragem de trair uma vez ela vai trair sempre. Falei indignado com ela que eu tinha descoberto tudo e que o namoro e o noivado tinha terminado ali mesmo. Acabou o romantismo kkkk. Pois bem liguei p meus pais falando da traição, e eles me pediram p voltar, mas lembro-me que uma noite antes eu sonhei com DEUS me falando que não era p mim voltar que ele tinha maravilhas na minha vida ainda. Acatei o pedido de DEUS. Aí em 2012 eu estava sentindo mt dor de cabeça, foi ai que eu procurei um médico no Pronto Socorro do Hospital da Unimed e ele me explicou que se eu fosse mulher, seria normal, pq mulher sente mt dor de cabeça mesmo, por causa dos hormônios, mas já que eu era homem não era tão normal assim. Ele me pediu que fizesse uma tomografia de crânio ali mesmo, eu fiz a tomografia aí concerteza deve ter acusado alguma coisa, posteriormente ele me pediu uma Ressonância Magnética que é um exame mais detalhado. Eu fiz a RM e qdo eu vi o resultado da RM, o Médico que chama DR. MAURO TOSTES, me deu a péssima notícia que eu estava com um tumor cerebral, e que estava mt grande afetando àreas do cérebro. Mas enfim, liguei p meus pais dando a noticia, eles mt chocados mas na mesma hora pegaram o carro e se mandaram p BH. 380km de distãncia. Eu operei no dia 10 de Agosto de 2012,aí fiquei mais 15 dias lá p acabar de recuperar, e voltei p Carangola. Um mês se passou depois da cirurgia e eu voltei em BH p fazer nova Ressonância Magnética. O tumor graças à DEUS era benigno, não era maligno mas ai o medico achou que tinha tirado tudo, mas ele deixou 15% p trás, poderia tirar ou não tirar, mas vcs imaginam eu bem e pensando assim " Eu to c um restante de tumor no cérebro", aí vamos tirar esse restante de tumor. Pelos meus pais eu não tinha operado de novo não, mas eles me respeitaram. Entrei p cirurgia menos de 2 meses depois. Aí dessa cirurgia eu lembro de quando o médico estava pronto p me operar ele falando assim: "Nós vamos começar a cirurgia agora. Ai concerteza ele deve ter me entubado, sedado, qdo eu entrei em si eu já estava em casa, já tinha 1 mês, meus pais que estavam me dando banho, praticamente fazendo td por mim. Eu fiquei 1 semana no CTI lá em BH. Em dezembro de 2012 eu voltei no médico de novo, fiz nova RM aí constatou que graças à meu bom DEUS o médico tinha tirado tudo. Não tinha mais nada referente ao tumor na minha cabeça. Aí em Junho de 2013 eu fiz nova RM continuou não dando nada. Ai fiz 2014 e 2015, continuou não dando nada. Ai o Dr Mauro me liberou 2016, agora ele quer um exame novamente em 2017. Essa é minha história galera. Se tiver alguém que não acredita em DEUS, eis a prova viva de que DEUS existe mesmo.DEUS abencõe vcs. ABRAÇOS

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...