Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 1 de novembro de 2009

Oligodendroglioma

Os oligodendrogliomas (OL) são tumores gliais de baixa malignidade e crescimento lento que acometem predominantemente a substância branca dos hemisférios cerebrais, com tendência a envolvimento cortical. São mais comuns na região fronto-temporal e representam aproximadamente 5% dos tumores intracranianos e 10 a 17% dos gliomas. Nos últimos anos houve aumento expressivo no diagnóstico de OL em função da possível sensibilidade desses tumores à quimioterapia. Além disso, a presença de componente oligodendroglial em tumores de maior grau de malignidade parece ser um fator relacionado a maior sobrevida. Dessa forma, os patologistas se viram compelidos a procurar por células com núcleo pequeno e redondo com halo claro perinuclear em todos os tumores estudados. Entretanto, a diferenciação microscópica entre OL, neurocitoma central e algumas vezes com ependimoma de células claras, tumor neuroepitelial disembrioplástico (DNT) e pineocitoma pode ser difícil.
Não existe, até o momento, um marcador sensível e específico para a célula oligodendroglial e diferentes tipos de tumores podem mostrar áreas oligodendrogliais. Por outro lado, pode haver expressão de diferentes marcadores em OL típico, por vezes trazendo mais confusão. O diagnóstico diferencial deve preferencialmente ser baseado em dados clínicos (localização do tumor, idade e história clínica), neuroimagem, achados histopatológicos e imunoistoquímica. Entretanto, muitas vezes os dados clínicos podem ser escassos para o patologista, dificultando a diferenciação entre os tumores.
São tumores de hemisfério cerebral de adultos, com pico entre 35 e 45 anos. A localização mais freqüente é a supratentorial, na região frontal. Envolvem freqüentemente o córtex. Geralmente têm crescimento lento.
Com incidência menor que os astrocitomas e glioblastomas, correspondem a 5-10% dos gliomas. Há uma forma pura, e uma forma mista, os oligoastrocitomas, que são mais comuns.
Macroscopicamente, formam massas acinzentadas, geralmente melhor delimitadas que os astrocitomas. Calcificações são comuns.
O aspecto histológico é característico. São formados por oligodendrócitos, que são células pequenas, com núcleo redondo e citoplasma claro, geralmente com halo vazio em volta do núcleo (aspecto em ovo frito). A impressão é de regularidade. Os vasos são delicados, com ramificação dicotômica, e formam uma trama comparada a tela de galinheiro. Geralmente não se observa a proliferação endotelial característica dos glioblastomas.
Prognóstico: Embora sejam relativamente bem delimitados e histologicamente diferenciados, tendem a recidivar após a retirada cirúrgica, já que esta só raramente pode ser completa. O grau de malignidade dos oligodendrogliomas comuns é grau II da OMS, e pode aumentar nas recidivas, passando a grau III, ou oligodendroglioma anaplásico.

Fontes: http://www.fcm.unicamp.br/deptos/anatomia/taneugliomas.html#oligo
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2006000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

112 comentários:

  1. oligodendroglioma é cancer?

    ResponderExcluir
  2. Oligodendroglioma é um tipo de tumor cerebral que apresenta "malignidade",que pode ser baixa ou alta, portanto é um tipo de câncer.

    ResponderExcluir
  3. Fiz uma cirurgia em março de 2011 e, agora estou em radio com previsão de 30 sessões. Demorei algum tempo para procurar informações e agora aqui estou. Tenho 44 anos e uma filha de 5 anos... e, por enquanto é o que consigo dividir. De resto estou me esforçando. Sou enfermeira e nenhum sintoma esperado ocorreu, para que meu olhar se voltasse para meu corpo. "Acasos" me permitiram estar em melhor condição de tratamento. Volterei algumas vezes. Parabenizo a iniciativa e agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia ,gostaria de saber em que periodo do tumor você engravidou?O neurocirurgiao que me operou a 11 anos atras sempre me disse que eu poderia desenvolver uma gravidez normal,porem essa que passei recentemente foi muito taxativa disse que no caso de acontecer uma gestaçaõ poderiamos estar em risco eu e o bebe ,ate onde essa informação esta correta..

      Excluir
    2. Boa Tarde.No meu caso só descobri o tumor com 35 semanas de gestação, ate ai não sabia nem que tinha a doença e inclusive quase não apresentei sintomas alem da vista um pouco embaraçada. Mas graças a meu pequeno Derick, descobri a doença por meio de duas convulsões que me levaram ao hospital, na qual foi necessário fazer a cesariana.

      Excluir
  4. Olá Juliana, obrigada pelo seu depoimento!
    Sucesso no seu tratamento!
    abs

    ResponderExcluir
  5. ola gostria de saber mais sobre os tratamentos. sempre tem q se realizar quimio ou radio pós ressecção cirurgica!??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sempre os dois são necessarios, EU fiz só radio!

      Excluir
  6. Puxa vida! Vocês são lutadoras! Oro a Deus para que tudo dê certo. Beijos!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá, me chamo Geliane tenho 29 anos, sou casada de tenho uma filha de 5 anos, ontem peguei o resultado da biopsia, do tumor que foi retirado de minha cabeça no dia 21/12/11, e o resultado foi que o meu é um oligodendroglioma de grau II, a principio o médico disse que a ressecação do tumor foi total, mais pelo que li, pode ser que ele volte?

    ResponderExcluir
  8. Oi Geliane, minha mãe também está passando pelo mesmo processo. O oncologista indicuou o tratamento radioterapico (pois o tu. dela é muito extenso sem possibilidade de ressecção cirurgica). Procurei o CACON de Brasília, onde ela foi inserida no sistema de regulação de radioterapia (uma lista de controle para procedimentos de alto custo) e eles fizeram contato hoje, com a consulta para iniciar a radioterapia dia 17/01. Estou muito ansiosa, mas acredito que está sendo bem conduzido o caso da minha mãe. Justamente por existir a possibilidade do grau II tornar-se grau III ou IV o tratamento neste momento é indicado. Boa sorte pra você! Cys

    ResponderExcluir
  9. PEÇO A DEUS E AOS SEUS SERES DE LUZ GUIAREM OS MEDICOS E FORTALECER OS PACIENTES COM FÉ , ESPERANÇA E CORAGEM NA CONQUISTA DA VITORIA .
    QUE DEUS OS ABENÇOE

    ResponderExcluir
  10. rosa,estou numa fase de ansiedade,pois a minha médica de familia não valorizou o resultado da tac mas diz que um conglomerado de calcificações, mas no final fala de OLIGODENDROGLIOMA COM ? será que o vosso resultado indicava o mesmo? pois a opinião de outra médica é um tumor e vou ter de fazer quimio ou rádioterapia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu nome é Luis, tenho um oligodendroglioma grau II, fiz a cirurgia no dia 14 de janeiro de 2011, no hospital do cancer em Barretos, 100% de sucesso, sem sequelas!
      Graças a Deus!!!
      Maiores informações: e-mail e msn: luis.advg@hotmail.com

      Excluir
    2. QUE DEUS TE ABENÇOE SEMPRE!!!!!!

      Excluir
  11. Pessoal no dia 10 de janeiro postei um comentário aqui, hoje dia 05/06 alguns meses depois me deparo com uma situação um pouco chata, semana passa fiquei internada novamente pois as crises epiléticas que eu tinha antes da cirurgia voltaram no inicio de maio e bem mais forte do que antes, e olha que sempre tomei o medicamento conforme o médico receitou desde que fui internada da primeira vez..agora o médico mudou o medicamento e este agora está me dando tonturas e me fazendo vomitar, mais o médico disse que posso levar até 15 dias para me acostumar com o medicamento..o que mais me intriga não são as convulsões fortes e sim o médico não saber me dizer se foi retirado todo o tumor ou não, pois em um mês fiz uma ressonância que constava que tinha um pouco do tumor, no outro mês fiz outra que dizia que não tinha nada, mais o médico não confia em nenhuma e agora me pediu um exame que se chama Pet Ct, que ainda vou ver se meu plano vai liberar. Ando com muito mal estar igual antes e estou preocupada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Geliane, obrigada por compartilhar sua experiência conosco. As imagens de ressonância às vezes nos confundem. Sei muito bem o que é isto, pois já passei algumas situações semelhantes com relação ao meu filho. Percebo que até os próprios médicos/radiologistas ficam na dúvida... Mas é importante investigar estes sintomas que você vem apresentando e fico aqui na torcida pra que seja apenas a troca do remédio e nada mais.
      Que Deus te abençoe!
      abs

      Excluir
  12. Boa Noite pessoal, há alguns dias postei que eu precisava fazer um exame chamado Pet Ct ou Pet Scan, Graças a Deus consegui fazer e no exame deu que não tenho mais nada, a ressecação do tumor foi total e não tem nenhuma célula cerebral ativa, e por este motivo não precisarei fazer radioterapia, apenas estou na luta para me adaptar a medicação para a epilepsia, mais só de saber que não tenho mais nada em minha cabeça já fico tranquila...agora só em dezembro que terei que fazer outra ressonância para controle,e como já disse estou somente tentando controlar o ataque epilético. Graças a Deus tudo deu certo para mim e dará certo para quem está passando por este momento difícil....é só ter fé... Abraços a todos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, Geliane, que notícia maravilhosa!!
      Que Deus continue te abençoando hoje e sempre! abraço!

      Excluir
  13. Oligodendroglioma tem cura do grau 2?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for possível a remoção cirúrgica completa, as chances de recidiva são menores...

      Excluir
  14. Boom , meeu nome e Elaine ' fiz uma cirugia dia 31/05/12 ! A cirugiia foi um suscesso graças a Deus não fiquei com nenhuma seguela . Mais Agora fui encaminhada pra fazer Radioterapia , Mas fico na duvida , Poorque os medicos falaram qe retiraram todo o tumor e poorque tenho qe fazer radio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elaine, geralmente quando os médicos falam que retiraram todo o tumor eles estão se referindo à "parte visível"... Se eles solicitaram a radioterapia deve ser para diminuir as chances de recidiva, pois alguma eventual "célula" pode ter restado e eles acham melhor prevenir.

      Excluir
  15. passei pela experiencia de tratar o cancer um OLIGODENDOGLIOMA ANAPLACICO, foi fcio o dificio ainda e o PRECONCEITO DAS PESSOAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A luta é grande e só quem passa pela situação entende...
      Que Deus lhe ajude a superar todos os desafios!

      Excluir
  16. Bom dia,

    Minha mãe foi operada em 06/2010 e fez ressecção completa do oligodendroglioma. Fez radioterapia com aparente sucesso em ambos os procedimentos. Agora dia 15/10 ela teve uma crise convulsiva em casa e a ressonância magnética indicou recisiva do tumor acompanhado de multiplos pontos de isquemia. Estranhei porque na última Ressonancia, em junho, estava tudo bem, sem sinais de recidivas tumorais. Agora devido a essas isquemias ela está totalmente debilitada sem os movimentos do lado esquerdo do corpo. Não sabemos nem o que esperar, estamos seguindo todos os procedimentos médicos...mas não temos muitas espectativas de melhora. Minha família está sofrendo muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino a dor deste momento. É muito triste ver quem amamos sofrendo.
      Os médicos falaram se é possível radiocirurgia?
      Muita força e que Deus abençoe vcs!

      Excluir
  17. Olá. Meu filho fez microneurocirurgia com neuronavegação em doente acordado, 25Out2012, o médico diz que retirou tudo. É esse aí oligodendroglioma grau 2. Começou com crises de perder forças e sentir-se mal aos 17 anos (fez 27 dia 10Nov27 e saiu do hospital véspera, dia 9), na urgência hospitalar só receitavam calmante que ele desistiu de tomar. Faz agora 21Dez2012 dois anos que ele vomitou às 03h, ficou paralisado lado esq e cara lado esq inchada. Não conseguia falar, só deitado. Pensei que fosse sono. Mas ao fim de várias horas, umas 6 ou 8, ele recuperava por ele mesmo. Dessa vez eu pensei que fosse AVC com 25 anitos acabados de fazer e obriguei médica na urgência fazer TAC cerebral. Deu tumor. Mas só agora foi operado porque piorou e mudei de hospital, no anterior não ligavam.
    Graças a Deus que é Bom e Pai, ele está sem indicação para quimio ou radioterapia. Está é com convulsões/epilépsia de ficar todo aos saltos e muita medicação. Ontem começou a diminuir, mas vai ser muito devagar e só 1 dos 3 medicamentos. Nossa Senhora que é Mãe, o ajude a consiguir ir em frente, retirar (alguma) medicação sem problemas.
    Em Jan2013 faz nova RMN Ressonância magnética crâneo e EEG electroencefalograma por causa das crises.
    Depois de retirar o capacete e dreno da cirurgia, ficou com braço esq dormente e não se podia tocar pois ele sentia tipo choque e doía. Depois melhorou mas não tinha sensibilidade aí, pois o tumor afectava sistema sensorial lado esq, tendo recuperado alguma. Só não tem do cotovelo para a mão, mas sente quente e frio, mexe bem e tem força.
    Na cara e perna não ficou com nenhum problema, Graças Deus!
    Dou sempre Graças a Deus pois creio que ELE do mal tira o bem. Nós não percebemos isso, mas entregando nas Suas Mãos, nas de Nossa Senhora e S José, a dor fica mais fácil de suportar pois tem significado.
    Rezo por vocês todos como pelo meu filho e todos que estavam no hospital com ele.
    Somos de Portugal, e foi operado no Hosp São João.
    Até sempre,Isaura G
    Dia 18Dez2012 vamos buscar autorização médica para fisioterapia. E que Deus o Abençõe mais quem vai tratar dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isaura, obrigada por compartilhar sua experiência conosco.
      Espero que seu filho esteja melhor e que a ressonância realizada em janeiro constate isto.
      A batalha é dura, mas Deus nos dá a força necessária para prosseguir.
      Assim que possível nos manda notícias.
      abs

      Excluir
  18. Ola! hoje recebi a informação de que minha mãe tem um Oligodendroglioma, Estou desnorteado com tudo isso, busco informações sobre a doença mas acho tudo muito subjetivo. Faremos hoje a noite um RM na minha mãe que ainda não sabe do que se trata. Busco informaçoes sobre a qualidade vida e o que fazer para minimizar o sofrimento e dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adilson, não é fácil quando uma doença dessas bate à nossa porta...
      E como está sua mãe? Fez cirurgia?
      Espero que esteja tudo bem e assim que possível nos manda notícias.
      abs

      Excluir
  19. Olá, boa noite!

    Fiz uma RM do encefálo por conta de um repuxo involuntário em minha perna direita, e o resultado sugeriu Oligodendroglioma. Nunca sofri de ataques epiléticos, dores de cabeça...
    Estou com muito medo, vou voltar a medica ainda dia 21 de fev.
    Obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  20. Oi Lidionete, já faz algum tempo que postei aqui que fiz uma cirurgia de retirada de um tumor cerebral (oligodendroglioma grau II) e que o mesmo constou no meu exame de Pet Ct que não teria mais nada (exame feito 6 meses após a cirurgia), porém ainda estava com problemas relacionados a epilepsia,já que estou tendo ataque epilético direto, e como meu médico disse é de difícil controle...o médico disse que não correria o risco do tumor voltar já que a resecção foi total e os exames feitos 6 meses após a cirurgia deram que estava tudo limpo, porém devido a epilepsia irei passar por um especialista agora dia 04/01....Mais gostaria de saber se corre-se o risco deste tumor voltar? Pois tem horas que tenho os mesmos sintomas de quando eu tinha o tumor, sintomas estes que sei que podem ser só da epilepsia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geliane, espero que esteja tudo bem e que os sintomas tenham melhorado e nada de anormal tenha sido encontrado.
      É importante sempre fazer o acompanhamento médico, pois não é possível afirmar com 100% de certeza que a doença não volte a se manifestar...
      Assim que possível nos manda notícias...
      abraço!

      Excluir
  21. Olá, voltei aqui pois em 24 de janeiro deixeu meu depoimento. Os repuxos que eu sentia na perna, eram na verdade convulsões, do tipo focais. Já passo pelo segundo médico e i a opniãao foi a mesma que ao invés de glioma, o meu tumor é do tipo meningioma "benigno". Minha cirurgia será, provalvelmente, em 25 de fev, na AACD. Nunca desistam de lutar, não é nada fácil receber um diagnosticos desses, mas a FÉ é mais que essencial nesse momento. Desejo semente pensamentos bons, e que vocês possam testtemunhar positivamente em breve sobre mais essa luta na vida de cada um!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani, realmente não é fácil receber uma notícia dessas, mas não há outro jeito senão enfrentar de frente com muita fé e coragem... Deus nos dá a força que precisamos.
      As imagens de ressonância são apenas "sugestivas"... O tipo exato de tumor só é possível saber com certeza após a análise do material da biópsia. Se for o meningioma, é um tipo menos complexo, pois é de natureza benigna.
      Desejo que tudo corra bem na cirurgia.
      abraço!

      Excluir
  22. Boa tarde a todos, em primeiro lugar quero deixar um sentimento de força a todos os que estão a passar por esta situação tão dificil.
    O meu marido sofreu um ataque epiletico com uma crise convulsiva,episódio único, em dezembro de 2012, após vários exames descobriram que era um tumor do tipo Oligodendroglioma grauII, foi operado ainda no mês de dezembro, em janeiro de 2013 fez uma ressonancia e ficamos a saber que o tumor não tinha sido retirado por completo devido a ser de natureza inflitrativa. A equipa que o acompanha disse que não vai fazer nem quimio, nem radioterapia, nada, que apenas vai continuar a tomar a medicação para a epilepsia, ser vigiado e aguardar... a não ser que o médico que o operou ache que deve ser submetido novamente a cirurgia! gostava que os medicos nos indicassem alguma forma de agir, sem ser aguardar, algum medicamento, alguma terapia alternativa conjuda com alimentação, qualquer coisa que nos ajudasse a lutar contra este mal.É muito dificil encontrar alguém, especialmente em Portugal, para partilhar informação por isso decidi vir aqui a este blog! Peço à D. Isaura G, que partilhe a sua informação aqui ou para o meu email, jotaluafeiticeira@hotmail.com , ou a toda a gente que queira, toda a troca de experiencias é bem vinda!
    Muita força a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá S. Batista, a situação do seu esposo é bem parecida com a do meu filho, diagnosticado com um glioma (astrocitoma grau II) a 5 anos e 4 meses atrás.
      Devido ao caráter infiltrativo do tumor, não foi possível a remoção cirúrgica total. Como era de baixo grau, não havia indicação de radioterapia ou quimioterapia, que pouco adianta nesses tipos de tumores. A equipe médica que o acompanha adotou conduta expectante, ou seja, acompanhar com ressonâncias magnéticas periódicas. Na ocasião tbém fiquei apreensiva, pois não me conformava que ficaria sem tratamento, o que poderia favorecer o crescimento do tumor, que é de natureza maligna.
      Foi então que decidimos adotar medidas que fortalecessem seu organismo, pois um sistema imunológico eficaz é uma das mais importantes armas à nossa disposição.
      Graças ao bom Deus o tumor mantém-se inalterado e sua saúde só melhorou.
      Vou compartilhar no seu e-mail algumas dessas informações que muito nos ajudaram.
      grande abraço!

      Excluir
    2. Não consegui remeter o e-mail, pois o mesmo retornou... Por favor, confirma o endereço, pois o mencionado acima não deu certo...

      Excluir
    3. Lidionete, tenho um amigo que acaba de ser diagnosticado. Você poderia me enviar essas informações também? Ele acaba de fazer a cirurgia para a retirada do tumor. Obrigada! Meu email é izabel.alvares@gmail.com

      Excluir
    4. Olá Izabel, obrigada pelo contato. Vou lhe remeter um e-mail, ok?
      abs

      Excluir
    5. Oi, fui diagnosticada com atrocitoma II fiz a cirurgia parcial há 2 meses e estou na expectativa do monitoramento. Me manda por favor um e-mail com as medidas que vc tomou Robertasoutoaraujo@gmail.com

      Excluir
    6. Boa tarde Roberta, respondi do seu e-mail... Deus te abençoe imensamente, abs

      Excluir
  23. Fiz minha cirurgia dia 04 agora e vou fazer ressonancia so daqui a dois meses, aguardando pra saber se vou precisar de radio ou quimio, de cara o medico disse que não deu pra retirar tudo, muito arriscado, fui pra UTI sem mover nada do lado esquerdo, graças a Deus voltou e hoje estou bem, só ansiosa pra me livrar disso, que Deus continue nos protegendo sempre!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marina, obrigada por compartilhar sua experiência conosco.
      Cirurgias radicais podem deixar sequelas graves e é por esta razão que os neurocirurgiões não tiram todo o tumor, quando este encontra-se em áreas nobres. Foi assim com meu filho também e hoje, após 5 anos, eu entendo que foi a melhor decisão.
      Que bom que está bem e já recuperou os movimentos do lado esquerdo!
      Continue em franca recuperação!
      abraço!

      Excluir
  24. Fazem 9 anos que fiz cirurgia para retirada de um tumor(meningioma).Desde então mudei totalmente a maneira de viver e ver as pessoas.Somente com muita fé,familia e amigos se consegue superar este momento.Abençoado o médico que me acompamnhou nesta caminhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha! É muito bom lermos relatos de sucesso...
      Que Deus continue te abençoando!
      abs

      Excluir
  25. Olá,tenho um oligodendroglioma grau II e lento,fiz uma biópsia (cirurgia) em agosto de 2012,agora fiz uma ressonância dia 04 de março 2013 e o médico falou que estava td bem pós cirurgia,e disse pra eu fazer a segunda cirurgia para tirar mais um pouco,não fiz nem radio e nem quimio,mas ele disse que dessa vez posso fazer,tenho apenas tonturas "sair do lugar" sabe um pouco,na média uma por semana,preciso saber se vale a pena fazer outra,e qt tempo de vida tem uma pessoa com Oligodendroglioma? Me add no Facebook,
    Everton Dantas,mas mande uma mensagem junto só add quem eu conheço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Everton, obrigada por compartilhar a sua experiência.
      Talvez estas "tonturas" melhorem com o tempo.
      Pensa positivo...Tempo de vida somente Deus é quem sabe. Risco corremos a todo instante, com atropelamento, assalto e até um raio na nossa cabeça... Tumores de baixo grau podem ficar estáveis durante anos, podendo "Conviver" como uma doença crônica, assim como diabete ou hipertensão... A medicina está evoluindo a cada dia e tenho fé que surgirão tratamentos mais eficazes (especialmente no campo molecular), capazes de curar tumores cerebrais deste tipo. Enquanto isso, vamos vivendo com alegria e gratidão, valorizando o amor, a fé e a esperança.
      Já sobre uma segunda cirurgia,somente o médico dirá qual a melhor conduta a ser adotada...
      Muita força, que Deus te abençoe!
      Grande abraço!

      Excluir
    2. Muito obrigado pela sua atenção e parabéns pelo blog,voltarei com notícias,abraços!!

      Excluir
  26. Olá,no dia 18/01/2013, meu pai teve uma crise(sentiu-se tonto e o lado direito um pouco esquecido)então, o levamos ao hospital. Após o exame de tomografia (realizado no mesmo dia) foi constatado um tumor cerebral. No dia 05/02/2013 foi submetido à cirurgia para retirada do tumor. A biópsia (18/02/2013) constatou um Oligodendroglioma (grau II OMS) e o exame imuno-histoquímico(27/02/2013) confirmou o resultado. O médico disse que a ressecação foi total,e o encaminhou para fazer radioterapia. Sou eu quem acompanha meu pai ao médico e, ainda não contei à minha mãe o que exatamente meu pai tem. Aos meus irmãos falei por alto... Ainda não encontrei uma forma menos dolorida de contar tudo para minha família, gostaria que me ajudassem de alguma forma, pq sempre q tento a coragem some e eu só falo que era um caroço ruim mas não tão ruim assim, e que fará um banho de luz para ter certeza que está curado. Meu pai tem 67 anos, era alegre, forte e saudável... hoje, menos de 02 meses depois da crise, está deprimido e debilitado. Creio em Deus que sairemos vencedores dessa batalha. Nunca tivemos na família nenhum caso de câncer, estava sentindo-me impotente diante de tudo isso mas, hoje, buscando informações na internet sobre esse tipo de doença,encontrei por acaso esse blog e li todas as postagens. Obrigada, a todos vocês que têm compartilhado um pouco da dor que sentem, ajudando muitos outros a superar com fé os obstáculos que a vida nos impõem. Deus abençoe,proteja e cure todos, desse mal que nos aflige, em nome de JESUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que um diagnóstico desses nos deixa desnorteados... Ainda mais que vc não compartilhou integralmente com seus familiares. É muita pressão!
      Mas há pontos positivos no seu relato... Graças a Deus que o tumor é de baixo grau e pôde ser retirado totalmente na cirurgia. Isto é muito bom!
      Quanto a contar ou não para seu pai, eu acredito que a clareza é sempre o melhor caminho. Meu filho tinha 6 anos quando foi diagnosticado com um tumor cerebral e optamos por contar, claro que de uma maneira lúdica, mas usando os termos "tumor", "câncer" e "radioterapia". Tbém não precisamos ser sinceros ou realistas demais, mencionando sobre prognósticos ou possibilidades. Somente o necessário para o paciente entender a situação.
      Quanto ao emocional do seu pai, talvez seja o momento de procurar ajuda especializada. É muito importante!
      Muita força e que Deus continue conduzindo a situação, rumo à cura completa!
      abs

      Excluir
  27. Pessoal, o meu pai teve convulsões hoje pela manhã. Ele teve 4 crises consecutivas (na 3ª em que presenciei ele já estava fora de si, gritava agitadíssimo parecia sentir fortes dores e estava muito difícil segurá-lo para os exames). Foi de repente, não se queixava de dores de cabeça e nenhum outro sintoma anteriormente a não ser um lapso de memória há meses atrás. Está internado e entubado num hospital em que até agora tive boas referências. O tumor já foi constatado. Conforme o médico, permanecerá sedado por 24hs onde o efeito do sedativo passará aos poucos para avaliar quais serão suas primeiras reações. Será submetido a ressonância e nesta manhã seguinte o médico nos dará uma posição quanto a gravidade e se será necessário ou não uma cirurgia.
    Então... pensamentos positivos! E caso tenham uma orientação...

    Grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Azevedo, imagino a aflição que vocês passaram. Espero que seu pai esteja bem.
      Assim que possível nos manda notícias.
      abraço!

      Excluir
  28. Olá Lidionete, é a Dani que deixou alguns comentários acima.
    Fiz minha cirurgia no Hosp Sta Catarina, com o Dr. Daniel S Gil e estou me recuperando bem, graças a Deus, sem sequelas.
    O resultado do meu anátomo é de Ependimoma e infelizmente vou ter que fazer terapia, digo infelizmente pois assusta um pouco. Fiz mais alguns exames de ressonancia e do liquor (medula) pra saber se está tudo ok pois trata-se de um tipo de tumor que acomete mais a medula, o que retirei foi no encefálo.
    Estou aguardando esses resultados e na confiança que Deus está comigo, com a gente, sempre nosso Deus!
    Obrigada por compartilhar tanto carinho na rede.
    Grande bj pra vc e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, espero que esteja bem. Não importa a dimensão do problema, Deus segura nossa mão e jamais nos desampara.
      Vc está fazendo radio e quimio?
      Sucesso no seu tratamento e que Deus te abençoe hoje e sempre!
      bjss

      Excluir
  29. Olá Lidionete! Tenho uma grande amiga que foi diagnostica com Oligodendroglioma Grau II em fevereiro/13 e operada em março, retirando uma boa parte do tumor (no INCA) e sem ficar com sequelas. Ela tem 41 anos, feitos no hospital, e um filho unico de 4 anos, mãe solteira. Hoje toma medicação para evitar convulsões ( mas já trocou duas vezes por conta dos efeitos colaterais, como o prurido intenso) e corticoide também. Vai começar a fazer Radioterapia em maio, 30 sessões.
    O que mais eu gostaria de saber de você é sobre este tratamento alternativo que está fazendo com o teu filho ( alimentação, vitaminas, etc...), o que seja. Vc poderia compartilhar comigo por e-mail? Como faço para te enviar o meu e-mail? . E como você citou em um comentário acima: só DEUS sabe o nosso tempo aqui e ELE cuida de nós sim... Fico muito grata pela a tua atenção e aguardo um retorno. Que Deus nos abençoe sempre! Grande abraço. Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose, não é nada fácil quando alguém próximo de nós é acometido com esta doença... Só Deus mesmo pra nos dar a força necessária pra continuar!
      Eu acredito muito que um sistema imunológico fortalecido aumenta as chances de recuperação na luta contra a doença. Com relação ao meu filho,foram só benefícios. Tudo que pudermos fazer é super válido...
      Meu e-mail é lidionete@gmail.com
      Fiquem com Deus e sucesso no tratamento da sua amiga!
      abraço!

      Excluir
  30. Olá Lindonete!
    Meu nome é Evandro e minha esposa (31 anos) também foi diagnosticada com Oligodendroglioma Grau II. Ea fez a de retirada total em Julho/2012 (foi um sucesso), mas como sabemos esse tipo de tumor tem comportamento infiltrativo e agora está fazendo tratamento quimioterapico com Temodal. Não há alteração nas imagens desde que ela fez a cirurgia, mesmo com o uso do medicamento.
    O médico diz que isso é uma caracteristica muito positiva, pois o que ficou na mancha é tão fraco que não reage ao medicamento. A idéia seria fazer a RT com 30 sessões, mas os médicos dizem que o melhor seria esperar, pois acreditam que uma vez que não há alteração com o tratamento quimioterapico, não compensaria usar RT no tratamento por enquanto.
    Gostaria de saber uma coisa, o que você quiz dizer em um de seus comentários com "fortalecer seu organismo e sistema imunológico".
    Gostaria de algumas "dicas" para que minha esposa também se fortaleça nesse sentido.
    Desejo do fundo do meu coração tudo de melhor ao seu filho e sua família!
    Nessas situações que acontecem em nossas vidas que observamos que todos nós somos feitos de amor!
    Que Deus nos abençoe e nos guie!
    Grande abraço, Evandro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdão, é Lidionete!
      Tem que melhorar na digitação...rsrs
      Desde já, muito obrigado, Evandro

      Excluir
    2. Oi Evandro, obrigada por compartilhar a experiência da sua esposa conosco.
      Respondi ao seu e-mail...
      Deus abençoe vcs!
      abraço!

      Excluir
  31. OLA RECEBI A BIÓPSIA DO MEU TIO HJ E FOI INDICADO Oligodendroglioma Grau II SEMANA PASSADA FOI REALIZADA A CIRURGIA E O MEDICO DISSE QUE O TUMOR FOI RETIRADO 100% COM SUCESSO E PEDIU UMA RM QUE CONFIRMOU ENFIM O TUMOR FOI TODO RETIRADO, VOLTAREMOS AO MEDICO DIA 10. PRA SABER SOBRE A BIÓPSIA. MAS GOSTARIA DE SABER SOBRE O CASO DELE. SE SERÁ QUE ELE TERÁ Q FAZER QUIMIO OU RADIO TERAPIA???? E ESSE CASO E GRAVE ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SO PRA LEMBRAR ELE NAO TEM NENHUM SINTOMA TIPO CRISES EPLEPTICAS OU TONTURAS.

      Excluir
    2. Remoção total do tumor é uma excelente notícia. Com relação a radio e quimio, ainda não há consenso entre os médicos sobre a melhor conduta, pois uns recomendam radioterapia e quimioterapia, enquanto outros adotam conduta expectante, ou seja, acompanhar com ressonâncias magnéticas periódicas e somente adotar conduta mais drástica em caso de evolução. Pelo que tenho acompanhado de outros casos, nem sempre a quimioterapia /radioterapia traz resultados satisfatórios... Parece que tumores de baixo grau não são muito "sensíveis a estes tratamentos. Um dos princípios básicos da quimioterapia convencional é atingir as células que se multiplicam rapidamente... Mas nos gliomas de baixo grau as células se dividem lentamente... E aí, como fica? Sem falar que muitas vezes a "agressão" da radioterapia pode desencadear novas mutações, tornando o tumor mais resistente... Esse é um assunto controverso e essa é a minha opinião. Somente um médico poderá dizer qual a melhor conduta, pois cada caso é diferente um do outro. No caso do meu filho, que foi diagnosticado com "astrocitoma grau II" a quase 6 anos, os médicos do GRAACC optaram pela conduta expectante, apesar de o exame Ki-67 der sido positivo (presença de células malignas em mitose)... No início eu achava que o melhor seria “atacar” o tumor, hoje já penso diferente e creio que foi a melhor escolha. O tumor não evoluiu e peço a Deus que assim permaneça.

      Excluir
  32. oi,meu esposo fez a cirurgia na cabeça para retirada de um tumor so que o dele deu maligno é um tumor oligodendroglioma anaplasico ele vomita muito alguem sabe me dizer pq? e o que e melhor da pra ele comer alguem pode me ajudar bjus claudete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudete, faz tempo que vc escreveu esse comentário. Espero que seu esposo esteja bem. Assim que possível nos atualize com notícias!
      abs

      Excluir
  33. Boa noite, meu genro tem este tipo de câncer oligodendroglioma anaplasico ,fez siderurgia e retirou tudo,mais vai ter que fazer rádio, hoje minha filha me ligou dizendo que ele estava com um pouco de febre. gostaria de saber se isto é um sinal que não esta nada bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seu genro tenha melhorado.
      Força, que Deus abençoe vcs!

      Excluir
  34. meu filho teve este tumor foi descoberto em 2005 ele estava então com 23 anos até então sempre foi saudável nunca se queixou de nada era assintomático o primeiro sinal foi uma convulsão justamente no dia em que completava 23 anos de idade ,socorrido a medica do os que o atendeu afirmava que ele tinha tido uma congestão e não uma convulsão,questionei pois sou da área de enfermagem ela simplesmente ignorou e deu alta pro meu filho 15 dias após veio a segunda convulsão ai começou o drama exames e mais exames até que foi confirmado meu mundo acabou ... cirurgia ,quimio, radioterapia ,medicamentos,,, ele passou a ter uma sobrevida pois o tumor já havia chegado as partes nobres....o qual foi preservado para que ele tivesse um tempo ....infelizmente em agosto de 2008 meu filho partiu junto com ele foi um pedaço de mim nada mais podia ser feito,teve um excelente tratamento,tudo foi feito no HC de São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito triste seu relato... Como mãe, imagino a sua dor.
      É uma doença terrível, que não escolhe idade, cor ou condição social. Peço a Deus que encontrem logo uma solução definitiva para este grande mal.
      Receba meu abraço solidário!

      Excluir
  35. Sinto muito amiga pelo seu filho, espero que meu genro tenha mais sorte, pois só tem 24 anos. Confio em DEUS que tudo vai dar certo.



    ResponderExcluir
  36. Bom Dia Lidionete, andei contando meu caso aqui algumas vezes, aonde eu fiz a cirurgia em 2011 e a mesma foi feita a retirada total do tumor, acabei ficando somente com convulsão e a mesma conseguimos depois de muito tempo controlar, mais ontem dia 02/09 acabei recebendo a noticia de que as células tumorais estão ativas e precisarei fazer outra cirurgia, mais desta vez a cirurgia será delicada pois a infiltração na minha coordenação motora e sem um aparelho chamado Neuro Navegador o médico não irá me operar e o plano de saúde não libera, se eu quiser terei que pagar a quantia de R$ 10.000,00 pelo aluguel da mesma.Com ou sem cirurgia terei que fazer radioterapia, pois o doutor explicou que neste caso a radio é mais eficaz que a quimio, mais se fizer a cirurgia e após a biopsia poderá acrescentar a quimio como tratamento auxiliar.Ele foi sincero e me disse que provavelmente seja um oligodendro anaplásico, pois se fosse se oligodendroglioma não voltaria tão rápido, e só tem 1 e 8 meses que fiz a cirurgia...Estou preocupada e com medo, mais lutarei, com todas as forças possíveis lutarei...Não percam a esperança e a fé....Pois a fé pode mover montanhas....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Geliane, realmente essa é uma notícia que não queremos receber, de jeito nenhum. E muitas vezes os médicos são "sinceros" demais...
      Quando meu filho operou, não foi com neuro navegador, mas eu sei que esse equipamento ajuda na precisão da cirurgia, distinguindo áreas nobres e consequentemente, evitando eventuais sequelas. Faça questão desse equipamento e busque seus direitos na justiça. Um juiz pode lhe conceder uma liminar em pouco tempo, obrigando o plano de saúde a cobrir esses custos.
      Muita força, minha querida. Jamais se esqueça que Deus é contigo e por mais difícil que seja a situação, Ele jamais te desamparará.
      Lute, faça sua parte. Tudo é possível ao que crê. Tenho fé que dará tudo certo. Conte om minhas orações.
      grande abraço!

      Excluir
  37. Olá Lidionete, fiz a seunda cirurgia para retirada de um dos tumores, pois um não pode nem ser mechido porque era 100% de chance de eu ficar com deficit motor no lado esquerdo...operei tera dia 19/11, mais ainda permaneço internada pois tive uma forte dor na cabeça aonde foi constatado um sangramento e dependendo da tomografia de amanhã se o meu corpo não absorver o sangramento e só aumentar o médico terá que abrir novamente para colocar o dreno de novo. As dores são terríveis, apesar de que agora estão bem melhores....o tumor que não foi retirado o médico disse que iremos mata-lo com a radio...e assim que sair o resultado da biopsia ai saberemos se irei precisar de quimio ou não....mais o médico acha que o resultado da primeira biopsia do primeiro material está errado, não é um oligodendroglioma de grau II conforme foi descrito....ele teve recidiva em menos de dois anos então tem algo errado.Orem por mim, pois as provas só teem aumentado....Bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geliane, faz tempo que vc não posta notícias e espero que esteja tudo bem. Os desafios são grandes, mas Deus dá a força necessária para prosseguir.
      O resultado da biópsia da segunda cirurgia foi o mesmo tipo de tumor? Já concluiu as radioterapias?
      Que Deus esteja sempre com você. Grande abraço

      Excluir
  38. Eu tenho um Oligodendroglioma, ja passei por 3 cirurgias, e após todo esse processo me tornei um ser humano muito melhor, hoje compreendo o porque de ter essa doença.
    Conheça a minha história de FÉ e de Superação.

    http://www.youtube.com/watch?v=RpPakIHduxo

    http://www.youtube.com/watch?v=6I9ktkKCiAs

    http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2012/10/artista-de-marilia-sp-e-convidada-expor-obras-no-museu-do-louvre.html

    http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=artista-roberta-pauli-faz-exposicao-na-sede-da-onu-04028D9B3172DCA14326

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberta, incrível a sua história!! Emocionante!
      E o interessante foi que tudo aconteceu depois do diagnóstico do tumor. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, isso é fato.
      Continue compartilhando essa linda história de força e superação.
      abs

      Excluir
  39. Hoje fazem 20 dias que perdi minha mãe para o Oligodendroglioma. Fez duas cirurgias, radioterapia, quimio...ficou 1 anos sem sinal de recidivas...mas quando veio...foi rápido e voraz...Enfim, 4 anos de luta...Hoje me sinto em paz na certeza que fiz tudo que pude fazer pela minha amada mãezinha...Desculpe o texto tão pra baixo...mas eh assim que me sinto. Abraços, força a todos que permanecem na luta. Att. Juliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, sinto muito pela sua mãe...
      É muito triste, que Deus console seu coração.
      Receba meu abraço solidário!

      Excluir
  40. Bom dia, meu genro tem oligodendroglioma,e já fez uma cirurgia e agora vai fazer 30 seções de rádio. SO que depois da cirurgia ele mudou muito , já saiu de casa ,voltou mais esta muito estranho, nervoso ,inquieto,evita conversar . Gostaria de saber se isto tem a ver com o câncer, se pode ser alguma coisa devido a cirurgia. alguém pode me falar alguma coisa ? obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, dependendo da localização do tumor, estes sintomas podem acontecer sim... E o apoio da família é fundamental.
      Melhoras pra ele, fiquem com Deus!

      Excluir
  41. Em julho de2011 foi ressecado um oligodendroglioma frontotemporal esquerdo.parcial. Fiz um ciclo de Temodal 280mg/sem,,6sem. depois fiz um ciclo de radioterapia na area operada. Até hoje estou bem. Há um mes, surgiu um artefato(?),próximo ao 3°ventriculo. Seria multicentrico?
    Ou só um artefato? Vou repetir o exame em 45 dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, geralmente quando surgem novidades no exame de RM e os médicos não tem certeza, é procedimento padrão acompanhar por um tempo e depois repetir o exame... Quanto à sua dúvida em ser "multicêntrico" ou "artefato", o radiologista ou neuro clínico são os mais indicados pra responder.
      Fico aqui na torcida pra que não apareça nada de anormal ao repetir o exame.
      abs

      Excluir
  42. Meu nome é Virginia.Tenho 54 anos. O quadro foi diagnosticado con crise convulsiva e iniciou-se anticonvulsivante.

    ResponderExcluir
  43. Boa Noite Lidionete, realmente faz algum tempo que não posto mais, as coisas andaram meio complicadas, nenhum dos medicamentos para controlar a convulsão teem me feito bem, tem dias bons e outros ruins de cama. Depois da segunda cirurgia eu estava fazendo só acompanhamento devido ao tumor que ficou, mais na última ressonância, apareceu uma mancha que os médicos não sabem se é uma recidiva, mais me disseram que não pode ser descartado, porém vai fazer somente 6 meses de cirurgia e não poderão me operar de novo para fazer uma biopsia para ver se realmente é ou não, agora estou fazendo acompanhamento com o oncologista, e de momento farei quimioterapia com temodal, mais a radioterapia deixaram para depois, pois estão com medo de eu fazer agora e depois mais para frente precisar e não poderá ser feito de novo.Ando um pouco cansada, pois a rotina de consultas e exames foram árduas, mais agora estou no aguardo da medicação chegar, pois tomarei 5 dias a cada 28 dias, isto durante 1 ano...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geliane, obrigada pelas notícias
      Realmente os desafios tem sido grandes pra você, mas siga firme, pois Deus é contigo.
      Essa rotina de consultas e exames é bem chata, sei como é...
      Sigo na torcida pra que a medicação chegue logo e ao começar o tratamento, tenha rapidamente o efeito esperado.
      Força, querida!
      abraços

      Excluir
  44. Olá Lidionete, td bem?
    Minha flor Graças a Deus o temodal chegou hoje e amanhã terei outra consulta com o oncologista para poder começar a tomar a medicação, tive um consulta na sexta-feira e as noticias não são satisfatórias, a biopsia havia dado que tenho um oligodendroglioma de grau II, porém ele está agindo como um tumor de carácter mais agressivo, o que agora não é descartado que provavelmente já estou com células mais agressivas, na penúltima ressonância havia aparecido uma mancha que ainda não sabiam se era uma recidiva, mais na última já começou a dar pico de Colina o que significa que é uma nova recidiva, ou seja este é o quarto tumor que está crescendo. Porém os médicos confirmam que não poderei fazer outra cirurgia por enquanto, eles esperam que o temodal já faça efeito sobre este novo tumor. Receber a noticia de que o tumor está piorando e que pode ser mais grave é complicado, mais tenho fé que tudo isto passará logo. se tiver face e quiser me adicionar, segue o meu link... https://www.facebook.com/geli.psr?ref=tn_tnmn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Geliane, realmente é uma notícia difícil. Tudo que menos esperamos é que isso aconteça, mas a sua atitude positiva é muito importante, pois até nosso sistema imunológico fica afetado quando nos desesperamos. Por outro lado, células "mais agressivas" são mais sensíveis ao temodal, que atinge com mai eficácia as células que se multiplicam mais rápido. Logo você iniciará o tratamento e fico aqui na torcida para que tenha a resposta esperada e você fique curada o quanto antes!! Deus é contigo, grande abraço!! Vou te adicionar no face...bj

      Excluir
  45. Olá .. No mês de maio comecei a ter crises convulsivas que me deixaram com um edema cerebral e precisei ficar internada 1 mês na uti .
    Passei por vários neuros em bsb até que conheci o Dr Marcos Stavale do hosp sírio libanês ... Em junho fiz a biopsia onde descobri que tenho oligodendroglioma grau II .
    Mas mudei completamente minha alimentação .. Hoje não tenho mais crises e até parei de tomar o remédio pra convulsão .. Por enquanto não farei químio e nem rádio .

    ResponderExcluir
  46. oi boa tarde estamos passando por uma situação difícil.Minha sogra em dezembro de 2009 retirou um tumor olidendoglioma depois da retirada ficou internada no cti pois a mesma deu convulsão e entrou em coma depois melhorou.Quando foi em agosto de 2010 o tumor voltou e foi feito 29 sessões de radioterapia e ficou acompanhando agora em janeiro de 2014 voltou e começou a quimio mas na ultima nos vimos que ela estava piorando e a medica ate suspendeu a ultima desde quintq feira ela não esta se alimentando levamos ela pra passar sonda ela esta em casa pois falaram que não há nada a fazer ests com o medico que trata da doença paliativa não abre o olho não cnversa e so mexe com a mao esquerda estamos sofrendo muito mas pedindo pra deus fazer o melhor somos evangélicos fizemos muitas orações pedimos muito a deus a cura mas não sabemos o proposito que deus tem na nossa vida agora estamos aguardando .Amo muito ela tenho como minha mae e so deus sabe o que estamos passando ;tendo ser forte pra não demonstrar pro meu filho q ela que sempre cuidou pra mim trabalhar e nem pro meu esposo pois sei que ele esta sofrendo

    ResponderExcluir
  47. Oi Lidionete, dia 19 agora fez um ano que passei pela segunda cirurgia para retirada de um Oligodendroglioma de grau II, estou no 6º ciclo da quimioterapia com Temodal, tenho passado um pouco mal com as reações causadas pelo mesmo, e ainda tenho mais ciclos a fazer. Continuo sobre acompanhamento semanal, e ainda tomo um coquetel de medicamentos, mais agradeço a Deus, porque em vista do que eu estava antes, eu estou bem melhor. Fique com Deus...Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geliane, bom saber notícias suas!
      Os desafios são grande e vc está superando. Feliz em saber que vc está bem melhor....
      Que Deus te abençoe muito!
      bjss

      Excluir
  48. olá gente, pois é perdi o sono e estava lendo todos os depoimentos desse blog sobre o oligodendroglioma , quem tem essa doença é meu esposo, já faz 3 anos ele tem em 2 partes do cérebro na parte da frente II grau cujo não pode ser tirado todo, e na parte de trás da cabeça III grau que foi retirado todo , ele continua em tratamento vamos agora em fevereiro em POA ver o resultado da ultima ressonância ele fez 2 cirurgias esta a quase 1 ano sem fazer nenhuma , eu tenho 24 anos ele é o amor da minha vida eu morro por ele , fiquei lendo agora em pesquisas médicas que o maximo que dura uma pessoa com essa doença é 10 anos, eu me sinto péssima , não sei o que sera de mim, já fiz tratamento psicológico para ficar bem e ajudar ele, mas acabo não indo e nem tomando meus medicamentos, não sei se ajudo ou acabo atrapalhando ele, queria ser forte mas não consigo , desculpem o tamanho do texto gente ,mas não tenho para quem falar isso, se pergunto para o médico não vão me dizer nada com nada, já estive com nada de fé e infelizmente só me acontece tragédia minha mãe teve cancer de mama o medico disse que ela estava curada e hj eu pego o exame dela e vejo um nodulo em outra mama e ela é idosa não aguenta outra cirurgia, ou seja as 2 pessoas que mais amo nesse mundo com essa doença, tenho vontade de me matar as vezes , o mais curioso é que tem o depoimento dele nesse blog como anonimo , Everton Dantas, quando li ai sim comecei a chorar não sei se paro mais, quem quiser me add no face é thais sansone - se identifiquem que são do blog . obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thais como esta o seu esposso? Olha nao fica assim nao o meu marido tanbem tem esse tumor ja fez 2 cirugia e o 3 tumor voltou a crescer e ja nao pode mais ser operado . ja ando nesta luta ja praticamente a 11 anos entao so Deus e quem sabe . fica com Deus bjs

      Excluir
  49. Óla eu tenho um sobrinho que nasceu com um tumor cerebral e com 13 anos o tumor cresceu rapidamente,ele fez uma cirurgia as pressas,mas com quinze dias um novo tumor estava quase do tamanho do primeiro ainda não poderam operar ele de novo, ele esta no hospital tiveram que tirar um pedaço do osso do cranio para o tumor crescer para fora da cabeça.

    ResponderExcluir
  50. Boa noite gostaria de tirar uma dúvida muito importante. Meu esposo teve um crise convulsiva, fizemos a tomografia e constatou um tumor cerebral do lado direito na frente. Ai meu esposo foi operado no Hospital da Baleia em Belo Horizonte. Chegou o resultado da biópsia e deu OLIGODENDROGLIOMA GRAU 2. Dois médicos disseram ser benigno mas quando fui ao medico uncologista ele falou que é maligno. Afinal esse OLIGODENDROGLIOMA GRAU 2 É BENIGNO OU MALIGNO? Por favor me ajude. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite o tumor so e maligo guando chega a grau 3 . que e o caso do meu marido . mas como foi o uncologista que te disse . o melhor e vc conversar com o medico . porque esse tipo de tumor costuma Voltar e geralmente so e acompanhado por dois medicos o neuro e o uncologista. Se vc ouvir de varios medicos voce vai ficar confusa. Qualquer duvida pode me perguntar estou a passar por isso tanbem . mas infelismente o do meu marido ja nao pode mais ser operado .

      Excluir
  51. Boa Noite! Meu marido tem 32 anos, e teve uma grise convulsiva e foi descoberto esse oligodengioma...fez uma cirurgia, que afetou temporariamente a visão e a fala...Fazem dois meses que se operou e ainda não voltou totalmente a fala. Fomos ao médico e ele disse que não conseguiu retirar todo o tumor, devido a estar muito próximo a área da fala. Alguém de vocês sabe me dizer se essa fala volta 100% e, se nesses casos as pessoas conseguem voltar a trabalhar??? Ele quer muito voltar e nem sei o que falo para ele. Obrigada

    ResponderExcluir
  52. Boa Noite! Meu marido tem 32 anos, e teve uma grise convulsiva e foi descoberto esse oligodengioma...fez uma cirurgia, que afetou temporariamente a visão e a fala...Fazem dois meses que se operou e ainda não voltou totalmente a fala. Fomos ao médico e ele disse que não conseguiu retirar todo o tumor, devido a estar muito próximo a área da fala. Alguém de vocês sabe me dizer se essa fala volta 100% e, se nesses casos as pessoas conseguem voltar a trabalhar??? Ele quer muito voltar e nem sei o que falo para ele. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite olha o meu marido tem 49 anos ja foi operado 2 vezes . a primeira foi em 2005 a segunda foi 2012 .na segunda teve que fazer quimio e radio . ele ficou com o lado esquerdo totalmente paralizado . e fala muito embolado nao fala corretamente . e agora pela terceira vez o tumor voltou a cresser . e nao pode mais ser operado esta no grau 3 . os medicos vao tentar fazer quimio . so Deus que nos pode ajudar . o meu marido se aposentou logo na segunda cirugia . vc tem que pegar um laudo medico e ir ao inss. Para ver

      Excluir
  53. Boa noite o meu marido oligodengioma anaplasico grau 3 ja fez duas cirurgias. E agora. Voltou. A crescer de novo o tumor com grau 3 quanto a crises so teve no primeiro depois nunca mais teve. Sendo que ns segunda cirurgia fez quimioterapia e rádio. So que deixou sequelas do lado esquerdo perna braço e fala. E faz corticoide doses altíssima 16+16+16 e ficou diabético as vezes a diabete chega a 491. E o médico disse que não pode ser mais operado. Vai fazer quimioterapia para aumentar a sobrevida dele. E pelo que eu li todos os comentários vi que ninguém fez corticoide. Porque. Alguém. Pode me responder. Fiquem na paz de Jesus

    ResponderExcluir
  54. Boa noite o meu marido oligodengioma anaplasico grau 3 ja fez duas cirurgias. E agora. Voltou. A crescer de novo o tumor com grau 3 quanto a crises so teve no primeiro depois nunca mais teve. Sendo que ns segunda cirurgia fez quimioterapia e rádio. So que deixou sequelas do lado esquerdo perna braço e fala. E faz corticoide doses altíssima 16+16+16 e ficou diabético as vezes a diabete chega a 491. E o médico disse que não pode ser mais operado. Vai fazer quimioterapia para aumentar a sobrevida dele. E pelo que eu li todos os comentários vi que ninguém fez corticoide. Porque. Alguém. Pode me responder. Fiquem na paz de Jesus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola querida..meu esposo faz decadron 4mg de 12/12
      Estamos na expectativa do termino da radio para novos e exs e ver resultado...ansiosia e confiante...

      Excluir
  55. Boa noite...
    O meu pai também é portador de um oligodendroglioma grau II já à 6 anos e meio que foi detectado e que todos os tratamentos começaram. Já foi submetido a 2 cirurgias e várias sessões de radioterapia. Sensivelmente à 2 anos para cá ele andava " bem" ( apesar de ter ficado paralisado do lado direito, mas com algum sucesso recuperação do andar) Hoje,à mais ou menos 3 meses para cá tem ficado muito limitado... dificuldade em se expressar , muita dificuldade em andar,faz muita confusão com o que nos pretende comunicar,começou a fazer as necessidades em qualquer lugar.. a cada dia que passa parece que tudo piora! Já dei entrada com ele nas urgências várias vezes para expor o assunto visto que a consulta com o médico especialista só está agendada para Dezembro; já conversei com a médica de família e todos apenas me sabem dizer o mesmo... ele está a ter reacções " naturais" da doença que tem! A mim nada me convence, já tentei falar pelo telefone ( visto que se encontra a uma distância de 50km da casa onde vivo) com especialista que o acompanha mas sem sucesso.. vou agora pessoalmente procura lo preciso mesmo que me certifiquem até que pontos tudo isto que ele está a desenvolver, é " natureza da doença"??!! Tem sido muito difícil... se alguém me podrr ajudar a perceber tudo isto, fico lhes muito grata
    Um bem haja a todos

    ResponderExcluir
  56. Boa noite...
    O meu pai também é portador de um oligodendroglioma grau II já à 6 anos e meio que foi detectado e que todos os tratamentos começaram. Já foi submetido a 2 cirurgias e várias sessões de radioterapia. Sensivelmente à 2 anos para cá ele andava " bem" ( apesar de ter ficado paralisado do lado direito, mas com algum sucesso recuperação do andar) Hoje,à mais ou menos 3 meses para cá tem ficado muito limitado... dificuldade em se expressar , muita dificuldade em andar,faz muita confusão com o que nos pretende comunicar,começou a fazer as necessidades em qualquer lugar.. a cada dia que passa parece que tudo piora! Já dei entrada com ele nas urgências várias vezes para expor o assunto visto que a consulta com o médico especialista só está agendada para Dezembro; já conversei com a médica de família e todos apenas me sabem dizer o mesmo... ele está a ter reacções " naturais" da doença que tem! A mim nada me convence, já tentei falar pelo telefone ( visto que se encontra a uma distância de 50km da casa onde vivo) com especialista que o acompanha mas sem sucesso.. vou agora pessoalmente procura lo preciso mesmo que me certifiquem até que pontos tudo isto que ele está a desenvolver, é " natureza da doença"??!! Tem sido muito difícil... se alguém me podrr ajudar a perceber tudo isto, fico lhes muito grata
    Um bem haja a todos

    ResponderExcluir
  57. Olá boa noite! Me chamo Adriana e meu esposo tbm e portsforcdessa mesma doença. Fez cirurgia em julho de 2015 e foi retirado 95%do tumor segundo os médicos q o operaram.ele ainda tem convulsões e agora em setembro de2016 ele fez uma ressonância p acompanhamento da doença e ns mesma foi relatado tumor remanescente ou recidiva .ainda não retornei c ele só médico p mostrar os exames estou aguardandoba data do retorno da consulta q só sera em 27\10.alguem sabe informar o q esses resultados querem indicar? Estou muito receios a.

    ResponderExcluir
  58. Olá paz e bem a todos...Me chamo Val moro em curitiba e a 2 meses descobrimos esta doenca ol grau II,positivo para malignidade em toda regiao esquerda,fez a cirurgia de resseccao parcial dia 02/09 /16pois segundo os medicos ja esta muito enraizado,cirurgia de 8hs desesperadora,mas gcs a Deus esta em casa.fivou com.sequelas (hemiparesia parcial)lado direito e e olho esquerdo ja comecou radioterapia 30 sessoes fará quimioterapia e faz fisioterapia,digo que estamos em uma maratona de tratamento.Porem sos casados a 22 anos e confesso a vcs que nao reconheço meu esposo mais..
    Ficou muito alterado impaciente bravo nervoso ,mas entendo c.muito amor paciencia e sabedoria vamos lutar e vencer juntos.
    Mas essa doenca nos tirou o chao a toda familia,trabalho em hospital (oncologia)e tenho consciencia q nao é facil ,porem para Deus nada é impossivel .Tive que parar de trabalhar pois é uma rotina diatia e puxada de radio fisio medicos td pelo sus...nao tenho de reclamar do tto ,apenas as esperas sao angustiante.
    Mas vamos com fé viver o hoje e com a intensidade que nos é permitido.
    Obrigada por partilharem suas vidas.
    Deus é conosco..
    Att Val Aires

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Val, obrigada por compartilhar sua experiência conosco... Realmente não é fácil essa jornada, mas Deus nos dá a força necessária para prosseguir. Essa fase difícil vai passar e pela graças de Deus seu esposo ficará bem. grande abraço

      Excluir
  59. Gostaria que alguém me informasse, por gentileza, qual é a CID utilizada pela OMS para a classificação do oligodendroglioma grau II?

    ResponderExcluir