terça-feira, 5 de maio de 2009

Fitoquímicos

Existe em uma refeição, literalmente milhares de substâncias químicas agindo. A dieta contém tanto inibidores como intensificadores de carcinogênese. Além disso, quando um componente é alterado, outras alterações ocorrem simultaneamente. Os alimentos à base de vegetais contém não apenas os principais nutrientes essenciais, tais como gordura, proteína, carboidrato, fibras e micronutrientes (vitaminas e sais minerais) mas também um grande número de compostos não nutrientes que são os fitoquímicos.

Dentre eles, destacam-se os flavonóides, os carotenóides e as antamicinas. As fontes dietéticas de fitoquímicos incluem frutas, leguminosas (feijões, soja, etc), grãos integrais, verduras, nozes, fungos, etc.

Os fitoquímicos afetam os processos hormonais e enzimáticos e reduzem o risco de câncer e doenças crônicas.

Como proteção contra o câncer os alimentos de origem vegetal atuam num processo de desintoxicação de toxinas de drogas, carcinógenos e mutágenos (substâncias que causam mutação no DNA). Essas ações de desintoxicação possuem mecanismos que incluem a neutralização de radicais livres, inibição de enzimas que ativam os carcinógenos e ativação de outras enzimas que desintoxicam os carcinógenos.

Em outras palavaras, os fitoquímicos podem atuar como agentes bloqueadores ou supressores para reduzir o risco de câncer.

Exemplos de Fitoquímicos Anticancerígenos

Caroteno – antioxidante, intensifica as funções imunológicas.
Fontes: Vegetais de cores escuras como cenouras, abóboras, espinafre, couve, tomate, inhame, bata-doce, damasco, frutas cítricas

Cumarina – propriedade anti tumor, melhora as funções imunológicas, estimula os mecanismos antioxidantes
Fontes: Cenoura, aipo, erva-doce, beterraba, frutas cítricas

Ditioltionas, Glucosinolatos e Tiocianatos: impedem que compostos causadores de câncer danifiquem as células, intensificam a desintoxicação
Fontes: vegetais da família das crucíferas (brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas, couve, repolho, etc)

Flavonóides: antioxidantes, efeitos diretos anti tumores, propriedades intensificadoras do sistema imunológico .
Fontes: frutas (especialmente as de cores fortes como morangos, framboesas e amoras, cerejas, cítricas), também tomates, pimentões e legumes verdes

Isoflavonóides: bloqueiam os receptores de estrogênio
Fontes: Soja e outros legumes

Lignanas: antioxidantes, modulam os receptores de hormônio
Fontes: linhaça e óleo de linhaça, cereais integrais, nozes, sementes

Limonóides: intensificam a desintoxicação, bloqueiam carcinógenos
Fontes: Frutas cítricas, aipo

Polifenóis: antioxidantes, bloqueiam a formação de carcinógenos, modulam receptores de hormônios
Fontes: Chá verde, chocolate , vinho tinto

Esteróides: Broqueiam a produção de carcinógenos, modulam receptores de hormônios
Fontes: Soja, nozes , sementes.

A recomendação é de 10 porções diárias de frutas e vegetais que combatem o câncer, segundo o Dr. Michael Murray, Dr. Tim Birdsall, Dr. Joseph E. Pizzorno, Dr. Paul Reilly, autores do livro “Como prevenir e Tratar o câncer com Medicina Natural”.

Fontes:
- Os alimentos contra o câncer – A prevenção e o tratamento do câncer pela alimentação (Richard Béliveau Ph.D. e Denis Gingras Ph.D.)
- Como prevenir e tratar o câncer com mediciva natural (Dr. Michael Murray, Dr. Tim Birdsall, Dr. Joseph E. Pizzorno, Dr. Paul Reilly)
- Câncer – o poder da alimentação na prevenção e tratamento (Caroline Bergerot, Paulo Gustavo Bergerot)
- Anticâncer – prevenir e vencer usando nossas defesas naturais (Dr. David Servan-Schreiber)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...