sábado, 9 de maio de 2009

FEV 2008 - IV - Pós-Cirúrgico em Casa

Mesmo em casa, continuava triste e abatido. Fazíamos ao máximo as suas vontades e de tudo pra vê-lo alegre... Centenas de pessoas continuavam orando por ele. Foram inúmeras manifestações de amor e carinho. O telefone não parava. Os médicos aconselharam não expô-lo a ambientes com muitas pessoas, por causa dos riscos de infecção e por este motivo restringimos as visitas... Mas recebemos a visita do nosso querido Pr. Mario Valente e sua esposa, que muito nos ajudou nos momentos que mais precisamos.
O mais duro de tudo era vê-lo dizer que estava com fome e com sede e não podíamos atender o seu pedido... Para desinchar o cérebro, estava tomando Dexametasona (Decadron), que trazia efeitos colaterais terríveis... Não conseguia dormir... Passava 24 horas acordado. Eram somente breves cochilos...Após uns 10 dias da cirurgia, conseguiu dar os primeiros passos e foi uma felicidade geral... Foram poucos, mas o suficiente para deixar-nos imensamente felizes. Mas estava sem força muscular do lado direito do corpo... Principalmente no braço e mão direta... O braço ficava caído, pendurado. Não tinha força para levantar o braço sozinho...

Começaram então as seções com a fonoaudióloga pra estimulá-lo a engolir. Após 15 dias foi retirada a sonda de alimentação e passou a alimentar-se de alimentos pastosos e com o tempo os outros alimentos também.

Antes da cirurgia, pesava 22 quilos. Alguns dias após, caiu para 20 quilos. Passou com as nutricionistas do GRAACC que recomendaram uma dieta que ajudasse recuperar o peso perdido. A Dexametasona o deixava com apetite insaciável... Sentia fome a todo instante e chorava se não atendêssemos. Tomou o remédio por 21 dias e foi o suficiente pra fazê-lo chegar aos 29 quilos... De 20 para 29! O remédio também prendia o intestino e ele ficava dias sem evacuar, mesmo tomando laxantes e comendo muita fibra . Sua barriga ficou enorme e quase teve distensão abdominal. A Dra. Nasjla suspendeu o uso do Dexametasona , pois estava trazendo muitos efeitos colaterais...Nas consultas, os médicos diziam que ele estava super bem, tendo em vista o tão recente tempo de uma cirurgia tão complexa. A região onde está o tumor controla diversos pares cranianos responsáveis por várias funções automáticas do organismo, como deglutição, força muscular, movimentos peristálticos, respiração, batimentos cardíacos e outras... Havia inúmeras razões pra estarmos agradecidos a Deus por ele não ter ficado com sequelas piores!

No dia 17 de FEV criamos a comunidade do ORKUT "Vitinho estou orando por você”...

Vitor em casa no pós-cirúrgico. Ainda estava com sonda naso-gástrica...
No computador

Aprendendo usar o mouse com a mãe esquerda, pois a direita estava sem força... Ao total foram 35 pontos na cirurgia...

Recadinho da professora Sandra


O Vitor pintou este desenho dias antes da cirurgia. Foi o último desenho que pintou com a mão direita...


Este desenho ele pintou dias após a cirurgia, agora com a mão esquerda, usando canetinha gel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...