quarta-feira, 18 de junho de 2014

15 JAN 2014 : Passeio por Istambul, Turquia. Antiga Constantinopla

Como mencionei algumas postagens atrás, nossas férias de janeiro de 2014 foram muito especiais, pois tivemos a oportunidade de visitar lugares que jamais imaginaríamos conhecer. Vou compartilhar aqui um pouco desses momentos mágicos, mas vou fazê-lo em várias postagens, pois é impossível relatar tantas emoções em poucas palavras.

Nesta postagem iniciei contando como surgiu a oportunidade de visitarmos a Turquia, o Egito e Israel:
http://jornadacontraocancer.blogspot.com.br/2014/05/jan-2014-ferias-inesqueciveis.html

Viajamos por conta, pois compramos as passagens aéreas, hotel, transfers e passeios tudo diretamente e saiu bem mais econômico se comparado ao preço de pacote.

Fomos em 12 pessoas, sendo nós cinco aqui de casa, mais minha mãe, minha irmã, nosso amigo Joilton com seus 2 filhos adolescentes e seu irmão, nosso também amigo Jonailton, juntamente com a esposa Cristiane. 

Chegamos em Istambul no dia 15/01 de madrugada e nos hospedamos no Hotel Saruhan, um prédio bem antigo localizado no bairro de Sultanahmet, que é a região antiga de Istambul.

Como reservamos apenas um dia para conhecer a cidade, acordamos por volta das 07:30 e subimos para o último andar do prédio para tomarmos o café da manhã, que aliás, é bem diferente ao que se está acostumado no Brasil. Eu adorei, pois tinha verduras, pepino, azeitonas, coalhada, patês, pães tipo "sírio", frutas, etc

Aqui do Brasil, eu já tinha reservado um guia que falava português. Enviei e-mail pra vários e acabei escolhendo o Gokie (kgokhan04@hotmail.com) Às 09:00 horas da manhã ele já estava na recepção do hotel, conforme tínhamos combinado.

O primeiro local que visitamos foi a Mesquita Azul, construída entre os anos 1606 e 1616. Tem uma arquitetura imponente, com 6 minaretes, que são aquelas torres de onde são proferidas orações para os muçulmanos. Aliás, ouvimos muitas orações nesses 16 dias que estivemos viajando por países muçulmanos. São seis ao dia, sendo a primeira por volta das 05:00 horas da manhã.

Para entrar na mesquita tiramos os sapatos e as mulheres tem que cobrir a cabeça com um véu. Quem não tiver véu não tem problema, pois é possível emprestar e devolver no final.

Quase em frente à Mesquita Azul fica a Basílica de Santa Sofia (Hagia Sofia), que quer dizer “Santa Sabedoria”. É o principal edifício histórico de Istambul, construído entre os anos 532 e 537, na época que Constantinopla era capital do Império Bizantino, para ser a Catedral de Constantinopla. Era uma igreja cristã, mas com a queda de Constantinopla em 1453, foi transformada em Mesquita pelos muçulmanos, mas atualmente é um museu. Como a Basílica de Santa Sofia já foi uma igreja católica, há elementos das 2 religiões, como imagens de santos e painéis com mensagens religiosas em escrita árabe.

Após visitar a Mesquita Azul e a Basílica de Santa Sofia, pegamos a van novamente e seguimos para uma região chamada  Eminönü, que é o local de onde partem os passeios de barco pelo estreito de Bósforo. 

Pelo caminho, pudemos observar Istambul e ver pedaços da antiga muralha que protegia a cidade de Constantinopla, que foi a capital do Império Romano do Oriente, cuja construção foi iniciada no ano 324, a pedido de Constantino, Imperador Romano.

Nosso passeio de barco pelo Bósforo foi maravilhoso. Esse estreito faz a ligação entre o mar Negro e o Mar de Mármara e marca o limite entre os continentes europeu e asiático.


Istambul é a única cidade do mundo dividida por 2 continentes. Metade dela fica na Europa e a outra metade na Ásia. Na foto ao lado, uma ponte que une a Ásia e a Europa.

Depois do passeio de barco, que durou cerca de uma hora, fomos almoçar num restaurante em frente ao local onde ficam ancorados os barcos e a vista é muito bonita. De cara eu já gostei da culinária turca. E mesmo para vegetarianos, há opções de saladas e vegetais, preparados do jeito turco e muito saborosos.

Em Istambul há 2 grandes mercados / bazar. O maior e principal é o Grand Bazar, que conta com 5 mil lojas que vendem cerâmicas, tapetes, especiarias, jóias, etc. O segundo é o Bazar de Especiarias ou Mercado Egípcio e foi neste que fomos. Lá encontramos temperos, condimentos, especiarias, castanhas, doces, frutas, acessórios, souvenirs, etc Gostei muito do tempero turco que comprei lá e também de um doce turco, que é tipo uma goma de vários sabores com pistache. A versão com mel é uma delícia!

Também visitamos a Cisterna de Yerebatab, que foi construída em 532 para armazenar água trazida pelo aqueduto de Valers, oriundos de nascentes de florestas distantes 25 km. É um lugar escuro e úmido, com 8 metros de altura e várias colunas romanas trazidas de templos pagãos da Anatólia. É uma visita interessante, que dá pra ser feita rapidamente.

Ao fim da tarde, visitamos uma fábrica de tapetes e foi interessante. Vimos uma artesã tecendo um tapete manualmente e eu não fazia idéia que era assim... Há tapetes de linha de seda, que nestes casos pode demorar mais de 1 ano para serem confeccionados. Por causa disso, muitos deles tem custos altíssimos e não são para o nosso bico...rsr

Nosso passeio por Istambul chegou ao fim e retornamos para o Hotel, pois no dia seguinte pegaríamos um avião logo cedo para a Capadócia e as nossas aventuras seriam outras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...