sexta-feira, 26 de março de 2010

25 MAR 10 - Resultado Exames

Ontem foi a consulta com o médico biomolecular, e levamos os resultados dos exames solicitados na consulta anterior, a cerca de um mês atrás.

Graças ao bom Deus meu filho está ótimo. Desenvolvendo-se e crescendo. Está com altura de 1 metro e 31 centímetros e ½ e 31 quilos. A pele bonita, o intestino funcionando bem e o melhor de tudo, muito disposto e feliz.

Quanto aos exames de sangue, a maioria das taxas estão dentro dos padrões de normalidade, mas mesmo assim, alguns índices precisam melhorar ainda mais. Os principais resultados:

Hemoglobina: 14,2 (indica que não está com anemia. Em MAR 2008 era 11,7 e FEV 2009 12,7)
Plaquetas: 331 mil (componentes do sangue fabricados pela medula óssea responsáveis pela coagulação do nosso sangue.Referência: 150 a 400 mil / mm3)
Leucócitos totais: 7,48 (tem a ver com as defesas do organismo. Referência: 4,5 a 11 mil / mm3)
Glicose: 88 ( Ideal: 60 até 100 mg/dL)
Sódio: 140 (Referência: 136 a 146 mmo1/L)
Potássio: 4,1 (Referência: 3,5 a 5,6)
Cálcio: 9,3 (Referência: 8,8 a 10,8 mg/dL)
PCR - Proteína C Reativa ultra sensível: 0,02 (se inferior a 0,5 mg/dL, indica que não há processo inflamatório infeccioso no organismo. O câncer é um processo inflamatório... O resultado foi excelente, praticamente zero.)
Vitamina B 12: 407 (Referência: 210 a 910 pg/ml – mesmo com resultado dentro da normalidade, o médico biomolecular recomendou a suplementação de Rubranova 5000, pois é importante que o índice de B 12 esteja próximo do máximo. A último dose de rubranova 5000 foi à cerca de 6 meses...)
Ácido Fólico: 8,3 (Referência: entre 5 e 16 ng/ml – mesmo estando dentro da normalidade, importante aumentar este índice para o máximo)
Vitamina D – 25 Hidroxi: 32,0 ng/ml (Referência: 30,0 a 100,0 ng/ml – mesmo ainda estando dentro do normal, o médico disse que está muito baixo. Receitou 2 doses de um suplemento específico e repetirá o exame 15 dias após a segunda dose, que deverá ter este índice aumentando)

Ficamos sabendo também do resultado do Mineralograma Capilar, que é um exame que permite a detecção de elementos minerais, tanto dos componentes essenciais como também dos componentes tóxicos. A detecção dos minerais existentes no sangue traduz concentrações transitórias, não fornecendo uma informação tão acurada como a advinda do cabelo. Não é um exame regulamentado, portanto só é solicitado pela medicina biomolecular/ortomolecular (link com detalhes deste tipo de exame: http://www.palavrademedico.kit.net/tema20.htm ) . O resultado deste último pôde ser comparado com o resultado do realizado em março de 2008, ou seja, 2 anos atrás. E neste intervalo, muita coisa mudou. Com relação aos minerais essenciais, todos aumentaram, o que é muito bom. Os principais foram:

Cálcio: 834 (em MAR 08 estava 257 – os limites de referência estão entre 280 e 2500)
Magnésio: 35 (em MAR 08 estava 11 – aos limites de referência estão entre 34 e 200)
Manganês: 0,85 (em MAR 08 estava 0,29 – aos limites de referência estão entre 0,24 e 1,0)
Zinco: 122 (em MAR 08 estava 89 – aos limites de referência estão entre 125 e 240)
Selênio: 0,88 (em MAR 08 estava 0,59 – aos limites de referência estão entre 0,18 e 2,5)

Mas alguns excessos de elementos tóxicos também foram encontrados e foi receitado um medicamento que irá ajudar a retirá-los do organismo. No exame de MAR 08 havia alumínio e neste último não acusou alumínio. Desta vez acusou nível bastante aumentado de cobre, chumbo e níquel. Não faço idéia de como estes metais tóxicos foi parar no organismo do Vitor. As principais fontes de contaminação são combustão de gasolina (tetraetileno de chumbo, presente em combustíveis adulterados), agrotóxicos, vernizes, corantes, determinados medicamentos, tintas anti ferruginosas, baterias, fumaça de cigarro, tinturas de cabelo, lixo industrial, etc

Metais tóxicos encontrados no exame:

Cobre: 109 (limites de referência entre 8 e 45)
Chumbo: 3,7 (limites de referência entre 0 e 2)
Niquel: 0,38 (limites de referência entre 0,1 e 0,7)

Geralmente os excessos de cobre costumam depositar-se no cérebro e fígado. Já o chumbo é o metal tóxico mais comum encontrado nos mineralogramas em geral. O tratamento mais eficaz para remover os metais tóxicos do organismo seria uma quelação venosa, mas tratando-se de criança, o médico prescreveu “DMSA”, que é um medicamento via oral considerado eficaz nesta finalidade. Foi prescrito 60 cápsulas, sendo 3 ao dia. Toma 5 dias e descansa 7, depois toma mais 5 dias e mais 7 dias sem tomar. O tratamento dura no total 48 dias e após 10 dias da última dose, fará um exame de “chumbo em urina / 24 horas” e tenho fé que não será mais encontrado chumbo e nem outros metais tóxicos, pois estando presentes, podem interferir no bom funcionamento do organismo.

Aproveitando o assunto, vale lembrar que metais tóxicos como níquel, chumbo, mercúrio, alumínio, tem a capacidade de atravessar a barreira hemato-encefálica (espesso revestimento de células epiteliais presente nas pequenas artérias que correm pelo cérebro, cujo principal objetivo é proteger o cérebro de substâncias tóxicas e organismos infeccioso) . Estes metais com alto peso molecular, ou seja, são “metais pesados” , uma vez no cérebro, é muito difícil a remoção. São os principais causadores de estresse oxidativo e existe relação estreita com doenças degenerativas, incluindo Alzheimer e Parkinson, que são estágios finais do dano oxidativo ao cérebro. Quando um número suficiente de células cerebrais se encontra danificadas, a doença se manifesta. Quando um paciente recebe o diagnóstico de mal de Parkinson, mais de 80% das células de uma região particular do cérebro chamada “substância nigra” já foram destruídas. O mesmo vale para mal de Alzheimer. Essas doenças degenerativas, na verdade, se desenvolvem durante períodos de 10 a 20 anos.

Fonte deste último parágrafo: Dr. Ray D. Strand, M.D., “O Que Seu Médico Não Sabe Sobre Medicina Nutricional Pode Estar Matando Você”, pg 124

2 comentários:

  1. Lidionete

    Estou sempre por perto acompanhando a linda lição de vida de vocês.

    Uma grande abraço

    Ari

    ResponderExcluir
  2. Ari
    Muito agradecida por saber que podemos sempre contar com a sua força.
    Valeu mesmo!
    grande abraço

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...