quinta-feira, 25 de outubro de 2012

24 a 29 JUL 2012: Acampamento em Barretos

Estou em débito aqui no blog… Preciso voltar a postar! Graças a Deus o Vitor está muito bem e aos poucos vou atualizando as notícias... Vou começar pelo Campori que ele participou em julho último...

Entre os dias 24 a 29 de julho de 2012 ocorreu o VI Campori dos desbravadores de todo o estado de São Paulo, que aconteceu no “Parque do Peão”, em Barretos. O clube de Desbravadores é vinculado à Igreja Adventista, mas grande parte de seus membros não fazem parte da religião, pois é aberto a todos quantos queiram participar. Entre os propósitos, procura-se desenvolver as partes física, mental e espiritual, incluindo  atividades humanitárias e ao ar livre.  

No Campori em Barretos, cerca de 15.000 crianças e adolescentes de 10 a 15 anos estiveram reunidas juntamente com seus líderes e foi muito bom. Meus três filhos, Bruno, Davi e também o Vitor participaram e gostaram muito. Fico muito feliz ao vê-los envolvidos em eventos desse tipo, pois sei que contribui para o desenvolvimento de vários aspectos da vida deles.

Na sexta-feira 27/07, 4 º dia do evento, enquanto eu e meu marido estávamos em casa, em São Paulo, recebemos um telefonema de Barretos informando que o Vitor estava na Santa Casa de Barretos e que seria internado, pois apresentou sangramento nasal e o médico plantonista, diante do histórico médico dele,  achou prudente mantê-lo em observação para avaliação de um neurologista. Na hora ficamos preocupados, mas depois lembrei que era comum ele ter sangramento nasal, principalmente em tempo seco e quente e era assim que estava o clima lá em Barretos. Conseguimos conversar com o neuro por telefone e dissemos isso e após exame clínico,  foi constatado que não era nada ligado à parte neurológica e graças a Deus pôde ser liberado de volta para o acampamento. Ficamos aliviados, pois é complicado um filho estar no Pronto Socorro de um Hospital a 450 Km longe de casa e não podermos estar lá, acompanhando de perto. Sou muito grata também aos líderes que agiram prontamente e fizeram o que era correto, que foi procurar um médico.

No  dia seguinte eu e meu marido fomos à Barretos visitar os meninos e passar o dia com eles, pra matar um pouquinho da saudade. Como já era o penúltimo dia, o Vitor voltou conosco pra São Paulo,  mas o Bruno e o Davi preferiram ficar até o encerramento  do evento e regressar no ônibus do clube, aproveitando até último segundo.

Na entrada do "Parque do Peão", a bandeira dos desbravadores juntos às outras

15.000 crianças e adolescente reunidos

A barraca do Vitor e companheiros

Hummmm... Hora do almoço...

Formando uma "aranha" humana... O Vitor só ri...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...