sexta-feira, 27 de julho de 2012

Férias inesquecíveis na Califórnia, Arizona e Nevada

Fiquei um bom tempo sem dar notícias, pois esse mês de férias foi muito intenso para nós. Primeiro estivemos viajando, depois teve a Escola Cristã de Férias, onde eu e os meninos participamos aqui na nossa igreja e nesta última semana, o acampamento com 15000 desbravadores, que está ocorrendo desde o dia 24/07 no Parque do Peão, em Barretos, e termina no próximo domingo, 29/07.Meus três filhos estão lá e inclusive daqui a pouco eu e meu marido viajaremos 450 Km para visitar e evento, lá em Barretos e claro, matar as saudades dos nossos tesouros.


O Vitor graças a Deus está muito bem! A próxima ressonância magnética de controle está agendada para o dia 03/07 e é normal aquela ansiedade, que só quem passa por isso entende... Hoje mesmo, a cerca de 3 horas atrás, tivemos um pequeno susto, poi recebemos um telefonema de Barretos,  informando que o Vitor estava no Pronto Socorro da Santa Casa de Barretos e que ficaria internado, em observação, devido a dois episódios de sangramento nasal que teve hoje durante o dia... Na hora ficamos apreensivos, mas eu me lembrei que isso já aconteceu outras vezes, devido ao calor e ao clima seco e como ele não estava com nenhum outro sintoma, não deveria ser nada de mais. Mas mesmo assim o médico plantonista chamou um neuro para avaliação e meu marido conversou com este especialista pelo telefone e ficamos mais tranquilos, pois segundo sua avaliação não deve estar relacionado à parte neurológica. Graças a Deus o Vitor foi liberado e está bem. Fico tranquila também porque foi bem amparado pelos líderes do Clube de Desbravadores que tão bem cuidam do meu pequeno.


Com relação à nossa viagem de férias, neste ano foi muito especial. Foi uma grande aventura, pois fomos conhecer uma parte dos Estados Unidos que era totalmente nova para nós, que é um pouco da costa oeste, incluindo os estados da Califórnia, Arizona e Nevada. Fomos num grupo de 12 pessoas, que consiste da nossa família, minha mãe, nosso amigo Joilton e família e também nossos amigos Mara e Rodrigo. Por causa dos custos, eu mesma fiz o roteiro e as reservas diretamente com a cia aérea (Copa Airlines), os hotéis (através do Booking) e também a locadora de automóveis.Graças a Deus deu tudo certo! Posso dizer que foi uma viagem maravilhosa, com belezas impossíveis de descrever... Todos gostaram muito!


Bom, claro que aqui não é um blog de turismo, mas mesmo assim vou relatar alguns detalhes dessa nossa grande aventura, pois poderá auxiliar quem deseja fazer esse roteiro. Tive um pouco de dificuldade nas pesquisas quando estava elaborando o roteiro... então vamos lá!

Embarcamos no aeroporto internacional de São Paulo à 01:50 da madrugada do dia 19/06/2012 e após cerca de 7 horas de voo, fizemos uma conexão no Panamá. Ficamos no aeroporto cerca de 3 horas e então embarcamos com destino à Los Angeles, na Califórnia. Foram mais quase 7 horas de voo e então chegamos   em Los Angeles, um pouco antes das 15:00 horas, por causa da diferença de fuso horário de 4 horas a menos, com relação ao horário de Brasília.

Em Los Angeles, fomos retirar a Van que havíamos reservado, numa locadora próximo ao aeroporto. Pegamos um modelo da Ford, com capacidade para 15 lugares, mas como estávamos em 12, pedimos para retirar o último banco, pois assim sobraria mais espaço para as malas. Passamos no Walmart pra comprar água e seguimos em direção ao deserto e após 512 Km, chegamos numa cidadezinha chamada Kingman, pois tínhamos reserva para pernoitar.

Na manhã do dia 20/06, após o café da manhã, rumamos para o Grand Caynon, South Rim, distante 282 Km de onde estávamos. A paisagem de todo o trajeto é impressionante, pois é uma região desértica, seca e árida.

Quando entramos no Parque Nacional do Grand Caynon e nos deparamos com aquela maravilha, ficamos sem fôlego... O Grand Caynon é uma grande depressão que pode chegar até a 2 km de profundidade, mas a impressão que temos é que não tem fim, tanto em distância, como em profundidade.... Não é à toa que é considerado uma das sete maravilhas do mundo natural.  As fotos em nada descrevem ou chegam perto do que vimos e sentimos. A área total é de milhares de quilômetros e realmente ficamos estasiados e espantados diante de tanta grandiosidade.


É um lugar perigoso, pois os riscos de queda são reais para os "mais corajosos". Tomamos muito cuidado principalmente com o Vitor, que tem o equilíbrio um pouco prejudicado.  Nesta foto, ele e o papai estão a pouca distância de uma parede íngreme que termina no abismo... 



Fiquei com o coração na mão quando o Davi quis tirar esta foto... Também a poucos centímetros do abismo e qualquer escorregão seria fatal!



Já nesta foto, o Vitor está em segurança, num mirante, admirando as belezas do Grand Caynon através de um binóculo.

Passamos o dia no Grand Caynon e no fim da tarde rumamos com destino a Las Vegas, a cerca de 450 Km de onde estávamos. Foi uma viagem tranquila e tivemos o oportunidade de trafegar por um trecho da lendária e história Route 66. Chegamos em Las Vegas por volta das 22:00 e apesar do horário, as ruas ferviam de gente, pois é uma cidade que não pára, seja dia, noite ou madrugada.

Nos hospedamos num Hotel simples, mas muito bem localizado, perto das principais atrações, que são o Hotel Bellagio, New York, Paris, Caesars Palace, Venetian, etc. Tudo muito luxuoso que chega até ser extravagante. 

Las Vegas é uma cidade construída em meio ao deserto, portanto no verão as temperaturas são elevadíssimas. Nos dias que lá estivemos os termômetros passaram dos 40 graus...

Bruno, Davi e Vitor na Strip, em Las Vegas

Outro passeio em Las Vegas foi a visita ao Stratosphere,  um Hotel cuja torre tem cerca de 110 andares de altura e lá em cima, há um parque de diversões com brinquedos radicais, só para os corajosos. Quem tem medo de altura não irá sentir-se nada confortável...
Essa atração se chama X-Scream, que é uma montanha russa que lança a vítima para fora da torre, com descidas e subidas bruscas... O Bruno, o Davi e o Vitor foram corajosos e puderam avistar toda a cidade de Las Vegas lá de cima, a 350 metros de altura...



Eu não tive coragem...

Outra loucura é este elevador que despenca em queda livre... Mas lembre-se: está em cima de um prédio de 110 andares!



Mais uma vez os meninos super corajosos estavam lá...

Depois de 3 noites e 2 dias em Las Vegas, no dia 23/06 pela manhã partimos para nosso próximo destino: Death Valley (Vale da Morte), a 191 km de distância. O Vale da Morte é uma árida depressão localizada ao norte do deserto de Mojave, na Califórnia. É famoso por seu clima extremamente quente, tendo sido já registrado ali a maior temperatura das Américas e a segunda mais alta do planeta, que foi de 56 º. É no Vale da Morte que também localiza-se o ponto mais baixo dos Estados Unidos, que é 86 metros abaixo do nível do mar. Não sei quantos graus estava fazendo quando estivemos ali... O que mais nos surpreendeu foram os ventos fortíssimos, carregados de areia... Em um determinado ponto, tínhamos a impressão que seríamos levados pela forte ventania.

Vitor no Death Valley, Califórnia

Após passarmos pelo Vale da Morte, seguimos adiante mais 329 km e chegamos em Mammoth Lakes, uma charmosa cidadezinha encravada nas montanhas da Califórnia e que no inverno torna-se uma badalada estação de esqui e de outros esportes na neve. Na minha opinião, foi um dos lugares mais lindos em que estive em toda a minha vida. Ficamos surpresos com a temperatura baixíssima de lá, que apesar de já ser verão, marcava cerca de 5º . Nos intrigou a grande variação de temperatura: em Las Vegas, 40º e em Mammoth Lakes, próximo de 0º. 

Reservamos uma casa mobiliada num condomínio e foi maravilhoso.A casa estava preparada para o frio... Tinha lareira, calefação, aquecedor e o piso dos banheiros era de carpete!
A vista das janelas era no mínimo deslumbrante, sem contar aquele ar puríssimo que pudemos respirar. É uma região bem natureza, com lagos azuis, montanhas e cachoeiras. Nas imediações, vimos muitas placas que dizia "Cuidado com Ursos".  
Passamos momentos muito felizes e agradáveis em Mammoth Lakes. Na foto ao lado, o pessoal que ficou jogando até tarde da noite... E o Vitor lá no meio, todo feliz!
A intensão da hospedagem em Mammoth Lakes foi ficar próximo a Yosemite, um parque nacional americano localizado nas montanhas da Serra Nevada, Califórnia. Como é dificílimo conseguir hospedagem dentro do parque, além também que é muito caro, optamos por Mammoth Lakes, não muito distante da entrada do parque Yosemite. 

O dia 24/06 foi escolhido para visitar Yosemite e logo cedo saímos de Mammoth Lakes e pegamos a Tioga Pass Road, uma linda estrada que corta as montanhas, mas que por causa da neve excessiva, só fica aberta entre os meses de maio a novembro. Como era junho, pudemos trafegar por ela e mais uma vez nos deslumbrarmos com a paisagem. 

Percebemos que havia manchas brancas em algumas partes das montanhas e depois constatamos que tratava-se de restos de neve que, apesar do verão, ainda não tinham derretido por completo. 
Vibramos de alegria, pois foi a primeira vez que tivemos a oportunidade de ver e tocar na neve... 
Esse dia jamais será apagado da nossa memória!


Seguimos em frente e enfim chegamos ao Parque Nacional Yosemite, que é outra grande maravilha da natureza. Olhando para aqueles cenários deslumbrantes, não há como nos esquecer de que há um criador por trás de tamanha beleza. Muitas rochas de granito, cachoeiras, penhascos, montanhas e vales. Infelizmente as fotos não traduzem o que vimos, ouvimos e sentimos!


Achei interessante um casamento que aconteceu no Glacier Point, Yosemite, no dia que estivemos lá...


Continuando nossa visita ao Parque Nacional Yosemite, fomos ao Mariposa Grove, onde pudemos encontrar sequoias centenárias gigantescas, de muitos metros de altura. Nesta foto do Vitor com o pai dá pra ter uma ideia da  dimensão da árvore...

No dia 25/06 tivemos que deixar para trás Mammoth Lakes e Yosemite e seguir para San Francisco, distante cerca de 420 km. Continuamos por lindas estradas, mas com muita atenção por causa das curvas perigosas em meio às montanhas. 

Foi uma experiência magnífica e paramos diversas vezes para apreciar mais de perto a natureza e é claro, tirar fotos...

A ponte Golden Gate é o principal cartão postal da cidade de San Francisco e uma das mais conhecidas construções dos Estados Unidos. 
A famosa ilha de Alcatraz é outro importante ponto turístico de San Francisco. Inicialmente era uma base militar e posteriormente foi transformada numa prisão de segurança máxima. Atualmente está desativada. 

San Francisco também é famosa pelos bondes... É possível encontrar bondes por toda parte e é uma ótima opção para conhecer a cidade

A Lombard Street é conhecida como a rua mais sinuosa do mundo e fica lá em San Francisco...


Muitas ladeiras em San Francisco... Nos sentimos dentro de um filme!
O Pier 39 é outra importante atração de San Francisco. Um local encantador e que vale muito à pena visitar!
Lá no Pier 39, em San Francisco, é possível encontrar leões marinhos e focas, que em determinadas épocas do ano, ficam lá no caís tomando sol...Muito interessante!

No dia 27/06 tivemos que nos despedir de San Francisco e confesso que ficou aquele gostinho de "quero mais", pois é uma cidade muito bonita e encantadora. Mas ainda tivemos um tempinho para dar uma passadinha no Vale do Silício e conhecer, mesmo que apenas por fora, o prédio da Google... Meus filhos Bruno e Davi estavam ansiosos por este passeio...


No trecho entre San Francisco e Los Angeles, viemos pela costa do oceano Pacífico. São cerca de 739 km e a estrada é linda e as paisagens  também deslumbrantes. Esta estrada é considerada por muitos como a mais bonita do mundo!

Num determinado trecho da estrada entre San Francisco e Los Angeles avistamos algo diferente na areia de uma determinada praia... Quando nos aproximamos vimos que se tratava de dezenas de elefantes marinhos, que estavam descansando ao sol.
Os elefantes marinhos belos e folgados descansando nas areias de uma praia do oceano Pacífico...

Fizemos os 739 km que separam San Francisco de Los Angeles em um único dia... O ideal teria sido fazer com mais calma, pra ter sobrado tempo para desfrutar as belezas e o charme das cidades como Monterey, Carmel, San Luis Obispo, Santa Maria, Santa Bárbara, que estão pelo caminho. 

No dia 28/06 foi o dia de visitarmos os parques da Disney, localizados na cidade de Anaheim, a cerca de 50 km de Los Angeles. Resolvemos fazer os dois parques num único dia e deu para aproveitar bem. Primeiro fomos ao Disney Califórnia Adventure e ficamos lá do meio dia até umas 19 horas...
O Vitor e a minha mãe no carrinho da frente da montanha russa mais radical do parque... Muito corajosos esse dois!
Foi um dia bastante intenso. No segundo parque, ficamos até 00:35... Aproveitamos ao máximo! 







E não poderia faltar a foto clássica no castelo da Disneyland


Na sexta-feira, 29/06 foi o dia de conhecermos Hollywood e a tão famosa calçada da fama. Depois passamos também por Beverly Hill e sonhamos um pouquinho vendo as mansões dos famosos e milionários
No sábado, 30/06, saímos de Los Angeles com destino a Loma Linda, uma adorável cidade californiana a cerca de 95 km de Los Angeles. Lá visitamos a Universidade Adventista, que inclusive tem um curso de medicina super respeitado em todo o mundo. Posteriormente farei um post exclusivo sobre Loma Linda, cuja população já foi matéria da revista National Geographic como uma das mais longevas do mundo. O título da matéria é: "The Secrets of Long Life"
Neste sábado especial em Loma Linda, almoçamos na casa do nosso amigo Rogério e família e fomos muito bem recebidos. O Rogério foi meu professor de piano e posteriormente migrou para os Estados Unidos para trabalhar exclusivamente com música e está muito bem por lá. Tem uma confortável casa, com muita grama em volta e o nosso almoço foi no quintal, em baixo das árvores. Foi muito gostoso, pois houve um "junta panelas" brasileiro e pudemos conhecer novos amigos e nos confraternizar.

Foi um dia que passou muito rápido e saímos com vontade de ter ficado mais em Loma Linda. Todos do nosso grupo também gostaram muito de lá. Minha mãe, parece que ficou em êxtase. Meu marido, começou a sonhar em um dia, quem sabe,  morarmos ali por um tempo. Minha amiga Mara, que é dentista, também sonhou em fazer especialização em odontologia na Universidade e trazer seus pais para conhecerem esse pedacinho do céu nos Estados Unidos... Com toda certeza nossas recordações de lá são muito boas!

Saindo de Loma Linda, seguimos nosso próximo destino, que é a cidade de San Diego, a cerca de 170 km de lá. Chegamos tarde da noite e já fomos descansar.

No dia seguinte, 01/07, fomos conhecer um pouco de San Diego... Fomos até a fronteira dos Estados Unidos com o México e avistamos ao longe a cidade de Tijuana, já no México. Passamos pela fronteira mas retornamos na primeira saída... As filas para entrar de volta nos Estados Unidos estavam imensas e não queríamos perder tempo ali.
Mais tarde fomos conhecer uma praia de nome Coronado Beach e apesar de bonita, não tem comparação com as maravilhosas praias do Brasil... O oceano Pacífico tem águas muito geladas e agora entendo porque os gringos ficam enlouquecidos com as praias brasileiras... 

Ficamos 2 dias e 2 noites em San Diego e na segunda, dia 02/07, retornamos para Los Angeles, para embarcarmos de volta para o Brasil, pois a nossa viagem tinha chegado ao fim...Rodamos nesses 15 dias de viagem 4537 km, por estradas muito boas, sem pagar pedágio, com exceção da ponte em San Francisco...

Foram momentos maravilhosos vividos entre família e amigos e com toda certeza, jamais esqueceremos. 

Grande abraço a todos!



2 comentários:

  1. Oi Lidionete,

    sempre venho aqui atrás de noticias do Vitor e fico muito feliz em saber que ele está ótimo, graças a Deus!
    Adorei o roteiro de sua viagem, minha filha vai completar 15 anos e estamos pensando em fazer uma viagem diferente, original. Achei o máximo e ficaria muito feliz, que se caso houvesse mais alguma dica a acrescentar você me enviasse por e-mail.
    marcia.sulzer@uol.com.br
    Sou do RJ e estou a disposição quando estiver por agui.
    Um grande abraço,
    Marcia Menezes

    ResponderExcluir
  2. A pergunta que nao quer calar... e a Lana?? ficou aonde... kkkk

    Parabens pela bela viagem... Imagino a sensação boa de estar em lugares maravilhosos criados por Deus, e ali agradecer pela oportunidade... Vc é um ser humano admiravel, tenho mt respeito por ti... Vc conduz sua familia com mt sabedoria! bjoss

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...