sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Noam: um garoto encantador

Dias atrás tive a feliz oportunidade de conhecer pessoalmente o garotinho Noam. Já havia ouvido falar muito dele, mas ainda não o conhecia. Ele também é de Maceió, assim como o Felipe e o Arthur, e mais uma criança guerreira, que mesmo acometida por uma doença grave, não perdeu a alegria de viver.

Ele tem apenas 4 aninhos e fiquei impressionada com sua agilidade e disposição para brincar, mesmo com a sua mobilidade um pouco comprometida.

Em fevereiro 2010, enquanto sua mãe ainda estava hospitalizada para dar à luz a sua irmãzinha, seus familiares notaram que o pequeno Noam apresentava dificuldades para andar. Foi levado ao pronto socorro e após RX e outros exames, constatou-se um tumor na bacia. Foi realizada biópsia, mas o resultado saiu como inconclusivo. Dizia tratar-se de tumor de “células gigantes”, mas segundo alguns radiologistas, “sarcoma de ewing”.

Realizou a quimioterapia em Maceió, mas não teve efeito e então a família buscou outra opinião em Recife, Pernambuco. Lá os médicos falaram em amputação e perda dos movimentos inferiores e das funções sexuais e loco motoras. A família ficou desesperada com esta possibilidade e sua tia Poli usou a internet para pesquisar sobre algum tratamento menos devastador. Numa dessas buscas, relatou o caso do Noam numa comunidade do Orkut. A Jane Selma (tia do Felipe) ao ler o relato, imprimiu e levou ao GRAACC aqui em São Paulo (Hospital de referência no tratamento do câncer infantil), onde o Felipe, o Vitor e tantas outras crianças são acompanhadas . Em seguida entrou em contato com a tia do Noam e até disponibilizou hospedagem por algum tempo aqui em São Paulo. Apesar das duas famílias serem da mesma cidade (Maceió, Alagoas), não se conheciam. Atitude louvável a da amiga Jane, sempre disposta a ajudar no que estiver ao seu alcance.

O Noam veio para São Paulo no dia 22 de julho de 2010 e desde o início foi muito bem atendido no GRAACC. Durante uma semana realizou os mais variados e sofisticados exames e no dia 27/07/10 saiu um laudo: o caso do Noam não era tão grave como se imaginava e a amputação foi descartada!

O tratamento proposto foi cirúrgico, com a retirada do tumor e de 2 ossinhos comprometidos (Ilíaco e Acetábulo). Foi uma cirurgia bastante complexa e com a graça de Deus correu tudo bem no dia 23/08/10. Após alguns dias na UTI, continuou sua recuperação no quarto e iniciou a fisioterapia motora. A biópsia constatou tratar-se de um tumor benigno e os 3 ciclos de quimioterapia realizadas em Maceió foram em vão, pois não responderam a este tipo de tumor.

Atualmente o Noam se locomove com a ajuda de muletas, mas é incrível a agilidade que desenvolveu. Chegou ao aniversário do Arthur e não quis saber de ficar sentado não... Foi direto para os brinquedos e para a piscina de bolinha. É um encanto de garoto, falante e super simpático.

Continua sendo acompanhado no GRAACC, realizando tratamento fisioterápico e terapia ocupacional. Assim que for possível, fará outra cirurgia, para colocar um osso no lugar, que será retirado da panturrilha de seu pai, que ficou muito feliz em poder realizar este grande gesto de amor, de retirar um osso seu e doar para seu amado filhinho, que tem a vida inteira pela frente para continuar sendo muito feliz e abençoado.

Naom encantado com os dinossauros da festa do Arthur

Noam e Vitor

3 comentários:

  1. Noam, o nosso carinho a mais uma criança guerreira!!! Parabéns!! Bela postagem Lidionete. Um ótimom e abençoado final de semana, beijos no coração :)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Suziley!
    Deus abençoe o guerreiro Noam!
    bjs

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...