Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Mais um guerreiro chamado Vitinho

O belo garoto da foto ao lado também se chama Vitor, mas carinhosamente chamado de Vitinho por sua amada família. Também é muito forte e corajoso, pois passou e vem passando por muitos desafios. Mora com sua família em São José do Rio Preto, uma bela cidade do interior paulista.

Tudo começou a cerca de 2 anos e 9 meses atrás, quando o Vitinho estava com 10 para 11 anos. Era uma quinta-feira quando teve uma febre que não baixava e sua mãe Mara o levou ao posto de saúde e após ser examinado pela médica plantonista, o diagnóstico foi de “infecção de garganta” e foi liberado para casa, mas com a prescrição de “amoxilina”. Os dias foram passando e não melhorava com a medicação prescrita pela médica. No domingo, já não conseguira levantar da cama, estava muito pálido, não comia (emagreceu), era possível ouvir um barulho no pulmão, reclamava que as pernas doíam muito, além da febre não dar sinais de ceder. A família retornou com ele ao pronto atendimento do posto de Saúde e a mesma médica que o havia atendido na quinta estava lá e ficou espantada com a piora que o Vitinho apresentava... Mesmo assim não os encaminhou ao Hospital, pois era domingo à tarde. Solicitou exame de raio X do pulmão e hemograma, que deveriam ser feitos no dia seguinte, e assim aconteceu. Na terça-feira o laboratório onde foram coletados os exames ligou para a médica, dizendo que era necessário localizar os pais daquela criança com urgência, pois segundo o resultado dos exames, o Vitinho “estava morrendo.”

Quando retornaram ao posto de saúde, já estavam todos esperando e desesperados. A médica apenas informou que o Vitinho estava com uma anemia muito forte e foram então encaminhados urgentemente ao hospital.

Somente depois de muitos dias de internação que a família veio saber exatamente do que se tratava... Foram informados que o Vitinho tinha uma doença muito grave e também rara em crianças de sua idade, cujo nome é “Leucemia Mielomonocítica Aguda M4”.

Os médicos foram bastante claros com relação ao prognóstico ao afirmarem que é uma doença que não responde ao tratamento e quando responde, é somente até um certo ponto... Sua mãe então perguntou de quantos % eram as chances e a médica respondeu: “nenhuma, mãe”.

O Vitinho passou por momentos bastante delicados, em que os aparelhos apontavam que estava sem saturação... A médica disse à família: “Não há mais nada que eu possa fazer”. Parecia que o mundo desmoronava sob os pés, mas ao mesmo tempo as forças eram renovadas. Sua mãe respondia em pensamento “Vocês não sabem o que fazer, mas eu conheço alguém que pode: Jesus Cristo de Nazaré.”

Foram mais de 2 anos de muita luta e quando parecia que as coisas estavam melhores, os exames voltaram a ficar ruins, muitas transfusões de sangue, barriga crescendo e internações por causa das infecções repetidas. Foi no começo de 2010 que um exame de ultrasson diagnosticou que o baço estava enorme e foi necessária então uma cirurgia, onde foi retirado o baço, que estava comprometido com um tumor e também com outros problemas. A cirurgia foi realizada em março 2010 e o Vitinho mão tem mais baço e está imunocomprometido pelo resto da vida, tomando antibióticos sem parar.

Nestes últimos 2 anos e 9 meses foram muitas quimioterapias, internações, infecções, cirurgias e apesar de tudo isto, os médicos afirmaram que o tratamento dele é apenas paliativo e não curativo...

Está na fila de um transplante alogênico, que é a grande esperança para o caso dele.

Depois de tudo que passou até agora, não há dúvida alguma de que o Vitinho é um grande milagre. Sua médica disse: “Tudo que era para acontecer não aconteceu e tudo que não era para acontecer aconteceu.”

Hoje o Vitinho tem 13 anos e segue na luta enquanto aguarda na fila do transplante. Deus tem cuidado dele a cada dia e sua mãe, juntamente com toda família tem convicção que em Deus somos mais que vencedores e nada acontece sem a permissão dEle!

E aqui fica o relato de mais um guerreiro e peço a todos que incluam o Vitinho nas orações!

Vitinho e sua mãe Mara
Vitinho: Deus é contigo!
Brincando no Hospital
Garoto forte e corajoso, abençoado por Deus

3 comentários:

  1. É isso aí, Vitinho, vamos em frente com fé e coragem, sempre!! Você já está em nossas orações!! Obrigada pela partilha, Lidionete!! Um bom dia, boa semana, beijos ;)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Suziley!
    Ótimo dia e ótima semana pra você também!
    bjos

    ResponderExcluir