sexta-feira, 11 de maio de 2012

Schwannoma: um triste relato

Uma amiga pessoal, chamada Sinézia, foi diagnosticada a algum tempo com um tumor localizado na base do crânio, denominado “schwannoma”. É um tipo de tumor de nervos periféricos, benigno e encapsulado. O tratamento geralmente é cirúrgico, mas devido à localização delicada (próximo ao tronco cerebral), os médicos optaram por conduta expectante, apenas acompanhando com imagens periódicas.

Acontece que o tumor apresentou crescimento de 0,5 centímetro nos últimos meses e os médicos optaram pela cirurgia, que foi marcada para o dia 03/04/2012, no Hospital Santa Helena, da Unimed Paulistana em São Paulo. Três dias antes da cirurgia tive a oportunidade de conversar e orar com ela. Apesar de um pouco temerosa, estava confiante de que tudo sairia bem. Seu grande receio era o risco de paralisação do nervo facial, pois o médico já havia alertado deste risco.

Correu tudo bem durante a cirurgia e em seguida ela foi encaminhada à UTI para a recuperação pós-cirúrgica. Mas aí começaram as complicações, pois teve uma parada cardíaca, que foi revertida, e após 24 horas outra parada cardíaca e devido ao tempo de parada, seu cérebro também parou. Foram momentos de bastante angústia para amigos e familiares, pois não imaginávamos que algo pudesse dar errado. 

Mais alguns dias na UTI e infelizmente não teve jeito de reverter o caso e a querida Sinézia faleceu no dia 09/04/2012, aos 43 anos de idade e com muitos planos e projetos pela frente. O esposo e seus três filhos ficaram muito abalados diante desta fatalidade, mas ao mesmo tempo confortados, pois Deus sabe de todas as coisas e um dia entenderemos os mistérios da vida...

“A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” 1 Coríntios 15.52



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...