Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 22 de maio de 2011

Mais um guerreiro chamado Felipe

O Felipe Lima é mais um guerreirinho na batalha contra um tumor cerebral. Ele tem 8 anos e também é de Maceió, Alagoas. Foi recentemente diagnosticado com um tumor cerebral e a cirurgia que realizou em um Hospital de sua cidade removeu apenas 10% do tumor. O resultado da biópsia foi de Tumor Teratoide e Rabdóide Atípico Grau IV, mas uma segunda análise deu como Ependimoma Anaplásico, Grau III. O que se tem certeza é que trata-se de um tumor de crescimento rápido e de alto de grau de malignidade.

A Jane Selma, tia do outro Felipe (Felipe Rocha), também de Maceió, tomou conhecimento da história do Felipe Lima. Naquela mesma semana o Felipe Rocha esteve em São Paulo para consulta de controle, juntamente com sua mãe e houve então a oportunidade de “participar” a equipe do GRAACC sobre o caso do Felipe Lima. Foram então encaminhados exames e maiores detalhes e a equipe de neuro-oncologia do GRAACC demonstrou bastante otimismo, pois pelas informações que tinham até o momento, refere-se a um tumor extremamente tratável.

Em Maceió, nenhuma conduta ainda havia sido tomada. Os médicos haviam liberado o Felipe Lima para casa e mandado aguardar... Aguardar o que?

Foi uma decisão bastante difícil, mas Eva, mãe do Felipe Lima, decidiu trazer o filho para São Paulo. Ela não tem qualquer familiar aqui em São Paulo e também está grávida de 4 meses, mas mesmo assim não poupou esforços em buscar um tratamento eficaz para seu filho. Graças a Deus o GRAACC aceitou o caso do Felipe Lima e conseguiram hospedagem gratuita na Casa de Apóio, localizada nas imediações da Instituição.

Após uma série de exames, a equipe achou melhor submetê-lo à cirurgia com o Dr. Sérgio Cavalheiro, o mesmo neurocirurgião pediátrico que operou meu filho Vitor a 3 anos e 3 meses atrás. A localização do tumor também é bastante delicada, pois se situa nas proximidades do III e IV ventrículos.
Na última sexta-feira, 20/05/11 estive no GRAACC para conhecer o Felipe Lima e sua mãe Eva. O Felipe é lindo e já estava internado, pois a cirurgia ocorreria nas próximas horas. A Eva também é um amor de pessoa e sentia-se muito agradecida por estar sendo tão bem tratada e também recebendo carinho e apóio de pessoas que nem sequer conhecia. Seu celular não parava de tocar... A Jane Selma, tia do Felipe Rocha, mesmo à distância (está em Maceió), conseguiu, através da internet, mobilizar dezenas de pessoas que estão fazendo a diferença na vida da Eva e do seu filhinho Felipe.

Exemplos assim enchem meu coração de alegria, pois vemos a prova viva de que existem pessoas solidárias que se preocupam com o sofrimento alheio.

Na sexta-feira 20/05, o Felipe Lima foi para o Centro Cirúrgico às 14:00 horas e saiu por volta da meia noite, direto para a UTI, que é procedimento padrão após uma neurocirurgia tão delicada. Segundo o que a Eva informou, a cirurgia foi um sucesso e todo o tumor pôde ser retirado.

Não consegui falar com a mãe do Felipe hoje, mas as últimas informações são que continua na UTI, mas evoluindo muito bem.

Incluamos mais este guerreirinho em nossas orações!

Grande abraço a todos!

4 comentários:

  1. Oi eu achei "por acaso" seu blog, que Deus possa nos dar mais fé e forças a cada dia pra ajudar essas crianças que estão passando por isto, minha filha está passando pelo Ependimoma Anaplásico de grau III, os sintomas foram muito fortes, além do tumor apareceu a hidrocefalia por causa do tumor, eu deixo um link pra vc ver como ela era no youtube uma homenagem que fiz antes de descobrir-mos acesse ai. http://www.youtube.com/watch?v=l0Ce0dUVejE Ah! comente!

    ResponderExcluir
  2. Olá Herbert, sábias palavras... Só Deus mesmo pra nos dar a força necessária.
    Muito linda sua filhinha. Que Deus abençoe pra que muito em breve seja vitoriosa neste grande desafio, na luta contra esta doença.
    abs
    Lidionete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola Lidionete, meu filho está tratando de um Ependimoma Anaplásico de grau III aqui em Curitiba PR. os médicos que estão tratando do caso disseram que não há mais tratamento conhecido aqui, pois todos que existem ele fez e o tumor rescindiu... sera que você pode passar o telefone do hospital que tratou dos pequenos Felipes?

      Excluir
    2. Oi Vagner, faz um certo tempo que não atualizo o blog e portanto ainda não postei a triste notícia de que o Felipe infelizmente faleceu...
      Ele fazia tratamento no GRAACC, em São Paulo e apesar de todos os esforços, não teve jeito.
      Espero que seu filho esteja bem e uma solução tenha sido encontrada para reverter a situação.
      Manda notícias assim que possível.
      abraço!
      Lidionete

      Excluir