terça-feira, 9 de novembro de 2010

Felipe: enfim de volta a Maceió!

O último sábado, 06/11/10, foi um grande dia para o Felipe e sua família. Por volta das 10 horas da manhã ele e sua mãe embarcaram rumo à Maceió, Alagoas, após 11 meses em tratamento aqui em São Paulo. Foram recepcionados com uma linda festa, onde foi possível reencontrar todos os familiares e amigos que não viam a tanto tempo .

O Felipe venceu desafios muito difíceis, mesmo tendo apenas 11 anos de idade. Foram inúmeras cirurgias, diversos ciclos de quimioterapia, radioterapias, transplante autólogo, muitas internações e intercorrências, mas com a graça de Deus foi superando cada etapa. Saiu de um tratamento paliativo em Recife em busca de um tratamento de resgate aqui em São Paulo, no GRAACC. Encontrou médicos muito especiais em seu caminho, que fizeram toda a diferença.

Conforme sua tia Jane Selma descreve, “retorna para casa como um soldado que foi para a guerra, com muitas cicatrizes e seqüelas”, que são perda auditiva, diplopia (visão dupla), alargamento da válvula cardíaca, hipertensão, válvula no cérebro, hiper-tireóide, equilíbrio comprometido e déficit motor. Mas tenho fé que muito em breve superará todos estes desafios também.

Em Maceió, será acompanhado por médicos que farão a ponte com os médicos do GRAACC nos intervalos entre os retornos de controle. Seu próximo retorno ao GRAACC para exames de controle já está marcado para o dia 19/01/2011. Ainda é necessário um controle bastante rigoroso, pois aparece nas imagens algo que os médicos dizem que pode ser um tumor... Provavelmente benigno (teratoma ou cavernoma), mas que aparentemente não significa risco, pois as imagens mantêm-se inalteradas desde antes do tratamento. Vale lembrar que o objetivo do tratamento foi outro tumor (este sim agressivo), mas que com a graça de Deus não existe mais, pois foi liquidado com o tratamento.

Eu não poderia concluir esta postagem sem falar das “Janes” de sua vida... A supermãe Jane Shirley e a mega tia-madrinha Jane Selma, que largaram suas vidas pessoais para se dedicarem exclusivamente à cura do Felipe. “Não achem vocês que eu ou minha irmã somos fortes...Felipe talvez não saiba, mas não é ele que precisa de nós....nós é que precisamos dele.” São as palavras da sua tia Jane Selma.

Eu e meus filhos Bruno, Davi e Vitor visitamos o Felipe na última quinta-feira, dois dias antes do seu retorno à Maceió. Ele estava radiante, feliz e muito bem, graças a Deus. Sua mãe também era só sorrisos, pois as taxas sanguíneas dele tem melhorado progressivamente.

Felipe é um vitorioso e seu regresso à Maceió é apenas o começo de uma nova etapa na sua vida, que será repleta de saúde, felicidade e paz.

No vídeo abaixo, vocês verão um pouco da alegria e gratidão do Felipe e de sua mãe neste momento tão especial.
http://www.youtube.com/watch?v=LEPDCuuffvg

Só menino bonito nesta foto! rsr

4 comentários:

  1. Ótimo saber que o Felipe pode retornar para casa. É um guerreiro e certamente superará as dificuldades que ainda restam!

    Um abraço,
    Vitor Finkler

    ResponderExcluir
  2. Olha que maravilha, saber que enfim depois de uma grande batalha ele pode enfim voltar para Maceió, minha cidade.

    me emocionei muito com essa frase:

    “Não achem vocês que eu ou minha irmã somos fortes...Felipe talvez não saiba, mas não é ele que precisa de nós....nós é que precisamos dele.”


    beijos
    Fiquem com Deus

    ResponderExcluir
  3. Olá, blogueiro (a),
    Salvar vidas por meio da palavra. Isso é possível.
    Participe da Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Divulgue a importância do ato de doar. Para ser doador de órgãos, basta conversar com sua família e deixar clara a sua vontade. Não é preciso deixar nada por escrito, em nenhum documento.
    Acesse www.doevida.com.br e saiba mais.
    Para obter material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde
    Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Tenho acompanhado a luta desses meninos, e cada pequena vitória me deixou feliz, imagine essa volta pra casa. Com certeza Felipe e cia estão vivendo dias incríveis.

    Parabéns pela sua força e luta também, Lidionete, te admiro muito. Quando comecei a ler tudo o que faz pelo Vitinho, quase 2 anos atrás, lembrei-me do filme "O óleo de Lorenzo". Sua garra será recompensada definitivamente.

    Beijos,

    Carin

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...