Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Barack Obama: Medidas para a Reforma da Saúde

Obama defende taxação de refrigerantes para combater obesidade
O presidente Barack Obama se declarou favorável à ideia de impor uma taxa adicional sobre os refrigerantes para financiar o combate à obesidade, mas admitiu que os interesses econômicos em jogo tornam o caso complicado.
"É uma ideia que deveríamos aprofundar", declarou Obama à revista Men´s Health, referindo-se à sugestão de instaurar uma taxa adicional sobre os refrigerantes e outros produtos ricos em açúcar para lutar contra a obesidade.
"Nossas crianças bebem refrigerantes em demasia. Mesmo que o consumo destas bebidas não seja a única causa da obesidade, é um fator essencial", disse o presidente, segundo trechos da entrevista publicados previamente pela revista.
Obama ressaltou, porém, que as "resistências" a esta ideia seriam muito fortes, sobretudo nos estados americanos produtores de açúcar. Segundo ele, estes estados "são sensíveis a todos os fatores que podem reduzir a demanda".
Além disso, "as pessoas talvez não queiram ouvir alguém lhes dizer o que devem comer ou beber, e entendo isso", explicou Obama nesta entrevista, dedicada às maneiras de manter uma vida mais saudável e ao grande projeto presidencial de reforma do sistema da saúde.
Obama, que pratica exercícios quase todos os dias, se descreveu como uma pessoa que "tem uma alimentação saudável".
O presidente mandou colocar uma taça cheia de maçãs no Salão Oval. "Foi a primeira medida de reforma da saúde que tomamos", brincou.
De acordo com um relatório publicado em julho, dois terços dos americanos e um quinto das crianças são obesos ou têm problemas de excesso de peso. O tratamento das doenças decorrentes da obesidade custa quase US$ 150 bilhões a cada ano, quase duas vezes mais que o do câncer, alertaram autoridades sanitárias.

Fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/mundo/conteudo.asp?ID=181733


Nenhum comentário:

Postar um comentário