Visualizações desde JUL 2010

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Testemunhando

Entre os dias 14 a 20 de setembro aconteceu na igreja que frequentamos uma programação chamada "Semana de Oração", que são cultos com mensagens edificantes durante todas as noites desse período. E dessa vez foi uma "semana de oração" especial, pois foi dirigida pelo "Clube de Desbravadores", sendo os participantes crianças, juvenis e adolescentes e os meus filhos Vitor e Davi fizeram parte.

A cada noite as crianças e adolescentes participavam dirigindo a programação, os momentos de louvor, testemunho e também a meditação, que chamamos de "pregação".

Foi muito bonito ver as crianças/adolescentes tomando parte ativa e tive o maior prazer de ver meus filhos participando... O Davi foi o orador na quarta-feira e o fez muito bem, contando a história bíblica de Daniel.

Os testemunhos/experiências pessoais relatados pelas crianças foi outro ponto alto... É maravilhoso ver o reconhecimento delas do cuidado e proteção de Deus.

A garota Esther relatou quando Deus a livrou de ter a mão esmagada numa máquina de panificação da família. A Júlia, sobre problemas muito graves com asma, quando ficou vários dias hospitalizada na UTI sem conseguir respirar sozinha. O Vinícios, quando engasgou ainda bebê e milagrosamente Deus o salvou. O Pedro, quando prendeu o dedo na porta do carro e o machucado foi tão profundo que quase perdeu o dedo, mas o mesmo "colou-se" e após 3 dias internado no hospital, teve alta e hoje o dedo é normal, sem qualquer sequela.

Outro testemunho surpreendente foi o relatado pelas gêmeas Nicole e Nathália, da época que a família morou em Recife e as meninas ficavam aos cuidados de uma babá enquanto os pais trabalhavam. Elas tinham 6 anos e a irmanzinha Luana era uma bebê muito gordinha e fofinha de 1 ano e pouco. A família morava no sexto andar de um prédio de apartamentos e num determinado dia, uma fraldinha (paninho de boca) da bebê caiu pela janela e ficou "enroscada" numa jardineira que havia abaixo da janela, no sexto andar do prédio. A babá estava ocupada com alguma coisa e não viu o ocorrido e as meninas de 6 anos decidiram tomar uma atitude e pegar a fraldinha presa do lado de fora da janela e como não alcançavam a jardineira, tiveram a "brilhante" ideia de "usar" a bebê Luana para isto... As gêmeas então colocaram a bebê do lado de fora da janela, de cabeça para baixo e cada uma segurou numa das pernas da irmanzinha, que com as mãos livres pregou a fraldinha!! Ufa, gela a barriga ao imaginar esta cena no sexto andar de um prédio... Criança não tem muita noção do perigo e dão muito trabalho para os seus anjos da guarda...rsr

Quanto ao Vitor, a surpresa foi total, pois aceitou participar contando seu testemunho, referente aos desafios que enfrentou após o incidente da queda em junho deste ano. Por causa do "mutismo seletivo", falar em público é muito difícil, mas ele venceu este grande desafio e mostrou que sua garra e determinação são enormes. Foi emocionante quando disse que ficou triste quando não conseguia andar, pois não sabia se iria se recuperar ou não... Agradeceu a todos que oraram por ele, pois Deus ouviu essas orações e hoje ele está recuperado. Concluiu deixando uma mensagem a todos que enfrentam problemas difíceis e aconselhou que não devemos ficar com medo, pois Deus disse que temos que ser fortes e corajosos "Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares."


Nenhum comentário:

Postar um comentário