quarta-feira, 6 de julho de 2011

21 JUN a 02 JUL: Férias em Orlando

Regressamos de viagem no último domingo e como fiquei afastada da net nos últimos dias, ainda estou me atualizando... Reservo cerca de 2 horas diárias do meu tempo para compartilhar informações e confesso que não tem sido suficientes... E com essa pausa devido à viagem, o acúmulo ficou maior. Muitos e-mails, mensagens e comentários para responder e assim que possível, estarei colocando em dia. Agradeço também os contatos e mensagens de apóio... Fazem a diferença!

Enquanto estávamos fora, faleceu uma pessoa muito querida, amiga da minha família, que já estava doente de cirrose hepática... É muito triste quando nos deparamos com a morte, de pessoas tão boas e que ainda teriam muita vida pela frente... Mas Deus é misericordioso e alivia o sofrimento quando este se torna insuportável.

Soube notícias da Ana Luiza, das complicações que ocorreram e fiquei muito triste... Peço diariamente a Deus para proteger e cuidar das crianças guerreiras que passam por situações complicadas. O pequeno Felipe Lima ainda continua internado e os médicos suspeitaram de infecção no cateter, devido picos de febre que vinha apresentando e houve necessidade de fazer novo procedimento cirúrgico e deve continuar internado por mais alguns dias ainda... Continuemos em oração por ele também.

Com relação à nossa viagem, graças a Deus correu tudo bem. Conforme mencionei no último post, fomos para os Estados Unidos, visitar os parques de Orlando. Fomos juntamente com uma família de amigos e foi maravilhoso. As crianças aproveitaram ao máximo e foi tudo muito intenso. O Vitor brincou em todas as montanhas russas, inclusive as mais radicais. Como gosta de emoção!

Estivemos nos parques da Universal, no Sea World, Discovery Cove, Hollywood Studios, Epcot e Magic Kingdon. Assistimos lindos shows com baleias, golfinhos, leões marinhos, aves, etc. As crianças puderam interagir com golfinhos e inclusive “nadar” com estes animais tão dóceis e inteligentes.

O Vitor aproveitou bastante a viagem e estava bastante solto e desinibido. Treinou o quanto pôde o seu "inglês” e fiquei surpresa e feliz com a sua desenvoltura.

Uma coisa que me chamou a atenção em Orlando foi a quantidade de americanos obesos mórbidos que víamos na rua, nos parques, nos restaurantes e em todo lugar. Pra mim, ficou claro que há muito mais obesos na Flórida do que aqui na cidade de São Paulo... Com certeza tem ligação direta com a dieta Fast Food (comida pronta e rápida), alimentos industrializados e também o sedentarismo. E por falar em dieta, como é difícil encontrar comida saudável nos Estados Unidos... Pra começar, o café da manhã americano inclui ovos, bacon, salsicha, batatas, donuts, etc... Restaurante buffet que vende “comida”, é difícil de encontrar. Não teve jeito, comemos muito mal nesses últimos dias. O Vitor comeu muita “besteira”, como hambúrguer, frituras, refrigerantes... Pra contrabalancear um pouco, comprava no Walmart blue berry (mirtilos), framboesas e morangos, muito saborosos e comíamos 1 ou 2 porções ao dia. Também castanhas que trouxe de casa e as cápsulas de ômega-3, clorella, cogumelo do sol, etc. Outra opção também era um suco de blue berry que também encontrei no Walmart...

No nosso grupo de 9 pessoas, havia 3 vegetarianos: eu, meu filho Bruno e a Samantha, filha do casal de amigos que viajou conosco. Pra nós foi um pouco mais difícil, mas procurando bem, sempre encontrávamos uma opção. Meu marido e meus filhos Davi e Vitor comem carne esporadicamente...

Fora de casa, é mais difícil seguir uma dieta equilibrada, mas como são situações esporádicas, creio que não há problemas. No dia que chegamos já retomamos com os sucos, e meu marido mal entrou em casa, já saiu para a feira de orgânicos e buscou todo suprimento de vegetais para os próximos dias. Inclusive trouxemos dos Estados Unidos uma máquina melhor para extrair sumos de vegetais... Há 3 anos que usamos a centrífuga, mas há muita perda com relação aos vegetais folhosos... Essa outra máquina extrai ao máximo, todo tipo de folhas e inclusive a grama do trigo e como tem baixa velocidade, preserva melhor as enzimas, as vitaminas, os minerais e demais nutrientes. Tenho convicção que esses sucos ajudam demais. Continuo lendo bastante sobre o assunto e a cada dia tenho mais certeza de que estamos no caminho certo. O livro que estou lendo no momento se chama “A cura do diabetes pela alimentação viva”, do médico americano Dr. Gabriel Cousens e foi recentemente lançado em língua portuguesa no Brasil. O prefácio da edição brasileira é do médico Dr. Alberto Gonzales e autor do livro “Lugar de Médico é na cozinha”. Percebo que tem crescido o número de doutores em medicina que tem se rendido a esta tão importante verdade dos benefícios da alimentação viva.

Voltando ao assunto dos Estados Unidos, uma coisa positiva que me chamou a atenção foi a qualidade do ar, mesmo na região urbana. Em várias ocasiões encontramos pássaros e esquilos nos parques, praças e até nas calçadas. Há muitas árvores, grama e os carros não soltam aquela fumaça preta que vemos em São Paulo. Parece que o governo americano é rigoroso nesta questão e o combustível deles é de melhor qualidade. A gasolina e o diesel não são os mesmos que temos no Brasil. E também com relação a defensivos agrícolas, muitos agrotóxicos perigosos que são utilizados livremente no Brasil, são proibidos nos Estados Unidos, Canadá, Europa e Japão.

Trouxemos também de lá os suplementos nutricionais que tomamos aqui em casa. Além de serem de melhor qualidade, os preços são infinitamente mais baratos do que aqui no Brasil. Ah, também comprei um sensor que mede a radiação emitida por telefone celular, antenas, microondas, controles remotos, aparelhos eletrônicos, etc. Já utilizei e o aparelho simplesmente disparou quando coloquei perto do microondas em funcionamento... A quantidade de radiação detectada foi bem superior ao máximo recomendado pelos órgãos de saúde... Depois falo mais sobre esta questão, pois já é provada a relação entre excesso de radiação X mutações genéticas, incluindo o câncer.

Deveríamos ter regressado ao Brasil na quinta-feira, dia 30/06. Às 15:30, pegaríamos um vôo em Orlando, que nos levaria até Miami e de lá, um outro para São Paulo. Chegamos no aeroporto com 3 horas de antecedência, fizemos o check´in, despachamos as malas e faltando meia hora para a saída do vôo, nos apresentamos na sala de embarque... Lá ficamos sabendo que nosso vôo iria se atrasar, pois o aeroporto de Miami estava fechado, devido condições climáticas... O tempo foi passando e nada de embarcarmos e aconteceu que nosso vôo foi cancelado. Consequentemente, perdemos o outro vôo que deveríamos pegar em Miami, com destino à São Paulo. Não somente nosso vôo foi cancelado, como também outros 4 e o aeroporto de Orlando ficou aquele amontoado de pessoas. Retiramos as malas e fomos novamente ao guichê pra tentar remarcar as passagens. Chegando lá, descobrimos que não havia lugares disponíveis nos próximos vôos com destino ao Brasil e nem para Miami... O que fazer? Queriam nos enviar para Dallas, no Texas e de lá para Miami e ainda correndo o risco do aeroporto de Miami fechar novamente. Foi uma dificuldade, pois o inglês do meu marido é super básico, mas graças a Deus chegou-se a uma solução. Na manhã seguinte, deveríamos pegar um vôo até Nova Iorque, que fica a 1520 Km de Orlando, e 2 dias após, um direto de Nova Iorque – São Paulo. Os meninos ficaram eufóricos quando souberam que iriam para Nova Iorque!! Já estivemos em Nova Iorque há 11 anos atrás e o Bruno e o Davi eram pequenos e o Vitor ainda nem tinha nascido. Pra eles foi como se fosse a primeira vez e uma alegria só. Nem se incomodaram em ter que dormir no aeroporto até a manhã seguinte... Dormimos literalmente no chão de carpete e foi uma experiência diferente rsr... Outros brasileiros do Rio de Janeiro, Maceió, Natal, e de outras cidades também dormiram no aeroporto, pois estavam na mesma situação que a gente...

E Nova Iorque é maravilhosa! Andamos de metrô, fomos à Broadway, Times Square, Central Park, Museu de Cera, monumento do 11 de setembro, construção no novo World Trade Center, rio Hudson e às suas margens avistamos a Estátua da Liberdade... Aquela cidade não pára e lembra um pouco o ritmo frenético de São Paulo...

Claro que não estava nos nossos planos a extensão da viagem, mas foi muito legal.

Bom, agora vou compartilhar com vocês algumas fotos da nossa aventura... Grande abraço a todos!

Vitor todo feliz no parque Islands of Adventure, da Universal

Incríveis shows no Sea World

Vitor todo molhado, pois quando as baleias saltavam, espirrava água em quem estava próximo...

Meu marido conseguiu fotografar 8 golfinhos saltando simultaneamente... Incrível!!

Olha o golfinho sorrindo pra foto...rsr

O Vitor pegando uma carona com o golfinho...

Mergulhando nas piscinas naturais...

Diversos peixes e arraias...

Montanha russa, só se for na frente...rsr

Olha a descida dessa montanha... E não era a mais radical!

Nós na Universal...

Todo nosso grupo no Epcot... Adoramos a companhia!

Foto Clássica do Castelo da Disney

Nossa experiência dormindo no aeroporto de Orlando...

Nós em Nova Iorque

Nesse local ficavam as torres gêmeas... Está sendo construído novo World Trade Center

Vitinho na Times Square

No Central Park, jogando "prato" com o papai 

Uns amigos nossos..rsr

Ah, e agora um vídeo da interação com os golfinhos...
 

15 comentários:

  1. Ai amigaaaa que saudadesssss.....que delícia de viagem vcs fizeram!!!! No fim até ganharam um extra em NY??????? Que lindo!!!!! Vcs merecem essa felicidade e muito mais!!!! E diante de td isso, vc ainda tem tempo pras suas idealizações. Muito bom! To muito feliz por td isso! beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Lidionete, parabéns pelo seu blog. Semana que vem viajo para Miami e gostaria de saber a marca da centrífuga e a loja que vc comprou. Obrigada.
    Helen

    ResponderExcluir
  3. Oi Helen, aqui é a Lidionete. Não estou conseguindo postar de forma identificada...

    A máquina de sumos que comprei é da marca "Omega", modelo J 8005. Comprei pela internet, na Amazon, e pedi pra entregarem num endereço em Orlando, pois não entregam aqui no Brasil. Há 15 dias atrás paguei $ 239,95 (promoção), mas agora está $ 259,95. Já estou usando a máquina e gostei.
    Link: http://www.amazon.com/Omega-J8005-Single-Gear-Commercial-Masticating/dp/B0002OKDT2/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1310089017&sr=8-1

    Este modelo que comprei está entre os mais baratos. Para sucos medicinais, o ideal não é a centrífuga... A melhor máquina de sumos que conheço é a Norwalk, mas é bem cara ($ 2495,00). Tem outras intermediárias, como a Super Angel Juicer ($ 990,00) e a Green Star Elite ($ 529,00)

    Eis os links dessas outras também:
    Norwalk:
    http://www.norwalkjuicers.com/

    Super Angel Juicer:
    http://www.fernsnutrition.com/angel_juicer.html

    Green star Elite:
    http://www.amazon.com/gp/product/B002QGXTJK?ie=UTF8&tag=teragers-20&linkCode=as2&camp=1789&creative=390957&creativeASIN=B002QGXTJK

    ResponderExcluir
  4. Lidi, entra no Facebook, está muito legal, tem uma pagina para a Ana Luíza, outra da Isadora....e seu nome já foi mencionado....entra lá, falta vc!!!!!!!!!! Um beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá Lidionete!! Na segunda-feira conheci o teu blog e até adicionei ao meu http://camilapublicidade-criative.blogspot.com/, no primeiro momento não havia entendido o porque o seu blog, o da Ana Luiza, do Arthur estavam diante de mim. Mas na terça-feira recebi a noticia que a filhinha de uma grande amiga minha a Gabi estava em Porto Alegre/RS (somos de Santo Ângelo/RS) pois descobriram um tumor na cabecinha dela. Era para ter feito cirurgia ontem, mas não foi possivel, pois está nas veias, então hoje vão fazer cauterização. Não temos muitas noticias, pois a mamãe Simone está se comunicando com a familia e por meio deles que estamos acompanhando. Estamos pedindo ao papai do Ceu para cuidar da Gabi. Essa semana meu coração e meus olhares se direcionado para crianças que passam por essa situação, falei hoje com a primeira dama de nosso municipio, que é mãe do coleguinha dos meus filhos - o Arthur tem down e ela sempre se enganja em projetos para o desenvolvimento da saúde, educação e social que proporcionem o desenvolvimento da comunidade. Convidei ela para pensarmos em envoler nossa cidade em ajudar a melhor encaminhas familias que precisam desse apoio, que não possuem recursos e fazermos mais continuamente campanha de doação de orgãos e de medula.
    Se você tiver sugestões, informações o que for possivel para nos ajudar é bem vindo. Meu e-mail é camila.publicidade@hotmail.com
    Que o papai do ceu e os anjos estejam com o Vitor, Ana Luiza, Gabi e todas as crianças.

    ResponderExcluir
  6. Oi Lidionete, obrigada por respoder de forma tão atenciosa.
    Deus abençoe vocês.
    Helen

    ResponderExcluir
  7. Oi Fernanda, não estou conseguindo comentar com meu perfil...
    Obrigada pela sugestão... Ainda sou meio nó cega no Facebook, mas vou entrar nas páginas que vc se refere...
    bjs!!

    ResponderExcluir
  8. Camila
    Muitíssimo obrigada pelo seu contato!
    Enviei-lhe um e-mail...
    Fico aqui na torcida e em orações pela pequena Gabi.
    Grande abraço
    Lidionete

    ResponderExcluir
  9. Helen, não há de que!
    Espero ter ajudado...
    Boa viagem!
    abs
    Lidionete

    ResponderExcluir
  10. ola,que coisa linda a cura do seu filho,eu sou paulette mae do noam bugarin que veio de maceio p sao paulo e graças a deus e a anjos como a familia do felipe rocha e do arthur amorim conheceu o graac e omais importante fomos tratatados por eles com uma verdadeira familia.abçs

    ResponderExcluir
  11. Parabens pela sua luta, querida! Vim parar na sua pagina pq estava pesquisando sobre tumores cerebrais pq uma tia estah mt doente em SP. Foi mt bom ver a visao de um brasileiro que visita aqui os Estados Unidos. Bem detalhada. Infelizmente, vc comeu mesmo mt mal, principalmente os sucos do Wal Mart que vem tds da China, quando sao da marca Wal Mart, e os bluberries q nao sao comprados na beira da estrada, sao cheios de pesticida. Eh muito dificil comer saudavelmente aqui, principalmente a passeio. Quando vc voltar, pegue o trem e va pro outro lado de Manhatan para Newark, o que tem de restaurante brasileiro... e mini-supermercados que vendem farinha, queijo mineiro, goiabada, guarana antarctica, etc e eh mais barato do que ai no Brasil.
    Parabens pelo seu blog. Muito informativo e inspiracional. Um grande abraco direto de New Jersey de uma familia de 5!

    ResponderExcluir
  12. Olá você não me conhece, eu estava fazendo uma pesquisa sobre o ENDESCA e achei seu blog e me interessei,percebi que temos algo em comum. sou adventista do setimo dia, psicologa recém formada e fiz minha monografia sobre cancer infantil,e estagiei 2 anos em instituições para pacientes oncológicos, e imaginei que de alguma forma poderia te dar um apoio, ou para as pessoas que você conhece que talvez precisem deste suporte.
    Outra coisa interessante é que tem uns 5 meses que fiz este mesmo roteiro de viagem que vc fez com sua familia, Orlando e Nova York e antes de ir estava muito preocupada com minha alimentação, pois, sabemos com lá eles comem de forma errada. Me surpreendi quando vi a qualidade dos legumes e frutas, muito melhor do que no Brasil os morangos são bonitos e grandes, as bananas bonitas, os brócolis as ameixas, enfim, eu comi muito bem lá porque encontrei excelentes legumes coisa que eu não imaginava encontrar. Sinto muito se te causei má impressão, mas não pude deixar de comentar com tanta coincidência. Caso tenha interesse entre em contato comigo para ver de que forma posso ajudar as crianças que estão passando por esta situação e seus familiares.
    Obrigada pela atenção

    ResponderExcluir
  13. Olá Paulette, muito bom te encontrar por aqui!
    Conheço seu filho Noam... Ele é lindo e encantador!
    Realmente, a July e as Jane´s são maravilhosas. E continuam ajudando mais e mais crianças, portadoras desta doença tão triste.
    Vi o Noam no final de maio no GRAACC e fiquei super feliz de encontrá-lo tão bem.
    Que Deus continue abençoando!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  14. Happy Marler
    Obrigada pelo comentário e pela dica de Newark. Vai seu útil na próxima vez...
    Desejo melhoras para sua tia!
    grande abraço!

    ResponderExcluir
  15. Olá Lilian, que coincidência que professamos a mesma fé!
    E que bom que é da área de oncologia pediátrica... Imagino que atuando nesta área fica difícil não se envolver com as famílias e crianças acometidas... O câncer é uma doença muito cruel.
    Quanto à alimentação nos EUA, achei difícil encontrar restaurante que vende “comida”. Como nossa viagem foi um pouco “corrida”, estávamos sem tempo para procurar. Até vimos coisas boas no mercado, mas nessa rotina de parque e passeio ficou difícil... Gostei da diversidade de produtos orgânicos... Maior que no Brasil.
    Agradeço seu contato e disposição em ajudar...
    Grande abraço

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...