quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Notícias do Felipe

Pra quem ainda não sabe, o Felipe é um lindo garotinho de 10 anos, de Maceió, Alagoas, e que luta contra um câncer cerebral há pouco mais de 1 ano. Na época da descoberta, foi submetido a uma cirurgia em Maceió e aconteceu inúmeras complicações durante o ato cirúrgico, ocasionando hemorragias em 4 pontos do cérebro. O neurocirurgião não conseguiu acessar o tumor... Felipe ficou 3 meses em coma na UTI e conforme os médicos, não havia perspectivas de sair daquele estado. Contrariando a equipe que o assistia, a família decidiu tirá-lo daquele hospital e transferi-lo para Recife, Pernambuco, assumindo todos os riscos. Passou então a ser atendido no IMIP, um Centro de Referência para Tratamento do Câncer. A primeira cirurgia o havia deixado com seqüelas com relação a visão, equilíbrio e também da parte hormonal . Foram necessárias outras neurocirurgias para se tentar consertar os estragos da primeira cirurgia. Ele sofreu muito!!!

Quanto ao tumor, infelizmente não pôde ser acessado cirurgicamente e a saída foi submetê-lo à radioterapia e quimioterapia, que não apresentou a resposta esperada e o tumor voltou a crescer. Em NOV 09 a equipe do IMIP em Recife avisou a família que nada mais poderia ser feito e que a partir daquele momento o tratamento seria paliativo.

A família, inconformada com tal prognóstico, saiu em busca de alguma saída. Bateu em várias portas, inclusive no Hospital A C Camargo e também no Hospital do Câncer de Barretos, mas ambos recusaram o caso, pois o protocolo seria similar ao que tem em Recife.

A mãe do Felipe conseguiu então uma consulta no GOP (Grupo de Oncologia Pediátrica), em São Paulo e lá os médicos mostraram-se dispostos a ajudar. Foram encaminhados ao neurocirurgião pediátrico, Dr. Sérgio Cavalheiro para que analisasse o caso e quão não foi a surpresa e felicidade quando o Dr. Sérgio disse que , conforme as imagens, é possível sim acessar o tumor cirurgicamente!

A cirurgia foi marcada para o dia 09 DEZ 09 e como o Felipe tem o plano de saúde da Unimed Maceió, os custos hospitalares deveriam ser custeados pelo plano, mas a mesma negou a cobertura da cirurgia aqui em São Paulo! O caso está na Defensoria Pública, mas ainda sem solução. Já a parte dos honorários médicos deveria ser custeada pela família. Tendo em vista a complexidade da cirurgia, o custo total é altíssimo!

O Felipe chegou a São Paulo no dia 08 de dezembro e após avaliação com os médicos do GOP (Grupo de Oncologia Pediátrica) e tendo em visto seu estado debilitado, com taxas super baixas, decidiu-se que seria melhor submetê-lo primeiramente a um transplante autólogo para recuperar a sua medula, que está muito prejudicada e somente depois analisariam a possibilidade da neurocirurgia.

E desde o dia 08 de dezembro que o Felipe está em acompanhamento médico e tem encontrado muita dificuldade de liberação dos procedimentos médicos por parte da Unimed Maceió, como aplicações de medicamentos, plaquetas e afins. Está sendo uma verdadeira via sacra para a família!

Alguém teve a idéia de iniciar uma pressão popular, pra que a Unimed Maceió não mais proceda desta forma. Dezenas e até centenas de pessoas de todo Brasil passaram a enviar e-mail´s tanto para a Unimed Maceió quanto para a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e graças a Deus a pressão têm surtido efeito, pois a ANS passou então a tomar as providências cabíveis quanto à Unimed Maceió. Convido você que está lendo este post a participar também deste protesto. Os dados do Felipe são: FELIPE ROCHA SAMPAIO, cliente da UNIMED MACEIO, plano UNIMED NACIONAL, carteirinha nº 00650641205406009
Site da ANS (ouvidoria): http://www.ans.gov.br/portalv4/site/home/default.asp

Ontem fui juntamente com meus filhos Bruno, Davi e Vitor visitar o Felipe e foi um enorme prazer reencontrá-lo. Claro que gostaria que fosse em ocasião melhor... Ele é um garoto muito especial, com uma força enorme pra suportar tamanho sofrimento. Uma lição de vida pra nós, que às vezes reclamamos de coisas tão pequenas!

Ontem foi outro dia de peregrinação, pois a Unimed Maceió não autorizou as plaquetas que precisava tomar. Ficou no Centro Hematológico aguardando a liberação que não aconteceu e os pais então o levaram para o GRAACC, que não tinha plaquetas no momento, mas providenciou e tomou por volta das 23:00 horas. O Felipe e seus pais chegaram ao local onde estão hospedados após a meia noite!

Havíamos combinado de buscá-los pra virem passar o Natal conosco e o Felipe e os meninos até combinaram de jogar play station ... Hoje cedo começamos nossos preparativos para a chegada do Felipe e os meninos estavam super felizes. O Vitor queria que o Felipe viesse ontem mesmo... Mas hoje por volta das 13:00 horas a Jane Rocha (mãe do Felipe) ligou avisando que ele não passava bem e que estava em observação na Clínica Hematológica, em estado febril (37,5º) e que a médica pediu pra ficar em estado de atenção e evitar contato com pessoas, pois seus leucócitos estavam praticamente Zero e as plaquetas baixíssimas novamente. Imagino que ele deve ter ficado triste e nós também, mas o seu bem estar está em primeiro lugar!

Peço a todos que continuem orando pelo nosso guerreiro Felipe, pra que recupere-se o quanto antes e o seu tratamento possa ter prosseguimento. Na terça-feira passou em consulta com a neuro-oncologista pediátrica Dra. Nasjla Saba e a mãe dele comentou comido que saiu muito animada da consulta, pois a médica foi bastante positiva quanto ao seu caso.


Mas no estado debilitado que ele se encontra, corre muitos riscos. Que Deus ajude pra que se restabeleça o mais rápido possível.

Quanto à ação que iniciamos para ajudar a custear os honorários médicos, algumas pessoas depositaram. Não mais enfatizamos a campanha, tendo em vista a cirurgia ter sido descartada por enquanto. Mas vou deixar mencionado aqui os dados da conta do Felipe ... Sei que a família está tendo um custo altíssimo pra se manter aqui em São Paulo e creio que qualquer ajuda não será recusada.

BANCO DO BRASIL
AG. 1233-5
CONTA POUPANÇA 70.000-2
TITULAR: FELIPE ROCHA SAMPAIO

Deus abençoe a todos!

Felipe no GRAACC (23/12/09) aguardando as plaquetas e recebendo a visita dos amiguinhos Bruno, Davi e Vitor

10 comentários:

  1. Lidionete...Então a cirurgia está descartada no momento?

    ResponderExcluir
  2. Olá Fernanda, isto mesmo. A equipe que o assiste prôpos primeiramente o transplante autógo... Com fé em Deus dará tudo certo, vamos confiar!

    ResponderExcluir
  3. Estamos rezando muito por vocês. Aguarde ajuda.
    NEIDE VASCONCELOS Maceió
    ELEUSA E Flávia mandam abraços. Estamos em contatos com os nossos companheiros de trabalho e alunos da ESCOLA MIRAN MARROQUIM. Fé muita FÉ
    (Neide)

    ResponderExcluir
  4. Como está o Felipe atualmente? Que Deus oo ajude.

    ResponderExcluir
  5. Como mencionei no post acima, o Felipe precisou ser hospitalizado, pois suas defesas ficaram praticamente zeradas.Ficou 11 dias internado no GRAACC e tomou sangue e plaquetas. Passou o Natal e o Ano Novo no Hospital...

    Ele teve alguns dias de folga de toda esta maratona e na sexta-feira dia 08/01 fomos ao “Museu do Futebol”, pois era um grande sonho dele conhecer este local. Foi eu, meus 3 filhos o Felipe, a mãe dele, a tia Jane Selma e a amiga Claúdia com seu filho Matheus. Foi uma tarde super agradável e as crianças divertiram-se bastante.

    No dia 12/01 saíram os resultados dos exames mais recentes do Felipe e graças a Deus as taxas subiram e quando ele soube dos resultados gritou “Uhuu!”. A médica, vendo a euforia, perguntou: “Você está feliz, Felipe?” Ele respondeu: “É Dra, estou feliz porque vou poder fazer a quimio...”.(na quinta dia 07/01 não pôde fazer por causa das taxas baixas) A Dra.: “Feliz porque vai fazer a quimio???”. Ele finalizou: “É Dra., eu preciso fazer a quimio para me curar, então que venha ela”

    Então ele pôde iniciar o último ciclo de quimioterapia antes do transplante autólogo e na quarta e quinta desta semana ficou enjoado e sem apetite, efeitos naturais da quimioterapia, mas hoje já estava melhor, graças a Deus.

    Hoje também tomei conhecimento de uma notícia maravilhosa: saiu a liminar contra a Unimed Maceió, que foi notificada pelo juiz do fórum de Maceió, obrigando a mesma conceder cobertura total em equipamentos, procedimentos, transplante, etc. A partir de hoje tudo que for solicitado pela equipe médica que o assiste aqui em São Paulo, haverá o direito garantido por lei e em caso de recusa ou atraso será cobrada pela justiça uma multa diária. A justiça deu ganho de causa para o Felipe!!!

    Glórias a Deus por esta vitória!

    E continuamos em oração, pois Deus tudo pode!

    ResponderExcluir
  6. Atualizando as notícias do Felipe: ainda não foi possível colher a quantidade necessárias de células CD 34 para o transplante autólogo. Mesmo fazendo uso do medicamento granuloquine, ainda não foi possível. A equipe médica disse que esta dificuldade pode ser em decorrência de efeitos colaterais da radioterapia efetuada na medula no IMIP em Recife. Iriam tentar colher as células diretamente da medula, através de um procedimento cirúrgico, só que voltaram atrás, em razão do risco maior. Foi prescrito então uma medicação de nome MOZOBIL, que associada ao granuloquine, ajuda a mobilizar as células CD 34 tão necessárias para o transplante. É uma medicação importada da Inglaterra e costuma ter eficácia em cerca de 80% dos casos semelhantes ao do Felipe. Serão necessárias 4 doses e o custo de cada ampola é de R$ 14000,00. Na semana passada a família correu atrás da autorização por parte da Unimed e graças a Deus deu tudo certo e o remédio já chegou. Ele deve começar nos próximos dias e em seguida colher estas tão almejadas células e partir enfim para o transplante, que é a única opção no momento.

    Continuemos em oração!

    ResponderExcluir
  7. FÊ, estamos rezando p vc. Esperamos ansiosos p sua volta a Alagoas, especialment em Coruripe da Cal. Um bjão. Sua prima Alexsandra Kelly.

    ResponderExcluir
  8. Atualizando as notícias do Felipe
    Mesmo não sendo possível coletar a quantidade ideal de células CD 34 (células-tronco) a equipe de transplantes do GRAACC decidiu partir para o transplante assim mesmo, tendo avisado a família que casos assim poderia haver demora na “pega” da medula e maiores chances de complicações. O transplante foi realizado no dia 16 de abril e com a graça de Deus a “pega” da medula aconteceu antes do esperado e a força do Felipe surpreendeu toda a equipe. Claro que ele passou por momentos terríveis, pois antes do transplante, foi administrada uma droga quimioterápica de nome “Tiotepa”, em doses consideradas veterinárias (10 vezes maior que o organismo poderia suportar) e os efeitos colaterais ainda hoje são sentidos, pois toda a mucosa do seu organismo e até a sua pele foram “queimadas” por tamanha toxidade. Mas essa dose era necessária para “matar” o tumor. Todas as taxas imunológicas zeraram e foram então “transplantadas” as células CD 34 colhidas antes da quimioterapia (cerca de 2,7 células), que deveriam “germinar” como uma sementinha e repovoar a sua medula novamente. Passou também por uma pneumonia, mas seu organismo reagiu bem. Há cerca de 1 semana atrás o Felipe teve alta, mas ainda vai todos os dias ao Hospital, pois toma muitos medicamentos, que são administrados em ambiente hospitalar. Teve que fazer uso de morfina, mas o “desmame” já começou. Mas agora surgiu outra infecção, desta vez no porter-cath (cateter), mas ele está lutando bravamente . Têm passado o dia inteiro no Hospital, regressando para casa somente à noite, pois ainda corre riscos, e está é a razão de tamanho cuidado. Pude vê-lo no GRAACC na última quarta-feira e senti que melhorou bastante com relação à semana anterior, pois estava mais animado e contando até piada. Muito em breve toda esta aflição terá passado e o nosso guerreiro estará completamente recuperado, em nome de Jesus!

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Carregando...